Início Diário A Italia é o máximo TOP 10 FAVORITOS – as coisas que eu mais gosto da Italia

TOP 10 FAVORITOS – as coisas que eu mais gosto da Italia

1)O vinho! Antes de morar na Italia eu sempre sonhava em poder visitar aqueles vinhedos como dos filmes, em comprar garrafas a 1 euro no supermercado ou sentar em qualquer osteria/bar e poder pedir um delicioso “da casa” sem me arrepender depois. A Toscana possui alguns dos mais famosos vinhos do mundo, produzidos em regiões como Chianti, Montepulciano, Montalcino. E esse sonho de visitar as “estradinhas do vinho” e seus produtores já se realizou e se realiza com uma certa frequência. Chianti é aqui ao lado e um dia de sol na primavera ou outono é perfeito. Sobre o vinho de 1 euro… bem, com o tempo o paladar fica mais exigente e preferimos vinhos um pouco mais saborosos e sofisticados. Mas se quiser algo soft, o de € 1,00 tá sempre valendo…

2) A comida sempre fresca. Honestamente até quem nunca cozinhava como eu pode aprender a preparar pratos deliciosos da culinária local. A cozinha italiana é fácil e saborosa. Enquanto no Brasil para preparar uma refeição normal como arroz, feijão, verdura e carne você sujaria 4 panelas, aqui o italiano misturaria tudo em um único prato e o resultado seria uma delícia. Afinal, o que são os risotos e massas além de uma série de coisas gostosas reunidas? Talvez porque sejam mais simples de preparar, ninguém fica esquentando no microondas a mesma comida a semana inteia. Microondas para quê? A cada refeição um prato novo! Mesmo que seja um simples spaghetti al aglio e olio.

3) A segurança. Eu sempre quis morar em um lugar seguro. Mas mesmo depois de chegar aqui ainda tinha uns “ataques de pânico” de quem vivia na paulicéia frenética. Por exemplo: no carro à noite, em frente a um semáforo vermelho, parada esperando dar o verde, com a janela do carro aberta. Eu sempre dizia para o/a motorista: “vai, passa, não tem ninguém a essa hora!” ou “fecha a janela, vai que vem um maluco ao improviso….” E a resposta que eu sempre ouvia era: “calma, você está na Itália e não no Brasil”

4)A “Famiglia”. Italianos e italianas são para casar. Se você quiser farrear, vá para o Brasil. Aliás, qualquer italiano que pensa em Brasil pensa exatamente nisso: na farra, na gandaia. E é verdade que os brasileiros farreiam mais. Ruy Castro que o diga em seu “Rio de Janeiro“. Lógico que os brasileiros também se casam e italianos também ficam solteiros. Mas tenho a sensação que ainda existe o romantismo de antigamente por aqui.

5)Trem. Eu acho uma maravilha a existência de ferrovia que liga cidadezinhas e cidadezonas. Incrível que não exista isso no Brasil! Ok, os trens italianos nem sempre são pontuais. E também é verdade que tem uns Intercity ou Regionais que dão nojo de tão sujos. Mesmo assim, ainda adoro a possibilidade dos trens. São uma excelente opção para quando você não quer se cansar dirigindo, para não se sentir uma sardinha enlatada como em um ônibus em viagens de longa distância e ainda por cima tem os trens rápidos que ligam cidades como Firenze-Roma na metade do tempo utilizada por um carro que respeita os limites de velocidade das estradas.

6) Vôos low-cost para conhecer toda a Europa. Os preços são ridículos: às vezes por míseros 10 euro você muda de país, de língua, de cultura. Basta ter a agenda livre para escolher os dias mais econômicos e as cidades em oferta. Ryanair ainda é a minha favorita porque é a mais barata em absoluto.

7) Os direitos dos cidadãos e residentes em solo italiano. Dá um pouco menos raiva ter que pagar imposto por aqui. Tem muita coisa errada, mas ainda tem muita coisa que funciona.

8) Saber que a Itália é um dos berços da humanidade. Que a história começou aqui! Que o que estudei na escola, do Império Romano até os feudos medievais… bem, tudo isso existiu mesmo e existiu aqui. Cada lugar tem uma magia incrível.

9) Outlets e liquidações. Eu adoro as duas liquidações anuais da Itália: uma no inverno que começa por volta do dia de Reis, em janeiro, e outra no verão por volta do fim de julho. Os preços são ótimos e dá para descolar verdadeiras pechinchas como calça jeans que custava 100 euros por 24,90; camisas masculinas de 88 por 19,90; saias de 300 por 50,00; sapatos pela metade do preço… Enfim, dá para montar o guarda-roupa novo (visto que mais da metade dele você provavelmente deixou no Brasil).

10) Serviços de defesa do cidadão grátis como sindicatos e associações de defesa ao consumidor. Aqui é possível que alguém esteja ao seu lado para te defender, sem que você gaste nada. Aliás, para quem chegar aqui recomendo se informar sobre todos os seus direitos e deveres, para poder discutir bastante quando tentarem te embromar.. Bem alla italiana!

Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas; em janeiro de 2007 criou o BRASIL NA ITALIA. Em 2010 foi a responsável pelo blog oficial da Região Toscana escrito em inglês (http://www.turismo.intoscana.it/allthingstuscany/aroundtuscany) e atualmente trabalha com comunicação digital e tradicional. Dúvidas sobre a Italia são respondidas exclusivamente online. Escreva um comentário abaixo ou publique sua pergunta aqui.

26 COMENTÁRIOS

  1. Depois dessa fica na obrigação de fazer um “10 coisas que eu menos gosto” =]

  2. Vinho eu bebo muito pouco, mas isso na Italia eh bom, em Londres o vinho do mais barato eh 3 libras… e eh pessimo.

    Sobre a comida, realmente eh mais facil de fazer e boa sim, mas nao troco por um feijao com arroz hein! ahhahaha sou da terrinha mesmo :P
    Agora sobre microondas discordo, os 2 anos na Italia sempre morei com italianos, tanto eles quanto nossos vizinhos abominavam mesmo microondas, mas nao cozinhavam todo dia, faziam, congelavam e descongelavam na frigideira depois.
    Eles achavam absurdo a “nossa mania de brasileiro” de comida fresca todo dia, sim eu cozinho todo dia.. acho que eh mais da cultura familiar do que do pais.

    Seguranca, eu me sentia muiiiiiiiiito inseguro em Firenze, nossa, eu morava em Maringa no Parana, mesmo tamanho de Firenze, e, nossa, senti muito a diferenca da seguranca que tinha la com Firenze, tinha medo de sair a peh a noite passear… muito em culpa dos imigrantes, mas ainda sim, insegura.
    Me sinto melhor nesse quesito aqui em Londres, policia pra todo lado, cameras, pelo menos, “a sensacao” de seguranca eh maior, mas ainda me sentia mais seguro no Brasil.

    Sobre esse papo de ser para casar, acho que vivi em um pais diferente.. ahahhaa todo mundo que conheci tinha de 30 a 40 anos, ninguem casado, nem pensava em casar, achavam um absurdo quando dizia que no Brasil o povo casava entre os 20 e 30 anos.

    Trens eu concordo em tudo que vc disse, assim como os voos, mas de Londres eh ainda mais facil :D, nunca consegui achar um desses voos batendo com minha folga na Italia, porque eram poucos, aqui tem toda hora.

    Sobre imposto, penso como penso no Brasil, roubam muito, fazem pouco, ou nada.

    Sobre historia etc.. nao vou comentar, nunca fiquei admirado com isso, sou um ignorante confesso de artes… nunca tive interesse.

    Bom eu via essas liquidacoes, mas as acho como as do Brasil 1 item realmente em promocao o resto tudo “fake”, que aumentam 1 semana antes para abaixar depois.

    Sobre esses servicos, sempre que precisei pediam uma “taxa” de 50 anos anuais para se afiliar, completamente de graca nunca achei,a zar meu.

    Rodrigo Fante
    http://www.yoomp.com

  3. Nossa, concordo com quase tudo o que voce escreveu!
    Vinho, realmente o da Italia é o melhor. França? Que nada, Italia! Eu moro mais ou menos perto do Franciacorta, Bardolino…
    Quanto à comida, sim, é a melhor. E os restaurantes entao? Quanto mais escondido, melhor é. Eu cozinho todos os dias, claro que muita coisa é pré confeccionada, mas o bom é que nao sobra (odiava comer requentado no Brasil, so o kibe e as tortas da minha mae).
    Segurança depende. Nunca fui assaltada nem aqui e nem em Sao Paulo! Mas o metro em Milao é de por medo. A Centrale, Sesto San Giovanni entao! Também em Turim fiquei com medo de algumas ruas… e em diversas estaçoes de metro de Roma. Até Brescia, cidade pequena, tenho mais medo de la que de Sao Paulo (isso pq a zona da estaçao foi melhorada, tem mais segurança).
    Também acho italiano mais familia mesmo. Claro que tem aqueles que nem pensam em se casar, o classico italiano mammone. Mas em geral, os italianos sao mais romanticos mesmo e respeitam mais o partner.
    Meios de transportes acho uma maravilha aqui. Claro que tem os defeitos (e como!). Estradas aqui sao maravilhosas, so vi as parecidas com o Brasil no sul. Acho uma maravilha trem, so que se vc pega aqueles fedidos, cheios de gente estranha que faz pic nic no vagao ou entao os que atrasam horas, muda a opiniao. Mas na maioria dos casos funciona (isso pq sou uma pendolare). Os onibus interurbanos sao confortaveis, mas o problema que param sempre. Nao acho muito diferente dos do Brasil (claro, nao aqueles que atravessam o pais, tipo dos da América Central). Ja metro sou muito mais os de Sao Paulo… que ficariam perfeitos se cobrissem quase toda a cidade e regiao metropolitana. Os onibus urbanos também nao sao tao diferentes assim, so pelo fato de serem mais silenciosos e com motoristas mais capazes.
    Voos low cost: se tivesse no Brasil e América do Sul seria uma maravilha!
    Impostos: pois é, funciona mesmo… mas o que da raiva é que tem muita gente que sonega imposto. Como no Brasil.
    Historia: toda vez que vou para Roma me emociono diante do Coliseu! E cada lugar tem historia, até aqui perto de onde moro tem um parque arqueologico dos homens primitivos. O simbolo da regiao da Lombardia (a Rosa Camuna) ja existia na época deles. Ir para Veneza e saber que todo aquele esplendor vem das casinhas de palafita, que a Ponte di Rialto era no comecinho uma ponte de barcos… saber que muitos acontecimentos politicos religiosos occorreram nas ruinas do Forum Romano, no Palazzo Vecchio, na Capela Sisitina…
    Outlets e as liquidaçoes: o bom é ver sapatos de couro e casacos que custam a metade do preço dos brasileiros! E nada de falsificado, vera pelle! E roupas de qualidade!

  4. Eba, quando vejo uma mensagem caprichada como esta escrita acima os olhos até brilham de felicidade. :) É bom ver outras pessoas comentando e dando a sua visão da Italia. Assim não fico sempre dialogando sozinha…

  5. Fui eu quem postei a mensagem acima. Quando o assunto é Italia me empolgo! Estou até tentando fazer um blog sobre as cidades italianas que visitei. Mas é mais voltado para a parte historica e artistica.
    Adoro seu blog!

  6. E para completar sua lista, faltou o suco de laranja vermelha e o crudo, bresaola, porcini…

  7. Ai, eu também AMO suco de laranja vermelha! Hum… e bresaola. Hum… e porcini…

  8. Ah! E tartufo!! Num agriturismo aqui perto fazem um risotto al tartufo che è la bontà degli dei!

  9. Estou súper de acordo com o post! Mas adicionaria muitas coisas mais: os mil tipos de queijos, a música romântica, os cremes deliciosos, os “bagnoschiuma” de mil perfumes diferentes, o perfume do basílico,do rosmarino e da salvia, aquele cafezinho! :) Ma che bontá!

  10. Hum, quanta coisa boa… Realmente se a gente pensar, pode fazer uma lista enorme. O cheiro do basico fresco em uma simples pasta con pomodorino é uma maravilha. E o azeite daqui, então…

  11. Tem muita coisa na Itália que eu gosto, mas muita coisa também que eu detesto… só que agora quero falar do que eu mais gosto: como uma apaixonada por azeite, só aqui eu conheci o melhor azeite do mundo, na Puglia! E eu pensava que no Brasil consumia azeite extravirgem!!!

  12. Ciao, me chamo Alberto e sou italiano. Coisas que eu detesto da Italia? esta pagina não é bastante longa. Mas para responder a algumas coisas deste post: comida fresca? sempre.- Segurança em Florencia? 15 anos atraz era otra coisa. – Trens? temos ainda MUITA estrada para melhorar. – Voos low cost? ja fez 8 voos com um total de 280 € em Finlandia, Inglaterra, Espanha e Irlanda.- Imposto? governo ladro! – Viver a Italia sem considerar história e arte? que tristeza! – Liquidaçoes? não é verdade que é tudo “fake”, come sempre acontece aqui na Italia, “dipende dove vai” o mais grande outlet na Europa (Serravalle) não oferece “fake”. – I sindacati generali são um “serviço” inutil? 120 anos de luta dos trabalhadores jogados no lixo? obviamente não é assim! – Um pouco mais de objetividade, por favor! Um abraço a todos.

  13. OI Alberto,
    Gostei do seu comentário. A propósito, você escreve super bem o português! Por acaso já esteve no Brasil?

  14. Ciao,
    Concordo com as estradas, sao realmente òtimas, sobretudo se voce nao as compara ao resto da Europa, mas sao sempre òtimas. Quanto à comida, me desculpe, mas comer pao com bresaura, queijo e mortadela praticamente todo dia acaba com a saude de qualquer um…è claro que de massa todo mundo gosta, mas em doses moderadas… COmo boa capixaba que sou sofro com a falta de peixe de verdade, com sabor, perfume..meu Deus, lagosta, camarao, muqueca, torta capixaba..acho até uma ofensa pensar que é perde de tempo sujar 4 panelas… gosto de comida feita, fresca…nao podemos deixar de falar da contaminaçao do solo italiano..mas às vezes a propaganda é a alma do negocio..e nòs brasucas achamos que a grama do vizinho é sempre mais verde.
    Quanto aos serviços acho que depende de onde voce vem, de como era sua vida antes…eu acho que aqui as coisas nao funzionam ou voce tem que penar….
    Adoro o vinho, apesar do pouco conhecimento, acho delicioso, de tudo que ja provei creio que o italiano é o melhor.
    Quanto à segurança concordo, me sinto muito segura aqui no Abruzzo e isso talvez seja a coisa que mais desejaria para o Brasil.
    Olha, quanto aos homens…. nao existe essa regra … eles sò mudam de endereço… acho que a diferença ta que aqui eles levam mais tempo pra se separar porque se preocupam muito com os que os outros pensam e brasileiro é independente, quando decide tà decidido!E depois leva a fama….
    Me diga onde voce voa com Ryanair por 10 euros, porque eu ja achei bilhete a 0,01 centavos e paguei 60 + 15 (mas mesmo assim é baratissimo).
    Mas se devo pensar mesmo nas coisas que mais gosto da Italia penso que antes de tudo vem os italianos que sao barulhentos , festeiros, comiloes como nòs!!
    Um beijo a todos

  15. Ciao Anonimo,
    O preço das passagens da Ryanair depende do mes. Em janeiro eu ja fui ida e volta para Barcelona gastando 20 euros. Idem para Londres. Tem que pesquisar sempre. Eu me ligo nas ofertas assim que sei de terei um pouco de tempo livre na agenda(ultimamente esta dificil…)
    Sobre peixe… bem, comer uma moqueca capixaba deve ser uma delicia… camarao, lagosta.. mas no fundo isso depende da cidade onde a gente mora. Em São Paulo comer camarão e lagosta custa uma fortuna! Na Italia eu como muito muito peixe. Quando fui para a Sicilia no verao entao, nem se fala: tinha de todos os tipos e variedades. Aqui em Firenze eu adoro uma simples spaghettata al vongole. Mamma mia, com’e buona!
    Bem, admito que fiquei com essa moqueca capixaba na cabeça. Como eh feita, vai azeite de dende? Ou isso eh coisa da Bahia?

  16. Brasil é muito melhor que a Itália em questão de diversão, organização…Concordo que a culinária italiana é realmente muito atraente, mas o lado ruim de se morar na Itália é a bagunça, BURROcracia e falta de educação das pessoas. Estão bem atrás do Brasil em tecnologia e infomatização…Totalmente diferente do restante da europa!
    Segurança??? Já não me sinto tão segura morando na Itália, mas é claro que não tem como comparar a São Paulo!
    Fora o preconceito!!! Eles acham que são melhores do que todos…Já cheguei até a ouvir que a água deles é a melhor do mundo, certificada pela NASA! haha…

  17. SEGURANçA?????????????????????
    Onde na Italia??????
    HA
    HA
    HA
    O pior e' que vc, como estrangeiro (e portanto considerado cidadao de segunda categoria) NAO PODE nem reclamar, nem reivindicar coisa nenhuma por aqui. Tem que engolir tudo caladinho e dar-se por satisfeito, porque no final das contas, VC NAO PASSA DE UM MORTO DE FOME que saiu de uma favela qualquer do Brasil para tentar a sorte na terra deles.
    Sim, porque para eles TODO brasileiro e' FAVELADO e vivia passando fome.
    E quem nunca ouviu aquela famosa frase: E PERCHE NON TORNA A CASA TUA, SE NON TI PIACE L'ITALIA?
    Ai de quem ousa critica'-los.
    INSUPORTAVEIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  18. @cazzi tuoi

    Eu moro na Toscana, ando pela rua tranquila, de dia e de noite. Abro a bolsa no meio da rua sem ter medo que apareça um maluco com um revolver.
    Italiano é mesmo reclamão e reclama contra o próprio italiano, não leve para o lado pessoal. E faça como eles: reclame também. Às vezes serve. :)

  19. Oi garota,
    E' verdade que na Italia tem muita coisa e muita gente boa como vc diz e disse no meu blog.
    Mas como eles(italianos) mesmo dizem : melhor cada um na propria casa/no proprio paìs( OGNI UNO A CASA SUA).
    Uma coisa é eles saberem que vc esta' na Italia so' de passagem; outra bem diferente, é saber que vc resolveu morar ali.
    A verdade e' que eles estao de saco cheio, e saturados com essa historia de imigraçao, principalmente quando o imigrante provém de um paìs pobre – abra os olhos. E nao interessa mais se o cara é preto, branco ou amarelo de pele. Tenho me deparado com intolerancia contra imigrantes todos os dias: nos jornais e no dia-a-dia.
    Qto à questao NORTE/SUL existe sim uma disparidade gritante entre essas regioes-nao porque os nortistas sejam melhores que os sulistas, mas simplesmente porque o Norte e' anos luz mais desenvolvido economica, social e culturalmente. Sem contar que e' la' que estao as grandes industrias italianas.
    Umberto Bossi e' um desajustado e seu partido e' extremista sim, mas quando ele chama ROMA(a capital federal) de ladra e corrupta tem la' suas razoes.
    Quando vemos o Trentino Alto-Adige(sobretudo Bolzano) fazendo ORGULHOSAMENTE questao de ser uma regiao autonoma(quase separada da Italia),recusando-se a se integrar com o resto do paìs, com sua populaçao fazendo questao de falar alemao em vez de italiano(nao so' porque a maioria e'descendente de austriaco), temos de nos questionar o por Q de certos comportamentos.
    Obrigada pela visita, e volte sempre. Gostei do seu blog, apesar de achar que vc exagera pra cacete os predicados da Italia e dos italianos.
    Aquela història de que viver na italia e' SEGURO por exemplo: Tudo depende de onde vc viveu no Brasil. Talvez seja segura comparada ao Rio, Sampa ou Porto Alegre.
    Uma coisa chocante para mim por exemplo, e' lidar com o numero de pessoas que sao assassinadas dentro de suas pròprias casas, como ocorre na Italia. No Brasil, esse tipo de coisa macabra e' episòdio recorrente sim, mas nas favelas, ou nas periferias das grandes cidades. Felizmente, ainda temos capitais seguras, e dependendo da sua classe social, um certo nìvel de segurança vc ainda consegue comprar. Ja' na Italia, nao: pra gozar de um mìnimo de segurança o cara tem que viver nos cafundòs dos judas………ninguém vive em segurança, até quem tem muito dinheiro vem assassinado( às vezes pelo jardineiro, pelo porteiro, pelos pròprios empregados domésticos, e etc, etc)…E depois ainda tem a Justiça que é tao FALHA e LENTA quanto aquela brasileira( para a qual aliàs serviu de inspiraçao)….. UM CAOS COMPLETO…….
    Vc vai me perdoar a aspereza da minha observaçao( ate' porque pode ser que esse nao seja o seu caso), mas acho que quem elogia demais um lugar assim, saiu de um lugar muito pior, tipo favela da Rocinha, Complexo do ALemao, Morro do Macaco ou sei la' o que mais…ou seja, e' preciso estar muito habituado a conviver com coisas escabrosas pra achar que o que acontece em outros lugares ditos PRIMEIRO MUNDO e' "nada" se comparado ao Brasil.
    Se eu fizer uma lista das pessoas e coisinhas medìocres que vejo e vi por esse mundo afora, vai faltar memòria, e espaço nesse blog.
    Um abraço pra vc, e felicidades.

  20. eu gosto muito da Italia, e tanto aqui como no Brasil conheci muita gente horrivel e muita gente boa. Tem o italiano coatto, e ignorante, como tem também o brasileiro.

    quando eu cheguei aqui no começo conheci muita gente ralé, depois consegui fazer bons amigos, pessoas que se importam comigo, legais mesmo.

    Luiza
    Tem 2 regiões que moram no meu coração: Trentino e Sicilia, amo esses dois lugares e as pessoas desses lugares:

    è legal viver com mais segurança, com tanta possibilidade de crescer culturalmente, viajar sem deixar os olhos para a empresa aerea.

    coisas que eu nao gosto:

    as maes italianas sao muito exageradas, tem hora que è um saco
    imposto e mais imposto
    a mania que as pessoas tem (isso mais em Roma) de dizer a primeira besteira que vem na boca e depois dizer: mas eu tava brincando
    sogra e conhada chata
    os estereotipos sobre a brasileira, isso è um SACO

    o resto è lindo e maravilhoso

  21. Oi
    Parabéns pelo blog.Bom saber e conhecer dicas interessantes.

    Concordo com essa sua lista em partes.
    1-Prefiro o vinho frances.Vc sabia que Italia e França possuem uma rivalidade com vinhos e queijos??Mas os vinhos italianos tem um excelente saber também.
    2-Discordo.No Brasil a comida pode ser fresca também,basta procurar.Como viajei bastante,isso é tendencia do brasileiro pela sua baixa auto-estima.Valorizar o que existe fora mais que no Brasil.E a comida italiana realmente é facil e gostosa, apesar de ser sempre igual com muito carboidrato e pouco nutritiva.Muito pobre nutriocionalmente mesmo.Feijao e arroz forever.

    3-Segurança.Em cidades pequenas pode ser.Mas cidades como Milao,Roma e Napoli,depende a zona.Regiao turistica é tranquilo.Zonas afastadas igual ao Brasil.Em Milao a taxa de estupros é altissima.Fora os casos de pai mata mae e filhos.Com certeza é mais segura que Sampa.Qualquer lugar é mais seguro que Sampa e RJ.
    4-O Brasil é visto assim porque nao sabemos fazer um turismo com ética.Nunca me relacionei com homem italiano. Os achei sem graça apesar de sempre quererem atacar uma brasileira pra curriculum.Mas sei que nas escondidas é grande a procura de travestis e prostitutas aqui.Que o diga Eros Ramazoti.Tive pacientes que me contavam isso.
    5-Voce deveria ter estudado mais a historia do nosso pais.O Brasil tentou usar trens, mas por algum motivo as estradas cairam nas graças dos nossos presidentes.O trem realmente foi esquecido.Mas os trens italianos chegam atrasados e sao velhos.Va no norte da Europa.La é bem melhor.
    6-Concordo. Na Italia a concorrencia com outras empresas européias faz baixar o preço. A Italia possui poucas empresas lowcoast.
    7-Discordo.Igual ao Brasil. Eles estao quase no mesmo nivel de corrupçao com o Brasil. E politicos roubam igual ou mais. A carga tributaria é alta igual tambem.
    8-Por algum motivo é na Italia que muita coisa nasceu, mas hoje tudo mudou e a nova Roma e os EUA.A Italia hoje nao manda em nada.Mas vc tem razao.
    9-Concordo
    10-Concordo em partes.

    Trabalhei como nutriocionista em Milao e pude constatar que a mao-de-obra italina na saude é fraquissima.Nesse lado sou Brasil sempre, mas muita coisa é de graça.A burocracia é infinitas vezes maior que a do Brasil.

    O queijo é bom.

    Bjs
    Carla

  22. Oi
    Parabéns pelo blog.Bom saber e conhecer dicas interessantes.

    Concordo com essa sua lista em partes.
    1-Prefiro o vinho frances.Vc sabia que Italia e França possuem uma rivalidade com vinhos e queijos??Mas os vinhos italianos tem um excelente saber também.
    2-Discordo.No Brasil a comida pode ser fresca também,basta procurar.Como viajei bastante,isso é tendencia do brasileiro pela sua baixa auto-estima.Valorizar o que existe fora mais que no Brasil.E a comida italiana realmente é facil e gostosa, apesar de ser sempre igual com muito carboidrato e pouco nutritiva.Muito pobre nutriocionalmente mesmo.Feijao e arroz forever.

    3-Segurança.Em cidades pequenas pode ser.Mas cidades como Milao,Roma e Napoli,depende a zona.Regiao turistica é tranquilo.Zonas afastadas igual ao Brasil.Em Milao a taxa de estupros é altissima.Fora os casos de pai mata mae e filhos.Com certeza é mais segura que Sampa.Qualquer lugar é mais seguro que Sampa e RJ.
    4-O Brasil é visto assim porque nao sabemos fazer um turismo com ética.Nunca me relacionei com homem italiano. Os achei sem graça apesar de sempre quererem atacar uma brasileira pra curriculum.Mas sei que nas escondidas é grande a procura de travestis e prostitutas aqui.Que o diga Eros Ramazoti.Tive pacientes que me contavam isso.
    5-Voce deveria ter estudado mais a historia do nosso pais.O Brasil tentou usar trens, mas por algum motivo as estradas cairam nas graças dos nossos presidentes.O trem realmente foi esquecido.Mas os trens italianos chegam atrasados e sao velhos.Va no norte da Europa.La é bem melhor.
    6-Concordo. Na Italia a concorrencia com outras empresas européias faz baixar o preço. A Italia possui poucas empresas lowcoast.
    7-Discordo.Igual ao Brasil. Eles estao quase no mesmo nivel de corrupçao com o Brasil. E politicos roubam igual ou mais. A carga tributaria é alta igual tambem.
    8-Por algum motivo é na Italia que muita coisa nasceu, mas hoje tudo mudou e a nova Roma e os EUA.A Italia hoje nao manda em nada.Mas vc tem razao.
    9-Concordo
    10-Concordo em partes.

    Trabalhei como nutriocionista em Milao e pude constatar que a mao-de-obra italina na saude é fraquissima.Nesse lado sou Brasil sempre, mas muita coisa é de graça.A burocracia é infinitas vezes maior que a do Brasil.

    O queijo é bom.

    Bjs
    Carla

Responder