Ele atravessou guerras, disputas, demolições, reconstruções, restaurações e obras de embelezamento e hoje é uma das atrações imperdíveis de Milão. O Castello Sforzesco, assim como a famosa catedral de Milão (o “duomo”), é um dos monumentos mais amados pelos milaneses, um símbolo do poder exercitado pelos Senhores de Milão ou pelos conquistadores estrangeiros.

castello-sforzesco-milao

O nome do castelo é uma referência a Francesco Sforza, que no século XV decidiu reconstruí-lo. Mas na verdade a sua origem é ainda mais antiga: sua base começou a ser construída na segunda metade do século XIV por vontade de galeazzo II Visconti. A partir do século XX, o Castello Sforzesco se transformou em um lugar símbolo da cultura, destinado a guardar as obras de arte locais.

milano07
Visitando o castelo em um delicioso dia de sol e céu azul

Visitando o Castelo de Milão

A primeira coisa que você deve saber é que o castelo fica em pleno centro de Milão, é uma área ideal para um passeio a pé, especialmente em belos dias de sol. Ao redor do castelo existe um parque, o Parco Sempione, um oásis verde no centro histórico da cidade. É aqui que os milaneses vem fazer uma caminhada ou passear de bicicleta, ou quem sabe simplesmente trazer as crianças para respirar um pouco à céu aberto. Se essa for a idéia, não esqueça de vestir um par de sapatos confortáveis (afinal ir ao parque de salto alto não tem nada a ver, né?)

milano08
Nos arredores do Castello Sforzesco: um oásis verde
milano09
Enquanto uns correm ou andam de bicicleta, outros descansam…

Sua visita pode continuar atravessando o pátio do castelo e apreciando sua arquitetura externa ou visitando o interior onde estão os diversos museus como por exemplo o Museu de Arte Antiga, a Pinacoteca, o Museu dos Móveis e Esculturas, o Museu dos Instrumentos Musicais, Museu Egípcio entre mais alguns outros que você pode conferir diretamente no site oficial do Castello Sforzesco (onde encontrará uma visita virtual).

Se você prefere tudo explicadinho nos mínimos detalhes, a melhor opção é contratar um guia de turismo que fale português. Assim você não apenas conhecerá em pouco tempo a história (interessantíssima) do castelo, mas também a história da cidade de Milão!

milano04
Os detalhes das paredes do Castello Sforzesco

O castelo de Milão passou por dez fases diferentes: teve a fundação da época viscontea, a demolição, uma nova reconstrução, o período de residência da corte da época, a dominação francesa, a fortificação espanhola, a dominação austríaca, a conquista napoleônica, a restauração austríaca e uma nova restauração após a União da Itália.

milano05

Para quem gosta de arte, vale a pena visitar por exemplo as salas com afrescos de Leonardo Da Vinci  ou a Pietà Rondanini de Michelangelo Buonarroti.

milano01

milano03

milano06

Informações práticas

Horários do castelo:
de segunda à domingo
7.00-18.00 (inverno) | 7.00-19.00 (verão)

Preços:
Entrada gratuita (excluídos os Museus do Castelo)

Horários dos museus:
de terça à domingo
9.00 – 17.30 (entrada permitida até às 17.00)
bilheteria: tel. (+39) 02.88463703

Fecha sempre às segundas e feriados de 25 de dezembro, 1º de janeiro, 1º de maio e segunda-feira de Páscoa (aqui na Itália o feriado é na segunda após o domingo de Páscoa e não na sexta-feira!).

Como chegar:
Usando as linhas de transporte público:
MM1 (paradas Cadorna e Cairoli), MM2 (paradas Cadorna e Lanza)
ônibus 18,50,37,58,61,94
tram 1,2,4,12,14,19

Telefone para informações: (+39) 02.88463700

Hospedagem em Milão

Se você está procurando dicas de onde ficar, confira nossas dicas de 10 hotéis em Milão que valem a pena.

milano_02
Eu, durante uma de minhas visitas no outono

Você já visitou o Castello Sforzesco? Conta pra gente sua experiência!

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA