Milão está se preparando para receber a maior feira de todos os tempos: a EXPO 2015. Um evento que espera atrair 20 milhões de visitantes, durante 184 dias (de 1º de maio de 2015 a 31 de outubro de 2015) em um espaço de mais de 1 milhão de metros quadrados! Cifras enormes. Grandes expectativas.

A feira não se limita a um único assunto. O tema é bastante amplo:  “Nutrir o Planeta, Energia para a Vida”. Os visitantes terão a oportunidade de fazer uma viagem através dos sabores e tradições dos povos da Terra. E que lugar melhor do que a Itália para se falar de gastronomia?

Obviamente o tema é muito mais abrangente do que uma série de receitas e comidas. A pretensão é de levantar discussões sobre educação alimentar, comida e recursos planetários.

A estrutura da EXPO Milão

Para realizar uma feira do porte da EXPO, um terreno de aproximadamente 1 milhão de metros quadrados em Milão está em obras. Mais precisamente na área noroeste de Milão, também abrangendo as cidades limítrofes de Rho, Baranzate, Bollate e Pero.

O canteiro de obras da EXPO 2015 em Milão
O canteiro de obras da EXPO 2015 em Milão

Alguns dos melhores arquitetos do mundo como Stefano Boeri, Ricky Burdett, Jacques Herzog, William Mc Donough e Joan Busquets trabalham no projeto de uma EXPO que promete entrar para a história.

Projeto do pavilhão do Brasil de Arthur Casas
Projeto do pavilhão do Brasil de Arthur Casas

Foi realizado um concurso para escolher o melhor projeto para a realização do pavilhão do Brasil (que na época noticiamos aqui) e o vencedor foi o Studio Arthur Casas do arquiteto Arthur de Mattos Casas.

O Pavilhão do Brasil na EXPO 2015 tem como tema a metáfora da rede – flexibilidade, fluidez e descentralização – para mostrar como o Brasil conquistou a primazia mundial na produção de alimentos.

O visitante poderá conhecer as possibilidades – em fase de estudo e de realização – para aumentar e diversificar a produção alimentar a fim de vir de encontro a demanda de comida do mundo inteiro usando tecnologias avançadas e de forma sustentável.

Como será o pavilhão Itália na EXPO de Milão
Projeto do pavilhão Itália na EXPO de Milão

Já o Pavilhão da Itália na EXPO 2015 é chamado de “Vivaio Italia” e pretende ser um espaço que ajuda projetos e talentos a germinar, oferecendo um terreno fértil, acolhendo e dando visibilidade para as energias jovens.

Como visitar a EXPO 2015

A EXPO de Milão estará aberta diariamente das 10:00 às 23:00.

Se você ainda não reservou seu hotel em Milão, dá uma olhadinha nessas 10 dicas de hotéis.

Como chegar na EXPO Milão

A EXPO Milano está sendo construída na saída das estradas A8-A9 Como-Varese-Milano e A4 Torino-Milano-Venezia.  Será acessível também pela linha 1 do metrô, pelo passante ferroviário e pelas ferrovias (leia o artigo sobre o novo trem de alta velocidade de Roma – Milão em apenas 2:30 horas). Além disso fica a menos de 1 hora dos aeroportos Milano Malpensa e Milano Linate e a uma hora do aeroporto Bergamo – Orio al Serio.

5 COMENTÁRIOS

  1. Moro em Lisboa a 12 anos, tenho Nacionalidade Italiana.
    Gostaria de saber, se puder me informar, como devo proceder para trabalhar neste evento?
    Desde já agradeço.
    Elaine Motta Piazza

  2. Olá Barbara, parabéns pelo seu post. Uma dica para quem quer comprar o ingresso sem pagar IOF, é solicitar diretamente com a TT Operadora http://www.expomilano2015.com.br, revendedora oficial no Brasil de ingresso para Expo Milão 2015. Por se tratar de uma empresa brasileira não existe a cobrança de IOF, já no site estrangeiro é obrigatório o pagamento deste imposto. Caso necessite de mais informações estou a disposição.
    Abs,
    Fernando

DEIXE UMA RESPOSTA