Na semana passada, o Twitter foi invadido com posts sobre diversos museus italianos e europeus (demos a dica aqui). Era difícil acompanhar as atualizações da hashtag #MuseumWeek já que elas eram tão rápidas e frequentes que mal dava tempo de ler os 140 caracteres. Nesse mar de informação, fui peneirando as dicas mais bacanas e curiosas relacionadas a atrações  que ainda não tive o prazer de conhecer na Itália, mas que estão na minha listinha de “quero conhecer ao vivo”.

Por que apenas 4 museus? Porque embora a iniciativa da #MuseumWeek seja fantástica e ajude a promover a cultura na Itália e na Europa, a verdade é que encontrei poucos tweets que me fizessem ter vontade de organizar uma viagem só para visitar algo diferente em um museu. Foi fácil achar os primeiros 4 museus que me deram vontade de comprar uma passagem para amanhã, mas o quinto… quem sabe você, que está lendo este post, poderá me sugerir…

Ah, as fotos foram tiradas dos sites oficiais e desta vez não são de minha autoria. Confira abaixo a minha lista:

1. MAV – Museo Archeologico Virtuale

No MAV você pode assistir a erupção do Vesuvio de 79 d.C
No MAV você pode assistir a erupção do Vesuvio de 79 d.C

Já pensou se fosse possível assistir ao vivo a espetacular erupção do vulcão Vesúvio de 79 d.C, aquela que destruiu as cidades de Pompéia e Herculano? Pois bem, o MAV montou uma instalação usando o conceito de teatro virtual 3D onde você poderá assistir a uma reconstrução da erupção, com efeitos sonoros, tremores, luzes piscando. A projeção dura 15 minutos e o interessante é que não se trata de uma simples tela de cinema 3D, aqui você terá a sensação de estar dentro da cena graças a tecnologia de ponta com uma tela de 26 metros montada em 240º. A primeira coisa do gênero na Itália. Pelo menos é o que promete o site oficial do MAV.  Tudo isso a poucos passos das escavações de Herculano, uma ótima idéia para o itinerário de quem visita por exemplo Nápoles ou Costa Amalfitana.  Eu fiquei com vontade, e você?

2. Museo Egizio di Torino


Para quem como eu, adora mistérios e antiguidade, não dá para não ter curiosidade em conhecer o museu egípcio mais antigo do mundo, fundado em 1824. Quem diria que ele fica na Itália: mais precisamente na cidade de Torino, considerada o berço da “egitologia”. Embora já tenha visitado diversos museus egípcios e mostras pelo mundo, o Museu Egípcio de Torino está na lista dos lugares que ainda quero conhecer e a vontade ficou ainda maior depois da #MuseumWeek e o tweet de Italia.it . Ele é considerado o segundo museu egípcio mais importante do mundo: em primeiro lugar está aquele de Cairo. No início de 2015 o museu estará de cara nova: neste momento ele passa por uma grande reforma, mas continua sempre aberto ao público.

3. Muse – Museo delle Scienze

muse-trento

Na Itália também existem construções modernas e inovação, mesmo quando o assunto é museu. Esse é o caso por exemplo do MUSE, Museu das Ciências na cidade de Trento (estado: Trentino Alto Adige). Projetado pelo famoso arquiteto italiano Renzo Piano, que recriou na construção as formas montanhosas do território, o MuSe é um espaço para estudar as relações entre homem e ambiente. Se pudesse usar apenas algumas palavras-chave (ou tags) para descrevê-lo elas seriam: 3D, clima, educação ambienal, sociedade, green economy, ciência, pedagogia e pensamento global. Um lugar para estimular a mente, explorar, viver experiências. Só para dar uma idéia no penúltimo dia de  #MuseumWeek o Muse foi sede de um evento sobre o Arduino Day. Assim que minha filha crescer um pouquinho, vou levá-la ao MuSe para explorar e descobrir coisas interessantes e espero que ela se divirta tanto quanto a menina da foto abaixo:


 

4. MAXXI – Museo Nazionale delle Arti del XXI Secolo

Existe espaço na Itália para a arte contemporânea? Um país famoso em todo o mundo pela arte e cultura que influenciaram o mundo, o que tem feito de bom nos últimos anos? O MAXXI, em Roma, nasce para ser não apenas uma sede de obras de arte no nosso século, mas também lugar de inovação cultural e sobreposições de linguagens, laboratório de experimentos artísticos, máquina para a produção de conteúdos do nosso tempo. E como o próprio site do museu explica, a arte é comunicação. E deve ser mesmo, porque o MAXXI é um dos museus italianos com maior quantidade de seguidores no Twitter. Ainda não tive o prazer de conhecê-lo ao vivo e já que em Florença não existe mais a EX3, um espaço de arte contemporânea que fechou poucos anos após sua inauguração, espero poder visitar o MAXXI em breve… Temos que prestigiar e cultivar a arte hoje, afinal amanhã pode ser tarde demais, né?

Você conhece algum dos museus mencionados? Tem alguma dica para compartilhar com a gente?

Blogagem Coletiva RBBV

Este artigo faz parte da Blogagem Coletiva organizada pela RBBV (Rede Brasileira de Blogs de Viagem) e abaixo você encontra uma lista de blogs que também participam:

Europa

Londres | London, Sô! – Museus mais visitados de Londres (e gratuitos!)

Londres | Segredos de Londres – Tate Modern: meu museu preferido em Londres

Espanha, Barcelona | Sol de Barcelona – Museu de Historia de Barcelona

França, Paris | O que Vi do Mundo – Museu Carnavalet

França, Amboise | Direto de Paris – Castelo de Amboise

Itália, várias | Brasil na Itália – MAV, Museo Egizio di Torino, Muse, MAXXI

Itália, Florença | Passeios na Toscana – 3 museus em Florença

Áustria, Viena | Cantinho de Ná – Museu de Historia Natural

Croácia, Zagreb | Viaje com Pedro – Museum of Broken Relationships

Berlim, Alemanha | A Fragata Surprise – vários

Américas

Brasil, São Francisco do Sul | Vida de Turista – Museu do Mar

Brasil, Rio de Janeiro | Coleção – Museu Nacional de Belas Artes

Brasil, Sao Paulo | Gosto e Pronto – MASP

Canadá, Vancouver | Outside Brazil – Museum of Anthropology

Colômbia, Bogotá | Felipe, o Pequeno Viajante – Museu Botero

EUA, Washington DC | Já Fomos – Museu de História Natural

Brasil e mundo | Do RS para o mundo – vários

21 COMENTÁRIOS

  1. Oi Barbara,
    Já estive duas vezes no museu egípcio de Torino, a primeira em 2005 e a última em agosto do ano passado, então imagine o quanto eu adore aquele museu. Como ele estava em reforma, muitas múmias estavam no depósito e não podiam ser vistas. Mesmo assim é sempre fascinante visitá-lo, principalmente para quem ama a história como eu.

    Bjos,

    Patricia

  2. Oi Patricia,
    Bom saber, se você foi duas vezes é porque vale a pena… Vou ver se programo uma viagem quando o museu oficialmente inaugurar em versão nova.
    Um abraço para você. Aliás, já fez o primeiro banho de mar do ano?
    beijos
    Barbara

  3. Oi Bárbara,
    Finalmente cheguei aqui 🙂
    Já estive no Museo Egizio de Torino e adorei! Achei só um pouco antiguinho, mas depois da reforma imagino que vá ficar incrível. O prédio do museu também é lindo.
    Quero conhecer os outros 3, especialmente o MAXXI já que sou fã de arte moderna.

    Perguntinha: você pegou a lista de blogs da blogagem coletiva do Segredos de Londres? Porque o layout da listinha tá igual, mas o Segredos de Londres ficou de fora 🙁

    Abraço,
    Deb

  4. OI Deb, tudo bem?
    Obrigada por me avisar, acabei de adicionar o link para o seu post aqui! Espero não ter esquecido mais ninguém… 🙂
    E bom saber sobre o Museu Egípcio, mais um motivo para esperar a inauguração após a reforma.
    Um abraço e até mais,
    Barbara

  5. Oi Barbara,
    No final somos 15 na blogagem coletiva. Teve gente que postou um pouco depois, ou que colocou o link fora da lista… enfim, a lista lá do blog está atualizada (mas não tem o meu, que não listei 🙂 )

    Se você for a Torino antes de 2015, recomendo fortemente o Museo del Cinema. Para mim é o campeão.
    Abraço,
    Deb

  6. Oi Deb,
    Atualizei os links novamente, obrigada por me avisar. 🙂

    E bom saber do Museo del Cinema. Na verdade preciso explorar bem Torino, sempre estive de passagem. Assim que a vida tranquilizar um pouco, vou ver se consigo organizar uma viagem relaxante por lá com direito a muito museu, boa comida e boa bebida.

    Até mais,

    Barbara

DEIXE UMA RESPOSTA