Veneza é uma daquelas cidades que você não se arrepende de visitar: não importa se depois da viagem você se dá conta que gastou o dobro do seu budget, se você teve que se estapear com o vendedor de bilhetes do vaporetto porque ele decidiu parar de vender as passagens exatamente na sua vez e você  esperava há dez minutos na fila equilibrando mala, máquina fotográfica e bebê.  A cidade possui um fascínio fora do normal e eu me deixei seduzir, como se fosse a minha primeira vez.

A beleza de Veneza não é perfeitinha: aqui nem tudo está no lugar. Ao lado de imponentes palácios antigos maravilhosos a gente encontra outros prédios mal tratados com a fachada meio que caindo aos pedaços. E se por um lado é um caos circular com qualquer objeto sobre duas ou mais rodas já que a cidade é cheia de pontes e degraus  (seja uma mala, um carrinho de bebê, uma bicicleta ou uma cadeira de rodas), por outro dá um certo alívio passar dias sem ver um carro ou scooter e a poluição que produzem. Aqui até o táxi é um barco, pena que custe tão caro (pense com dois zeros, isso mesmo, na faixa dos cem euros)!

Passei quatro maravilhosos dias em Veneza em uma viagem oferecida pela Skyscanner Brasil (um buscador de Passagens áreas): de 25 a 28 de novembro. Final de novembro é uma época que poucas pessoas visitam a cidade e por isso Veneza fica ainda mais interessante: as ruas estão menos afoladas de turistas em comparação a primavera / verão, é mais fácil encontrar um hotel por um preço camarada e… sejamos sinceros: em Veneza até a neblina pela manhã e o festival de guarda-chuvas tem o seu charme. Aliás, acho que Veneza combina com frio, um bom casaco ou sobretudo, um delicioso copo de vinho ou Spritz, a bebida mais popular de Veneza a base de Prosecco, água com gás e Aperol ou Campari (se você perdeu, confira nossa dica sobre o melhor happy hour de Veneza!)

A beleza do Palazzo Ducale em Veneza

Embora a maioria dos guias de viagem recomende que você se perca entre as charmosas ruas de Veneza, na verdade é bem difícil que isso aconteça porque você encontra cartazes por toda parte que indicam o caminho ou para a estação de trem, ou para a Piazza San Marco ou para a Ponte do Rialto. De qualquer modo, é sempre interessante dar uma olhada no mapa antes de sair de casa, assim você terá uma idéia melhor sobre como é dividida a cidade

Onde passear em Veneza

Veneza é dividida em seis “sestieri” (distritos): Dorsoduro, Santa Croce, San Polo, San Marco, Cannareggio e Castello. Cada um desses distritos tem uma característica especial e embora todos sejam rodeados pelos canais, se você olhar com atenção notará as diferenças entre eles.

Veneza é rica de detalhes, vá com os olhos bem abertos! 🙂

Castello é o distrito mais antigo de Veneza, onde vivem e trabalham boa parte dos venezianos. Já San Marco é a área mais turística: aqui pipocam restaurantes para turistas (nem sempre muito bons). O engraçado é que nessa área você procura um restaurante italiano para experimentar a verdadeira gastronomia italiana e encontra um restaurante com chef indiano ou chinês que preparam o seu prato de “pasta”. Preste atenção para não trocar gato por lebre!

Em Veneza o táxi é um barco como esse. Quer pegar um? Prepare o bolso!

Cannaregio é o distrito do Cassino para quem quer tentar a sorte e jogar uns eurinhos (só entram maiores de 18 anos, se você estiver com bebê não deixam você passar da porta de entrada, mesmo com a chuva!), do “Ghetto” a área onde os judeus foram obrigados a viver durante a Repubblica di Venezia (e onde existem alguns restaurantes e barzinhos interessantes) e, claro, da Coin: uma loja de departamentos onde existe um banheiro limpinho grátis (mas não conta para ninguém, ou vai começar a ter fila para o banheiro e vai pegar mal!).

San Polo é a área do mercado de peixe e frutas e, embora seja o distrito menor é também aquele que possui a maior praça (que em Veneza se chama Campo). Já Dorsoduro é uma área universitária, onde encontra-se a sede da Universidade Ca’ Foscari, a primeira Business School da Italia, desde 1868. Já Santa Croce é o primeiro distrito que você vai ver, se vier de trem, porque fica exatamente em frente a estação de trem Santa Lucia.

Inspiração para pintores, fotográfos e artistas. Veneza possui uma atmosfera especial

Onde reservar seu hotel

Eu optei por me hospedar entre a Piazza San Marco e a Ponte do Rialto e não me arrependi: era bem fácil visitar todos os lugares e eu adorei passar diariamente na Piazza San Marco para dar a boa noite! Uma outra área onde me hospedaria é em Cannaregio, que foi a área que mais gostei de Veneza. Aliás, confira minhas dicas de hotéis em Veneza.

Recomendo apenas atenção com os hotéis em Mestre. Reparei que alguns turistas compravam pacotes fechados com agências de viagem e a agência invés de dar o hotel na Veneza digamos turística, mandava os turistas para Venezia Mestre.

Não estou dizendo que Mestre seja uma área ruim, simplesmente Mestre é no continente longe das principais atrações turísticas. Se você se hospedar em Mestre vai ter que pegar trem ou algum transporte marítimo para ir até a Veneza turística. Se você achou um hotel mais em conta e quer se hospedar em Mestre, no problem! Mas você precisa saber que não basta um passeio a pé para chegar na Piazza San Marco, ok?

Meio de transporte

Trânsito de gôndolas em Veneza

Veneza possui um aeroporto e você pode desembarcar do Brasil diretamente no aeroporto de Veneza, que se chama Marco Polo. Você também chega em Veneza de trem, a estação Santa Lucia fica não muito distante da Piazza San Marco (bem, digamos que são uns 40 minutos a pé…).  Se vier de carro vai ter que deixá-lo no estacionamento, que custa bem caro. A melhor forma para conhecer a cidade é a pé (mesmo com “acqua alta“!). Embora tenham feito uma campanha de Veneza Acessível, honestamente apenas algumas áreas da cidade são indicadas para cadeira de rodas. E se o dinheiro tiver sobrando, faça um passeio de gôndola na área mais VIP da cidade, nos arredores do Hotel Bauer. 🙂

Vale a pena conferir também nosso artigo sobre Veneza Unica com dicas para economizar até 30% em transporte, museus e atrações em Veneza.

*Esta viagem a Veneza foi oferecida pela Skyscanner Brasil, que patrocinou os custos da viagem, mas não teve nenhuma influência no nosso roteiro ou no conteúdo editorial deste artigo.
A Skyscanner é um buscador de passagens aéreas premiado mundialmente pelas melhores mídias de viagens e o melhor site para comparar passagens internacionais.

21 COMENTÁRIOS

  1. Adorei seu relato, como sempre!
    A primeira impressao que tive de Veneza foi uma mistura de decepçao (por causa dos edificio estragados) e encantamento (principalmente depois de ter dado de cara com a Piazza San Marco, até hoje nao esqueço aquela visao).
    Ja me perdi em Veneza e conheci muitas pracinhas e igrejas lindas, mas acabo ficando sempre na area mais turistica. Um passeio que vale a pena é a volta nas tres ilhas (Murano, Burano e Torcello), de preferencia durante a primavera e verao porque o dia é mais comprido.
    Veneza é mesmo cheia de turistas e no Carnaval é praticamente impossivel andar tranquilo, principalmente à tarde. Vale a pena ir nessa época para ver em cada canto uma fantasia mais bonita ou criativa que a outra.
    Espero que tenham aproveitado a viagem e que voltem mais vezes.
    Beijos

  2. Oi Ju,
    Obrigada mais uma vez por sua mensagem deliciosa. Eu ainda tenho vontade de visitar Veneza durante o carnaval, mas vou esperar a Gaia crescer um pouquinho. Por enquanto fujo um pouco das multidões.
    Suas sugestões são sempre ótimas, quem sabe na primavera dou uma passadinha nas ilhas… bjos!
    Babi

  3. Olá Barbara,

    são usadas moedas para pagar os pedágios na Itália, sabe me dizer como posso trocar dinheiro em papel por moedas ? É Fácil ? Onde ?
    Tenho celular quadri-band no Brasil (samsung GT-S6102) é viável comprar CHIP pré-pago para usar a 3G internet na Italia ? Onde posso consultar os preços e onde posso comprar ?

    Parabéns pelas dicas e artigos.
    Obrigado,

  4. OI Marcos, tudo bem?
    Você pode trocar papel moeda por moedas em bancos ou simplesmente indo ao bar e comprando um cafe (1 euro em pé, no balcão).
    De qualquer modo, os pedágios também aceitam cartão de crédito.

    Sobre o celular, cheque as ofertas da TIM (www.tim.it), Vodafone (www.vodafone.it), 3 (tre.it) e WInd (www.wind.it), as principais operadoras de telefonia móvel da Italia. Talvez a TIM seja a mais indicada para o seu caso.

    Obrigada e abraços!

    BArbara

  5. Olá! Barbar!
    Estou indo pela primeira vez à Itália. Estarei aí em 22 de março até 04 abril. Dicas por favor de roupas e calçados, pois morro no sul do Brasil,
    RS, aqui a temperatura é baixa, mas gostaria de dicas, o tempo é seco ou chuvoso?

  6. Oi Sonia, tudo bem?
    Na Italia em geral chove muito no outono, inverno e primavera e é seco no verão.
    Aqui em março ainda faz frio, provavelmente como no inverno aí no Brasil: de dia, se tiver sol a temperatura pode chegar nos 22 graus, mas à noite também não é difícil que fique abaixo dos 10 graus.
    Traga uma boa bota de couro impermeável e confortável que você pode usar em diversas situações, seja de dia como à noite. E para a parte de cima um pouco de tudo: manga curta, malhinhas e um casacão.
    Sapatos mais delicados servirão apenas se vc tiver planos de ir a festas ou jantares especiais.
    Boa viagem e qualquer dúvida é só perguntar,
    Abs
    Barbara

    PS. a italiana média aqui veste um jeans bacana, uma malhinha, um terninho e um sobretudo com uma bota sem salto. Isso porque em geral o centro das cidades historicas sao um desafio para saltos!

  7. Olá Barbara!
    Vou a veneza na segunda metade de abril. Estou em dúvida se compro o tour pelas ilhas Murano, Burano e Torcello aqui no Brasil pela agência ou se compro quando chegar em Veneza. O que vc me aconselha?
    Bjss
    Rita

  8. Oi Bárbara!
    Vou a Veneza na primeira quinzena de junho e queria uma dica sua de hotel em Veneza.Me disseram que compensa ficar em Mestre mas percebi que essa não é sua opinião,talvez não compense se pensarmos gastos com transportes e tempo. O que vc acha?
    Mais uma coisa:de Veneza vou para Viena.Compensa ir de trem ou avião, levando-se novamente em conta gastos e tempo?

    Será que é possível comprar as passagens Veneza Viena,em Veneza mesmo, ou é mto procurado?

    Grande abraço e obrigada desde já!
    IARA bastos

  9. Oi Iara,
    Eu não me hospedaria em Mestre, acho que o charme de estar lá ao lado da Piazza San Marco é uma experiência que vale a pena. É verdade que julho é alta estação em Veneza e os preços estarão bem mais altos do que em novembro, quando estive lá pela última vez. Mesmo assim, não é todo dia que você vai a Veneza, não é mesmo?
    Eu estou para escrever um artigo exatamente sobre hospedagem em Veneza, deve entrar na próxima semana. Aguarde!

    Sobre Veneza – Viena… eu admito que morro de vontade de fazer uma viagem de trem de até Viena, mas ainda não tive essa oportunidade. O que posso te dizer é que não é que Viena seja exatamente logo ali, você vai passar praticamente uma noite inteira, ou um dia inteiro dentro do trem, precisa ver direitinho os horários. E ir de trem só tem o seu charme, na minha opinião, se você for em uma cabine só você e quem te acompanha, porque ficar espremido em uma poltrona por horas e horas não deve ser assim tão bacana.
    De avião, o vôo não deve durar mais do que uma hora, uma hora e meia e certamente você poderá encontrar alguma oferta low cost se comprar com antecedência.

    Seja de trem ou de avião, eu compraria a passagem com antecedência. Agora de trem, com cabine, não sei se dá para comprar online. Dá uma checadinha no site da trenitalia.it 🙂

    Abs

    Barbara

  10. Oi Bárbara, tudo bem?!
    Parabéns pelo blog, adorei!
    Irei para Itália na segunda quinzena de março/2014, pretendo ir à região da Toscana,à Veneza e Verona, no entanto estou programando de ficar hospedada em Florença e Verona. Voce acho que é possível fazer “um bate e volta” de Verona para Veneza?
    Obrigada,
    Bárbara

  11. Adorei as dicas, vamos viajar agora dia 18 de setembro e voltamos dia 02 de outubro. Tenho dúvidas o que levar para vestir, não sei bem certo a temperatura. Vamos Roma, Veneza, Capri, Nápoles, Assis, Aosta, Ravena , Lucerna e Lisboa.Meu guarda roupa básico, jeans, blusas, camisetas e legging. Devo levar um casaco mais pesado? Sapatos, tênis, sapatenis e sapatilha para a noite. Não quero levar bota tenho problemas no joelho.
    Obrigada, aguardo suas dicas

  12. OI Leila, tudo bem?
    Que delícia passar o outono aqui na Itália. É uma época cheia de guloseimas típicas da estação. 🙂

    Sobre as temperaturas médias, dá uma olhada neste outro post:
    http://www.brasilnaitalia.net/2013/08/temperatura-media-das-principais-cidades-italianas.html

    Sobre as roupas, pode trazer um casaco mais pesado porque à noite costuma esfriar e mesmo de dia faz mais friozinho nas cidades mais ao norte (como Veneza, Aosta…)

    Um abraço e depois conta para a gente como foi a viagem!

    Barbara

  13. Olá Babi, estão sendo de grande utilidade suas dicas mas preciso de uma especifica…vamos nos hospedar no Hotel – Corte dei Greci 1 – 3 minutos da Piazza San Marco (conforme orientação do site do hotel). Mas como nunca fomos à Veneza estou na dúvida de como chegar ao hotel. Vamos estar viajando de carro e pelo o que pesquisei os estacionamentos em Mestre são mais baratos. Você concorda? Então…deixando o carro em Mestre como faço para chegar a este hotel que fica próximo a Piazza San Marco? Se puder me ajudar eu agradeço!!

  14. Barbara, agradeço pelas dicas em Veneza. Vou para Veneza no final de Novenbro, nessa época elé frio e chove muito?
    Vou ficar em Mestre. Na sua opinião você acha que devo mudar a minha estadia para mais pro centro de Veneza?! Tem transporte público até Mestre? Pelo Venezia Única poderei usufruir desse transporte?! Obrigada.

  15. Oi Priscilla,
    Novembro teoricamente é um mês de chuva e maré alta, mas este ano o outono está mais quente do que o normal. Sobre a estadia, eu particularmente acho mais legal ficar no coração de Veneza, já que essa é uma experiência única, acordar, passear entre os canais, sem depender de transporte público. Dei algumas dicas aqui: http://www.brasilnaitalia.net/2013/05/hoteis-em-veneza-dicas-de-onde-se-hospedar.html
    Boa viagem e depois conta como foi!
    Abs
    Barbara

DEIXE UMA RESPOSTA