Uma das etapas preferidas dos viajantes brasileiros na Itália é, sem dúvida nenhuma, a cidade de Assis, no estado da Umbria. Embora a cidade possua diversos museus e atrações como por exemplo o Templo de Minerva, a Rocca Maggiore (uma antiga fortaleza) e até um Museu dos Índios da Amazônia (o MUMA), todo mundo vai a Assis para ver mesmo a Basílica de São Francisco, onde estão enterrados os ossos do homem que fez voto de pobreza e foi considerado santo.

Assis fica praticamente no meio do caminho entre Roma e Florença, por isso pode ser interessante visitá-la quando você estiver indo de uma para outra. Mas também é possível dormir na cidade: existem diversos hotéis em Assis seja no centro e como em agroturismos rodeados pelo verde nos arredores. Outra idéia bacana pode ser se hospedar no interior da Toscana, perto de vilarejos charmosos como Cortona ou Pienza.

Quer fazer um bate volta saindo de Roma? Aqui dica de tour em Assis com motorista que fala português!

Uma breve história sobre a vida de São Francisco

Cimabue_Saint_Francis_FragmentNascido em 1182 e proclamado santo pela Igreja Católica em 1228 (dois anos após sua morte), Francisco era o filho de um rico comerciante. Os primeiros anos de sua juventude foram marcados por todo conforto, luxo, segurança e prestígio proporcionado pelo dinheiro paterno. Aos dezoito anos combatia em uma guerra contra os peruginos que o capturaram e o mantiveram prisioneiro por um ano.

A partir dos 23 anos iniciam os primeiros sintomas daquela longa crise espiritual que o levaria a viver uma vida de renúncias, que depois seria transformada no programa franciscano. Nessa época ele abandonou definitivamente as armas para abraçar a milícia de Cristo, as palavras do Crucifixo de S. Damião, que lhe pede para reparar a sua igreja; a renúncia aos bens paternos e a resolução de se dedicar a uma vida de absoluta pobreza que lhe era sugerida pelo Evangelho.

A Basílica de São Francisco

A Basílica de São Francisco é na verdade composta por duas igrejas: a inferior (1228-1230), a superior (1230-1253) e uma cripta, escavada em 1818, com a tumba do Santo.

Faça uma excursão em grupo até Assis saindo de Roma ou de Florença um passeio de 1 dia que cabe no seu bolso!

A entrada da igreja inferior fica na Piazza Inferiore, separada por um pórtico do século XV. A igreja foi decorada pelos maiores pintores dos séculos XIII e XIV como Cimabue, Giotto, os Lorenzetti, Simone Martini. Os vitrais são de giovanni di Bonino e Puccio Campanna.

assis_3
Vista noturna da Piazza Inferiore di San Francesco em Assis

A urna com os restos mortais do santo encontra-se na cripta escavada entre 1818 e 1824 e foi construída pelo arquiteto Giuseppe Brizzi em forma neo-classica e, porteriormente restaurada no mesmo estilo pelo arquiteto Ugo Tarchi.

Existe uma webcam que mostra a tumba de São Francisco em tempo real: confira aqui.

Horários da Basília de S. Francisco

  • Abertura da Basílica Inferior e Tumba – diariamente das 6:00 às 18:00
  • Abertura da Basílica Superior – diariamente das 8:30 às 18:00
  • Missas domingos e feriados na Basílica Inferior: às 7:30, 9:00, 10:30, 12:00,  17:00, 18:30
  • Missas dias da semana na Basílica Inferior: 7:15, 11:00, 17:00

Atenção: os horários podem variar, sugerimos confirmar antes por telefone (+39) 075.819001 ou no site oficial da Basílica.

Como chegar em Assis

Existem diversas maneiras de ir até Assis, provavelmente a mais confortável é de carro. Mas vamos aos detalhes…

assis_1

De carro

Para quem vem do norte (exemplo Florença, Bolonha, Milão): pegar a Autostrada A1 em direção sul (Roma) e sair em Valdichiana. Percorrer a superstrada SS75bis nos arredores do lago Trasimeno, superar Perugia e na altura da Ponte San Giovanni prosseguir em direção a Assis, seguindo pela SS75. Sair em Santa Maria degli Angeli e continuar em direção ao centro de Assis. .

Para quem vem do sul (exemplo Roma, Nápoles): pegar a Autostrada A1 em direção ao norte (Firenze) e sair em Orte. Continuar pela SS204 em direção a Terni e, em seguida, pela E45 até Perugia. Ao chegar em Perugia, sair da E45 nos arredores de Collestrada, e seguir as indicações para Assis pela SS75. Sair em Santa Maria degli Angeli e continuar em direção ao centro de Assis.

Para quem vem do litoral adriático: pegar a A14 até a saída de Cesena e entrar na superstrada E45. Passando nos arredores da Cidade de Castello, você chega ao bívio para Collestrada. Sair da E45 e pegar a SS75. Sair em Santa Maria degli Angeli e continuar em direção ao centro de Assis.

Tempo médio de carro de:

  • Ancona- Assis:  2 horas e 10 minutos (143 km)
  • Florença – Assis: 1 hora e 50 minutos (170 km)
  • Roma – Assis: 2 horas e 20 minutos (196 km)
  • Nápoles – Assis: 3 horas e 50 minutos (385 km)
  • Milão – Assis: 4 horas e 40 minutos (473 km)

Sugestão pessoal: para quem está de carro, vale a pena visitar cidadezinhas nos arredores como Perugia (Umbria), Cortona (Toscana), Montepulciano (Toscana), Chianciano Terme(Toscana), Pienza (Toscana)…

De trem

assis_4A melhor opção é conferir os horários e opções de trens online. A novidade recente é que agora existem os trens do tipo “Regionale Veloce” que vão diretamente de Florença ou Roma até Assis: eles são mais rápidos e mais baratos do que as antigas opções, que necessitavam de diversas baldeações, trocando uma ou duas vezes de trem.

Só para dar uma idéia, com um Regionale Veloce de Florença você leva aproximadamente 2 horas e 40 minutos e desembolsa 15 euros,  já de Roma são 2 horas e a passagem sai por 10 euros.

Vale lembrar que a estação de trens de Assis não é exatamente ao lado da Basílica de São Francisco: são cerca 3 km de distância e você vai levar uns 40 minutos caminhando, ok? Em alternativa existem táxis na porta da estação (o número de telefone de táxis 24 horas em Assis é +39 075.813100 e o site da companhia de táxis é www.radiotaxiassisi.it )

De ônibus

Existem ônibus da companhia Sulga para ir até Assis a partir de cidades como Roma ou Florença. Para informações, existe um número de telefone gratuito da Itália: 800.099.661. Consulte os horários diretamente no site oficial, alguns exemplos mais procurados:

Minha passagem por Assis em 2009
Minha passagem por Assis em 2009

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA