Este post faz parte da Blogagem Coletiva de Gastronomia Italiana, a qual é promovida por blogueiras brasileiras residentes na Itália que durante as sextas-feiras de outubro vão publicar uma série de textos sobre especialidades da cozinha italiana.

Uma das melhores razões para viajar para a Itália é, sem dúvida nenhuma, os pratos típicos deliciosos de cada território. Aqui não apenas cada estado tem uma gastronomia regional típica, mas às vezes os hábitos gastronômicos mudam de cidade para cidade. Basta percorrer poucos quilômetros e os pratos já mudam de nome, ou são realizados de uma maneira um pouquinho diferente. Ou seja, você não vai se cansar de viajar e experimentar.

Hoje vou apresentar para vocês uma das minhas entradas (ou em italiano antipasti) favoritas: Coccoli. Passei meses na Itália ignorando essa delícia do cardápio até que, muitos anos atrás, um dia saí para almoçar com um grupo de amigos fiorentinos que simplesmente me fizeram amar esse prato.

Coccoli: a evolução dos hábitos dos fiorentinos

entradas_toscana

“Coccoli” é o imperativo do verbo italiano “coccolare”, ou seja, “mimar”. Não será a toa que este foi o nome dado para uma massa frita em forma de bolinhas que os fiorentinos costumavam comer como petiscos durante os anos 1950.

Após a Segunda Guerra Mundial, no centro de Florença pipocavam as chamadas  “frigittoria” (que hoje praticamente não existem mais) onde os fiorentinos faziam uma paradinha básica para comprar polenta frita, rosquinhas, ou “coccoli”.

Hoje é possível encontrar as deliciosas bolinhas fritas em boa parte dos restaurantes de Florença e da Toscana. Em geral o prato é servido acompanhado de presunto cru e um queijo fresco macio chamado “Stracchino”.  Um prazer de sabores, um verdadeiro mimo para começar a comilança. De preferência tomando um delicioso copo de vinho tinto toscano.

Fica a dica! Quando você tiver o prazer de entrar em um restaurante fiorentino, não deixe de conferir se no cardápio tem “coccoli” e experimente!

blogagem_coletiva_gastronomia

Visite os outros blogs que participam da blogagem coletiva e descubra as delícias da Itália:

http://www.milaonasmaos.it
http://passeiosnatoscana.com
http://turismoemroma.com
http://www.viagemitalia.com

16 COMENTÁRIOS

  1. Babi, amei a dica!!! Estou preparando um post sobre cpomidas típicas da Toscana e vou colocar mais essa entrada por lá!
    E janeiro estarei por aí e espero conseguir provar essa delícia!
    bjs
    Dani Bispo

  2. Oi Dani, tudo bem?

    Sabe que quando escrevi este post lembrei de você? Experimenta sim e aproveita para provar tantas outras delícias. Quem sabe você acaba me dando uma dica nova de algum lugar bacana que eu ainda não conheço?
    Um beijo para você,

    Babi

  3. Ahhhh que legal!!! Vou experimentar tudo que puder! Estou fazendo até uma dieta pré viagem para poder engordar tudo na Itália kkk
    bjs

  4. @Dani
    E por falar em dieta, e aquelas esfihas do seu blog.. hum! Sabe há quanto tempo eu não como uma esfiha? Mínimo mínimo 3 anos… Quando for ao Brasil vou passar um dia inteiro só comendo kibe e esfiha.. rs!

    @Lu
    Experimenta sim, espero que goste. 🙂

    Um abraço meninas!

  5. Não conhecia essa entrada… adorei!
    Vou ter que provar na próxima vez que passar pro ai.
    Abs
    Mage

  6. Aqui em Torino, comemos essa “massinha frita” numa versao um pouco diferente, e se chamam: Chiacchiere
    Normalmente sao mais longuinhas como um Grissino e enroladinhas (ou nao) no Lardo ou Prosciutto crudo. Servidos com Burrata ou mozzarella.
    E é assim, voce nao consegue comer um so, ne?? Deliciosoooosss!

  7. Gnam… como amo fritura, vou ter que comer essa delícia na próxima vez que eu for à Toscana 🙂

    Obrigada por compartilhar essa entrada com a gente 🙂

    Abraços,

    Maria

  8. The foot is considered dirty. Don’t ever sit with your feet pointed toward a Buddha figure, don’t step over someone or food if they are sitting on the ground and don’t ever point at something w/your foot. It’s unlucky to get your haircut on WeWdnsnay.dhistlieg at night might call a ghost to you.  ken

DEIXE UMA RESPOSTA