Chegar a Spello é voltar no tempo. Sentir, no presente, os ares remotos de uma pequena e aconchegante aldeia localizada na região Úmbria da Itália, com cerca de nove mil habitantes, vizinha à cidade de Assis. Um lugar pacato e tranquilo que já se mostra assim desde a primeira visão, ainda na estrada, desfilando parada a sua atmosfera agradável, em harmonia com um tom ameno em suas edificações históricas, visível em sua totalidade. Bela vista!

 

A primeira vista já seria uma bela foto. Mas conhecê-la por dentro, rendeu outras, tão boas quanto.

Passando pelo portão principal da cidade, a sensação que se tem é de entrar num filme relacionado a era medieval e imaginar que a noite os portões se fecham para evitar uma invasão inimiga. Ou que a qualquer momento, cruzando uma de suas estreitas ruas, passando por seus inúmeros arcos, daremos de encontro com algum ser encantado ou um guerreiro armado protegendo o vilarejo. O que não aconteceu. Pois, pelo visto por lá, a paz é que reina.

 

Não é difícil achar pequenos túneis feitos por arcos, herança do passado. Difícil é não se encantar com eles!

O lugar é incrível! E, mesmo ela sendo relativamente pequena, a impressão que se tem aos explorar suas ruazinhas, é que estamos num imenso labirinto, qual não queremos achar a saída, de tão fascinante o experimento! Além do mais, mesmo se quisesse, não seria tão fácil assim se precisasse de ajuda, pois poucas foram as pessoas que vi pelo caminho ao adentrar becos e passagens. O que tornou o lugar ainda mais enigmático.

 

Cada canto, uma surpresa: Aqui, uma loja de enfeites dentro de uma casinha, fazia a vez da joia escondida.

A natureza também se exibe por lá. Seja através dos raios de Sol que clareiam as estreitas passagens e nos fazem surpresa, até as muitas flores cultivadas livremente por moradores que as põe bem repousadas em suas janelas, portas e sacadas para encherem os olhos de quem as aprecia fazendo aumentar o encanto do passeio e também prolongar pequenos espaços de caminhada. Tudo parecendo estar estrategicamente preparado para agradar.

 

A prova de que não era só a primeira vista que renderia foto digna de arte!

É em lugares assim, que o silêncio serve como boa companhia. Nos conectando mais profundamente com nós mesmos e deixando nossos pensamentos mais leves e sendo capazes de fazer com que o cérebro crie conexões impossíveis de se fazer em grandes centros. Proporcionando uma tranquilidade ímpar e oferecendo a chance de enxergarmos nossa existência não apenas como sobrevivência, mas como a maior das experiências: A vivência!

 

Por onde passa carro... também passa gente... vive gente... E muito bem!

Ali se vive: Longe da agitação das grandes cidades; distante da poluição das grandes metrópoles; em harmonia com todas as idades e podendo dividir a nostalgia com uma boa amizade. Spello não estava nos meus planos. Mas talvez eu estivesse nos planos dela, para me fazer passar e sentir uma sensação inédita e real. A sensação de que, por mais que façamos planos, perceber que a vida está a nos guiar (e nos deixarmos levar) às vezes, pode ser sensacional!

 

No fim, uma praça reúne tudo: Amizades, natureza, beleza, limpeza, idosos e crianças. Eternas lembranças!

 

————
Fernando Ferrari (fffernandoferrari@gmail.com) é brasileiro de nascimento, francês de cidadania e italiano de coração! Publicitário, escritor amador, mora em São Paulo, já esteve na Itália duas vezes e mantém o blog www.cabecatroncoetextos.blogspot.com
Um dia pretende trabalhar e viver mais tempo por lá, mas enquanto não surge uma oportunidade, escreve para diminuir a saudade.

4 COMENTÁRIOS

  1. Que esplendor….
    Muito lindo de encher os olhos….
    Bravo pelo trabalho….

  2. Grazie pelo comentário! E fico contente em saber do resultado positivo, pois é sempre esta a intenção das postagens! Fernando Ferrari

  3. É sempre curiosa que abro “Brasil na Itália”. E sempre me encanto com os pequenos povoados. Fico imaginando como deve ser bom morar num lugar assim.

  4. Olá Maria Eunice, certamente deve ser como viver um dia no paraíso!

Comments are closed.