Uma das experiências mais marcantes que tive na Sicília foi visitar o arquipélago das Ilhas Eólias, em especial, a ilha de Vulcano. Foi lá que tive o prazer de subir pela primeira vez no alto de um vulcão de verdade! Peguei um sol nas praias de areia escura típicas da ilha, nadei nas suas águas límpidas e fiz até um banho em uma espécie de lama especial que fazia bem para a pele. Um lugar incrível que vale a pena considerar incluir no seu roteiro de viagem de verão na Itália.

Vista panorâmica do alto do vulcão de Vulcano
Vista panorâmica do alto do vulcão de Vulcano

A ilha de Vulcano pode ser visitada por todos os tipos de viajante: seja para aqueles que preferem viagens confortáveis como para quem gosta de viagens de aventura.

Você chega pode chegar em Vulcano com uma balsa saindo de Milazzo: confira horários e preços aqui.

Onde se hospedar em Vulcano

Quando estive em Vulcano, em julho de 2007, estava na minha fase aventura: namorava meu atual marido há pouco mais de um ano, decidimos acampar (foi a primeira vez que acampei na vida), alugamos uma vespinha para explorar a ilha e não tínhamos muito horário ou programa.

Aqui na Itália não é possível acampar em qualquer lugar, existem os famosos “campings” onde você paga para poder montar a sua barraca (existem banheiros coletivos e se quiser também existem quartos disponíveis). Nós ficamos no Togo Togo que estava em uma bela posição, única coisa: montamos a barraca embaixo de uma árvore paradisíaca… Pela manhã, o barulho de chuva… estávamos embaixo de um ninho de passarinhos que acordaram fazendo cocô na nossa barraca. rs! Foi uma emoção!

Vulcano, uma das Ilhas Eólias
Vulcano, uma das Ilhas Eólias

Para quem gosta do máximo do conforto eu sugiro o Therasia Resort Sea and Spa. Nós estivemos lá uma tarde para curtir a piscina e a entrada ao mar do hotel e o lugar era realmente muito bem cuidado.

E claro, existem muitas opções intermediárias de hotéis em Vulcano. Com certeza você acha um que se enquadra no seu espírito de viagem e no seu bolso!

O que fazer em Vulcano

Subir no alto do vulcão de Vulcano

A primeira coisa que você deve saber se tem a intenção de subir o chamado  “Gran Cratere di Vulcano” ou “Fossa di Vulcano” é que você não precisa ser um super atleta: basta ter pique para fazer uma caminhada em subida que leva pouco menos de uma hora. O passeio é realmente tranquilo e o panorama lá do alto é incrível.

vulcano9
um grupo de pessoas que também fez a subida ao “Gran Cratere” de Vulcano em um final de tarde de julho

Se você viaja entre junho e agosto, período de alto verão na Sicília, é recomendável que faça o passeio no comecinho da manhã ou no final do dia, pouco antes do pôr do sol. A subida a pé até que é tranquila, mas o sol ao meio dia não é não! Além disso, chapéu e protetor são sempre recomendáveis, assim como sapatos confortáveis e frescos.

Prepare o seu nariz: uma das coisas que lembro nitidamente é do cheiro de enxofre aumentando à medida que subíamos. De vez enquando nos deparávemos com fumaça saindo do chão e lá no alto do cratere ela ficou ainda mais nítida, como você pode ver na foto abaixo.

 

vulcano10
No alto do vulcão, em Vulcano

Admito que esperava chegar lá no alto e ver um buraco cheio de lava vermelhinha, obviamente não saindo para fora como neste vídeo do Etna em atividade, mas enfim, queria ver de perto a tal da lava. Mas não foi o que aconteceu. Tinha só um buraco com um pouco de terra, onde alguém inclusive tinha feito desenhos e escrito alguma coisa! Eu preferi não descer até lá, vai saber né…

O Gran Cratere de Vulcano tem aproximadamente 90.000 anos e ainda é um vulcão ativo, embora a última erupção, que foi bastante devastadora, tenha acontecido há mais de um século, mais precisamente entre agosto de 1888 e março de 1890. Na época quase todos os habitantes foram obrigados a deixar a ilha.

vulcano12
apreciando a vista lá do alto

A subida ao Gran Cratere é uma experiência única e que vale super a pena. Afinal, quantas vezes na vida você terá a oportunidade de subir no alto de um vulcão?

O banho de lama

Imagine uma grande piscina cheia de… lama quente, ao lado do mar e a céu aberto. O buraco na verdade foi aberto pelo homem, mas para explorar a água quente que já se encontrava no local. Um material rico de enxofre, sais minerais e uma radioatividade natural.  Quando estive lá encontrei uma senhora que tinha vindo passar 15 dias na ilha de Vulcano apenas para fazer banhos diárias nesta lama especial, em busca da cura terapêutica oferecida pela natureza. Vale a pena experimentar uma vez na vida, mas não esqueça de entrar com o biquini mais velho que você tiver… o cheiro do enxofre custa a sair (sabe aquele cheiro de ovo podre? ele mesmo!).

vulcano5

As praias de Vulcano

Uma das características das praias de vulcano é que a areia da praia não é clarinha e nem mesmo amarelada: é preta. Muito fina, mas preta. Como é o caso da Spiaggia dell’Asino, onde você pode chegar via mar, de vespinha alugada (nosso caso) ou de ônibus.

A Spiaggia dell'Asino vista do alto
A Spiaggia dell’Asino vista do alto
uma das praias de areia escura
Spiaggia dell’Asino: uma das praias de areia escura

As belezas da ilha de Vulcano

Se você encara duas rodas numa boa, vale muito a pena alugar uma vespa. O preço é baratíssimo se comparado com outras localidades da Itália, como Florença por exemplo, ou mesmo a ilha de Elba na Toscana. Você poderá passear por toda a ilha e descobrir suas belezas e encantos escondidos, sem depender de ninguém. Nós fomos em busca do pôr do sol perfeito…

pôr do sol panorâmico visto de Vulcano
pôr do sol panorâmico visto de Vulcano

No centro da cidade não faltam lojinhas onde você pode comprar seja souvenirs como artigos de grande necessidade. Eu comprei por exemplo um sapatinho de plástico para caminhar sobre as pedras dentro do mar porque as Havaianas não estavam se saindo muito bem. Destaco também as cerâmicas com as famosas frases de efeito sicilianas, como por exemplo no quadro abaixo “Il denaro fa l’uomo ricco, l’educazione lo fa Signore” (tradução:O dinheiro faz um homem ficar rico, a boa educação faz dele um homem de respeito”). Na época eram bem baratinhos, custavam 4 euros.

as cerâmicas com mensagem típicas da Sicília
as cerâmicas com mensagem típicas da Sicília

Também vale a pena passear a pé pela ilha. Você vai descobrir paisagens lindas, cantinhos floridos, uma natureza colorida. Uma verdadeira ode ao verão…

pelo caminho, muitas flores
pelo caminho, muitas flores

vulcano6

Olha eu aí embaixo, fazendo super estilo mochileira, durante um verão aventura explorando as Ilhas Eólias. Foi a primeira e última vez acampando, mas hoje me lembro com um delicioso sorriso no rosto!

Eu em versão aventura
Eu em versão aventura

Todas as fotos deste artigo são de autoria de Barbara Bueno.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA