A ilha de Capri é muito mais do que praias incríveis, drinks na Piazzetta e uma vista de tirar o fôlego. É também feita de lugares de arte e história que nos remetem ao período de piratas, visitantes ilustres e intelectuais. Foi pensando nisso que CapriOnline, Kaire Arte Capri e Capri Review decidiram criar um evento especial para aderir ao progeto “Invasioni Digitali” (Invasões Digitais).

Save the Date: 26/04/2014 às 9:30 #invasionidigitali

Prepare-se para invadir os lugares de cultura e arte de Capri. Guiados pelos profissionais da Kaire Arte Capri a invasão acontecerá na cidade de Anacapri: Villa San Michele e o Castelo de Barbarossa e também o Museu da Casa Rossa.

casarossa

 

Villa San Michele e o Castelo de Barbarossa

A Villa San Michele (séc. XIX) é um dos lugares mais conhecidos de Capri. Ela foi projetada e construída pelo médico e escritor sueco Axel Munthe que desejava criar um espaço suspenso entre o céu e o mar. Uma residência que pudesse transmitir paz e descanso para a alma e o espírito. E o resultado foi um sucesso: a arquitetura e natureza se integram perfeitamente. Um maravilhoso jardim ao lado da casa transmitem tranquilidade aos visitantes. Sem falar do incrível panorama da antiga capela de San Michele (que dá o nome à residência), de onde você poderá admirar o Golfo de Nápoles, o Vesúvio, Punta Campanella e o Monte Tibério.

O Castelo Barbarossa foi construído por volta do ano Mil, quando a ilha fazia parte do Ducato di Amalfi. Como o ninho de um gavião no  alto de uma rocha, a mais de 400 metros sobre o nível do mar, ele tinha uma vista privilegiada para o mar e a terra firme. No entanto, ele foi invadido, incendiado e destruído em 1535 pelo pirata otomano Khair al-Din Barbarossa. No início do século XX as ruínas do castelo foram compradas pelo doutor Munthe, que decidiu criar uma área de proteção para as aves migratórias que passavam por ali durante a viagem da África para a Europa. Hoje é de propriedade da Fondazione Axel Munthe-Villa San Michele, onde existe um centro de pesquisa ornitológica.

Sobre o evento: a visita acontecerá na Villa San Michele e seu jardim (considerado um dos 10 mais lindos da Itália), seguindo depois a estrada em subida em direção às ruínas do Castelo de Barbarossa, imersas na típica “mancha mediterrânea” típicas do litoral de Capri. Atenção: a visita ao castelo só será possível em caso de tempo bom!

Museu da Casa Rossa

A Casa Rossa fica no centro de Anacapri, ao longo da via Giuseppe Orlandi, a rua principal da cidade. Foi construída no final do século XIX pelo coronel americano John Clay MacKowen ao lado de uma antiga torre do final do século XV. Durante a sua realização ganhou repertos arqueológicos  da idade romana, muitos dos quais podem ser vistos no pátio de entrada. Em 2003 foi transformada em museu graças ao Comune di Anacapri (Prefeitura de Anacapri), que adquiriu uma coleção importante de quadros do século XIX chamada de “L’Isola Dipinta” (as pinturas da ilha), que oferece uma panorâmica das paisagens e ângulos de Capri, da forma como foram criados pelos vários artistas italianos e estrangeiros que passaram por Capri no final do século XIX.

Informações práticas para participar do evento

Ponto de encontro: entrada da Villa San Michele às 9:30

Como chegar: existem ônibus que partem do centro de Capri em direção a Marina Grande; descer na Piazza Vittoria, continuar à esquerda por aproximadamente 400 metros até o fim da escadaria no fundo da praça.

Confira também:

Custos: o ingresso para entrar na Villa San Michele custa 4 euros por pessoa em ocasião das Invasões Digitais; o ingresso ao Museu da Casa Rossa custa 2 euros por pessoa graças ao desconto para grupos.

Reservas: a entrada no Castelo de Barbarossa e no Museu da Casa Rossa é possível apenas para um máximo de 30 pessoas. Por esse motivo é necessário fazer a reserva online através de Evenbrite.

Faça a sua reserva:

http://www.eventbrite.com/e/invasione-digitale-ad-anacapri-tickets-11313114831

Sobre o progeto das Invasões Digitais

O projeto das Invasões Digitais (ou Invasioni Digitali em italiano) nasce com o objetivo de utilizar os novos instrumentos da revolução digital a fim de promover a cultura na Itália. Uma maneira inovadora para atrair participantes a novos projetos, interessantes, que valorizem o imenso patrimônio cultural italiano. Veja mais detalhes no site oficial das Invasões Digitais.

Confira o calendário com as próximas Invasões Digitais.

Confira também a versão original em italiano desta invasão digital.

Crédito fotos: divulgação

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA