Existem poucos edifícios no mundo tão maravilhosos e imponentes como a catedral de Florença.

Índice do artigo:
– A catedral de Florença
– A cúpula de Brunelleschi
– Como visitar a catedral de Florença
– Ingressos e reservas para a cúpula de Brunelleschi
– Mapa de acesso as atrações de Il Grand Museo del Duomo

A catedral de Florença

Impressionante por fora, simples e diferente do lado de dentro, esta é a Cattedrale di Santa Maria del Fiore mais conhecida como o “Duomo“, ou simplesmente catedral de Florença.

Leia: Curiosidades Sobre a Origem do Nome Florença (que você provavelmente não sabia)

A catedral de Florença vista do alto
A catedral de Santa Maria del Fiore conhecida como “Duomo” em Florença com destaque para a cúpula de Brunelleschi

Se você gosta de admirar vistas panorâmicas saiba que existe a possibilidade de subir no campanário de Giotto e/ou na cúpula de Brunelleschi. Qual dos dois escolher?

Vale a pena fazer um tour particular em Florença com guia que fala português para conhecer um pouco mais da história da cidade e dos seus monumentos imponentes como a catedral.

O campanário possui 414 degraus, já a cúpula são 463 degraus. Não existe elevador. Na dúvida suba nos dois, em horários diferentes para admirar a beleza de Florença do alto com uma luz diferente.

A cúpula de Brunelleschi

Existem exatamente 463 degraus e nenhum elevador para chegar no alto da cúpula de Brunelleschi. Não é coisa para qualquer um, já que um cartaz na entrada das escadas avisa: “Esta visita não é recomendada para pessoas com problema de coração.”

Viaja com crianças? Antes da sua viagem compre para sua filha/o o livro de Geronimo Stilton sobre Leonardo Da Vinci em português ou aqui em italiano. Minha filha não via a hora de visitar a catedral depois de ler o livro!

A melhor hora para subir no topo da catedral de Florença é no início da manhã ou no final do dia, já que a luz é melhor para as fotos e o calor não é exagerado (recomendação utilíssima para aqueles que visitam Florença no verão, ou seja, entre junho e agosto).

Na verdade a subida não é tão difícil assim porque vários outros turistas de todo o mundo estão lá com você, subindo também, e o percurso vira uma diversão. No meio do caminho você vai poder aproveitar para curtir o panorama do lado de dentro do Duomo e tirar fotinhos.

A cúpula da catedral de Florença vista pro dentro com  seus belíssimos afrescos
A cúpula da catedral de Florença vista pro dentro com seus belíssimos afrescos

Chegar lá no alto é o máximo, um momento inesquecível para o resto da vida. Alguns viajantes ficam tão empolgados com essa experiência que querem deixar um registro e acabam escrevendo nas paredes de mármore nomes, datas e frases de amor. Não faça isso. O melhor que você poderia fazer é tirar várias fotos e depois compartilhar elas com o mundo usando as redes sociais! A propósito esse é o perfil oficial no Instragram: @museofirenze . 

duomo3

Como visitar a catedral de Florença

A entrada apenas na catedral de Florença é gratuita, mas para visitar áreas especiais como o museu, o batistério ou subir na cúpula ou campanário é necessário um ingresso.

A catedral de Florença é bem diferente das catedrais tradicionais e para entender as diferenças é recomendável fazer uma visita guiada.

Reserve um tour com ingressos e visita guiada na catedral de Florença e cúpula através da Get Your Guide

Importante: o acesso a catedral não é permitido para pessoas vestindo shorts, com os ombros descobertos, sandálias, chapéus e óculos de sol. O acesso a cúpula, ao campanário e ao museu não é permitido com mochilas e bolsas grandes. O serviço de guarda-volumes está disponível na bilheteria do museu.

Quem preferir ir por conta própria pode comprar os ingressos para as diversas áreas da catedral de Florença que podem ser visitadas pelos viajantes.

Ingressos e reservas para a cúpula de Brunelleschi

Compre seu ingresso para a cúpula de Brunelleschi através da Get Your Guide com política de cancelamento flexível!

Entrada na Porta della Mandorla da catedral (lado norte).

O ingresso para visitar a cúpula da catedral de Brunelleschi faz parte do Brunelleschi Pass e custa:

  • Euro 30,00 para adultos,
  • Euro 12,00 para crianças de 7 a 14 anos,
  • gratuito para menores de 6 anos

O Brunelleschi Pass inclui as atrações: Cúpula, Campanário, Museu, Battistero, Santa Reparata e dura até 3 dias a partir da data selecionada no momento da reserva.

Os ingressos podem ser comprado diretamente no site oficial Il Grande Museo del Duomo com tarifa não reembolsável. A visita é realizada com hora marcada. Existe uma tolerância de 5 minutos em relação ao horário do ingresso então é necessário ser pontual! Atenção: quem reserva no site oficial da catedral não poderá alterar o horário da reserva!

O tempo de visita na cúpula da catedral recomendado é de 45-50 minutos.

O bilhete dá direito também a visitar outras atrações como a catedral, batistério, campanário, cripta e museu.

O acesso aos monumentos é permitido nas 48 horas do momento do acesso ao primeiro monumento. Com o mesmo bilhete não é possível visitar duas vezes a mesma atração. A reserva para a Cúpula de Brunelleschi é obrigatória. Recomenda-se a reserva do ingresso para o Campanile e o Museu. O serviço é gratuito.

Quem não comprar o ingresso com antecedência (recomendo comprar com antecedência!) pode ir diretamente até a bilheteria do Museo na Piazza Duomo, 9.

Acesso deficientes e famílias com crianças pequenas

O Batistério de S. Giovanni, a catedral e o museu são acessíveis para pessoas com deficiência motora. Na bilheteria estão disponíveis cadeiras de rodas. Os banheiros do primeiro andar do museu possuem trocadores de bebê. Estão previstas atividades para crianças, visitas, laboratórios e workshop para escolas.

Não existem elevadores que dão acesso a Cúpula de Brunelleschi. São 463 degraus em alguns trechos em áreas muito estreitas.

Mapa de acesso as atrações de Il Grand Museo del Duomo

schermata-2016-11-10-alle-12-36-16

Veja também: roteiro de tours na Toscana com Florença como base

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Artigo anteriorRomance de Jorge Amado em palco toscano
Próximo artigoCanto Samba: o melhor da música brasileira em Veneza
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março de 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o blog BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, obteve habilitação como assistente turística e foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...). Hoje se interessa por criptomoedas e voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever! Se você tem uma dúvida sobre a Italia visite a seção Dúvidas sobre a Italia.

32 COMENTÁRIOS

  1. Olá, boa tarde! Gostaria de saber se ha guarda-volumes para malas? e o valor. Obrigada!!!

  2. OI Elisabeth, tudo bem?

    Bem vinda a Florença, espero que você aproveite bastante a idade.

    A descida é por essa escadinha que você vê na foto, se não sofrer de claustrofobia e estiver em relativa forma física vá em frente. Se não, aprecie a vista panorâmica da cidade de um local como o Piazzale Michelangelo ou a cidadezinha de Fiesole.

    Sobre dicas do que ver e fazer, aqui você encontra uma lista das principais praças da cidade: https://www.brasilnaitalia.net/2012/11/12-pracas-imperdiveis-de-florenca.html

    Aliás recomendo este roteiro na Toscana com Florença como base:
    https://www.brasilnaitalia.net/2022/02/roteiro-7-dias-na-toscana.html

    E claro, não dá para deixar de fazer uma visita ao David original: https://www.brasilnaitalia.net/2022/02/david-de-michelangelo.html

    Boa viagem!
    Abs Barbara

  3. Olá, estou indo para Florença agora dia 29/02 para um congresso. E gostaria de aproveitar ao máximo minha curta estadia lá. Quanto a subir no Duomo, gostaria de saber como é a descida, que é o que acho pior rs. E se voces teriam outras dicas de lugares interessantes para conhecer.
    Grata, Elisabeth

  4. Olá Barbara, adorei o post!!
    Talvez vc possa me ajudar com uma dúvida… em maio irei pra Itália e por motivos de logística separei um domingo para conhecer Florença. Como vc disse no post, a cúpula fecha aos domingos. Mas gostaria de saber se de dentro da Catedral (que pelo o que pesquisei, abre) eu consigo ver o teto da cúpula. Não faço questão de subir, mas esse teto é imperdível, né?
    Obrigada desde já!!

  5. A primeira foto foi feita do Piazzale Michelangelo, onde esta uma das cópias do David. Dá para chegar a pé do centro (subindo uma escadaria) ou de ônibus.

    Janeiro faz bastante frio na Italia, se você não tiver casaco apropriado, compre aqui. A partir do dia 06 começa a liquidação de inverno.

    Abs

    Barbara

  6. Olá

    pretendo visitar Florença em janeiro…ouvi dizer que é uma cidade mais fria que Roma, por exemplo. É isso mesmo?

    Gostaria de saber também, de onde foi feita a 1ª página da foto…é alguma colina onde se tem esta vista? Achei muito bonita!

    Obrigado!

  7. Oi Barbara,

    Firenze é mesmo uma cidade fantástica. Aliás, como toda a Toscana. Mesmo sendo siciliano, devo admitir que a Toscana é uma região muito bonita. Já fui à Firenze várias vezes e é sempre muito bom. O Duomo é maravilhoso. Espero que a Juliana consiga subir e convencer o namorado.

    Un bacio,
    Davide

  8. Que legal, Babi! Eu nunca fui mas gostaria muito de subir. Nao sei se vou conseguir convencer meu namorado que é um pouco acrofobico

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here