A Maremma é uma terra que evoca o seu rico passado através dos resquícios etruscos e romanos, dos centros medievais, dos insediamentos minerais que a caracterizam há milênios. Um território capaz de oferecer sempre novas emoções através de uma série de itinerários: através do litoral, das colinas no interior, da descoberta de lugares antigos, de paisagens mágicas, de cores e sabores esquecidos, dos prazeres do vinho e da boa mesa.

As belezas da Maremma Toscana: um lugar para sonhar, degustar e curtir

Este é um território onde a produção do vinho é uma tradição, em toda a Maremma muitíssimas vinícolas trabalham em parceria com as cantinas sociais para oferecer seus produtos, todos com garantia e certificado de elevada qualidade.

O extraordinário desenvolvimento vinícola do território é confirmado pela presença de oito DOC que fazem parte da “Strada del Vino e dei Sapori di Maremma” entre eles: o Morellino di Scansano (entre os mais famosos vinhos tinto toscanos e certamente um dos mais típicos e conhecidos em todo o mundo), o Bianco di Pitigliano e o Rosso di Sovana (que nascem em um dos mais sugestivos ambientes: aquele das Cidades do Tufo).

Nas vinícolas é possível degustar os vinhos junto com salames, queijos e pães locais, além da possibilidade de visitar os vinhedos e conhecer o processo de transformação da uva em vinho.

Os deliciosos queijos e frios da Toscana

Just in Toscana selecionou algumas empresas do território que abrange da Maremma ao Monte Amiata passando pelo litoral da Toscana onde são produzidos os mais famosos vinhos da área. A agência terá prazer em organizar a sua viagem ou passeio eno-gastronômico onde você poderá descobrir os sabores dessa terra.

Uma verdadeira oportunidade de experimentar as tradições locais ligadas a cultura da boa mesa. Cada terra tem os seus pratos típicos e, principalmente, os seus vinhos de qualidade, e o melhor modo de descobrí-los é através de um “itinerario del gusto” oferecido pela Just in Toscana: uma viagem na cultura eno-gastronômica da Maremma, em busca de sabores antigos, produtos genuínos, comida simples que faz parte da culinária tradicional ou pratos elaborados onde a tradição e inovação se combinam.

Um prazer ainda maior para quem tem a possibilidade de experimentá-los no local onde são produzidos, curtindo a paisagem e tomando um bom vinho como verdadeiros embaixadores da qualidade italiana.

Para informações sobre pacotes, roteiros e itinerários é possível entrar em contato com a Just in Toscana via Facebook, Skype (c.justintoscana), telefone (+39 0564-616801) ou através do formulário de contato no site oficial.

 

—-
Este artigo é um publieditorial.

3 COMENTÁRIOS

  1. Ola Barbara!!
    Como vai?
    Recebo Brasil na Italia a pouco tempo e é muuuito interessante!! Passei um tempo na Italia o ano passado e volto em outubro para ficar 40 dias em Firenze. Vou fazer um curso de lingua italiana e mosaico na escola Michelangelo. Gostaria de saber informacoes a respeito de restaurantes mais baratinhos, academia, depilacao… sabe coisinhas de mulher… ehhehh… Sempre tem coisas legais no Brasil Italia, entao voce seria a melhor pessoa para me ajudar…

    Obrigada,
    Bj,
    Pri.

  2. Oi Pri, seja bem vinda ao BRASIL NA ITALIA e espero que você encontre ótimas dicas por aqui. 🙂
    Sobre a academia de ginástica: depende da área onde você vai morar. Existem várias no centro de Florença, bem simplezinhas. A melhor delas é a KLAB.
    Sobre depilação, tem uma depiladora ótima chamada Kátia que agora trabalha no salão de uma brasileira chamado Nails & Co na Via del Giglio 33/35 (fica no centro).
    Sobre restaurantes, bem existem vários. Um dos mais baratos para almoçar é o “A Casa Mia” (fica na praça do mercato di Sant’Ambrogio), a comida lá não é um must mas é ok. Um outro lugar bacana é no Café da Biblioteca Oblate no último andar: vc não gasta muito e a vista para o Duomo é um espetáculo (via dell’Oriuolo). Mas o maior segredo é o melhor “panificio” de Florença, na Via Borgo Pinti: o pão é sempre fresquinho e você pode pedir para colocar o que quiser dentro: presunto cru, bresaola, diversos tipos de queijo… (só não recomendo a mozzarella deles, o resto é tudo bom). Na hora do almoço esse panificio fica cheíssimo com fila, por isso é melhor chegar um pouco antes das 13 ou uma meia hora depois para não esperar muito.
    Bem, acho que já dá para começar.
    Até a próxima, abs Barbara

  3. OI Barbara

    Acabei de escrever pra seu email sobre dicas e so agora li que seria por aqui. Espero que nao se importe. Pesquisando sobre Toscana te achei na Senhora viagem e gostei do que li. Assim busco dicas de passeios pela Toscana em estradas vecinais, parando em lugarejos imperdíveis pelos caminhos a Arezzo, Ravenna e Ferrara onde se encontram familiares.
    Viajo com meu pai de carro. Somente nós dois e ficaremos 2 semanas em Maio 2013.
    Dicas de roteiro e pousadas/hoteis bons, simples, economicos e bem localizados para passeios a pe seriam bem vindas

    sds

    mara

DEIXE UMA RESPOSTA