O domingo de páscoa é oficialmente o início da estação turística em Florença: as ruas da cidade ficam movimentadas com pessoas do mundo inteiro. Imperdível o “scoppio del carro” pela manhã em frente a catedral ou ainda uma visita a um dos belos jardins fiorentinos em um belo dia de sol. Se o budget permitir, organize um passeio com um guia de turismo que fale português. Assim você volta da viagem com muito mais histórias interessantes para contar…

Em 2017 o domingo de Páscoa cai em 16 de abril. Na Itália é feriado também no dia seguinte, a “pasquetta”, na segunda-feira

O que fazer de manhã

 O scoppio del carro (a explosão do carro)

Na manhã de domingo de páscoa em Florença, em frente ao Duomo (a catedral), acontece uma das mais tradicionais manifestações fiorentinas que teria iniciado na época das primeiras cruzadas.

Monica Kelly registra a explosão do carro

 

Vamos a história: era o ano de 1099 quando o exército de Goffredo da Buglione conquistou Jerusalém: com ele mais de 2500 fiorentinos, comandados por Pazzino de’Pazzi, que, de acordo com a tradição, foi o primeiro a alcançar os muros da cidade cristã. Por reconhecimento, Goffredo lhe ofereceu três lascas do Santo Sepulcro de Cristo. As pedras foram levadas até Florença e conservadas em várias igrejas da cidade até chegar na igreja dos SS. Apostoli, onde se encontra atualmente.

Nos últimos anos de 1100, no dia do Sábado Santo, começou o costume de acender um fogo que era aceso a partir das cintílas das pedras. Esse fogo era então levado até a Catedral onde era distribuído para os cidadãos. Com o passar dos anos, o esplêndido porta-fogo de 1450, que possuía a imagem de uma pomba com as asas abertas, e que ainda hoje é usado nas procissões foi transportado ao Duomo por um carro ricamente decorado, que aos poucos foi enriquecido com  foguetes e fogos de artifício. O atual carro é de 1765 e foi construído pela família Pazzi.

O primeiro “scoppio del carro” com pombas aconteceu durante o pontificado de Leone X (Giovanni de’ Medice) em torno ao ano de 1515-20: no dia de Páscoa, uma corda era esticada do coro até a porta principal da catedral de S. Maria del Fiore, onde se encontrava o carro e a colombina, um foguete em forma de pomba que era acendido, como agora, no canto del Gloria e que rapidamente acendia os fogos artificiais do próprio carro. Se a viagem da colombina acontecia sem problemas, aquele seria um ano feliz – acreditavam os agricultores – que esperavam boa sorte para a próxima colheita.

Hoje como antigamente, quando o foguete volta em direção ao altar, da igreja escuta-se um forte aplauso. A cerimônia é precedida da tradicional procissão, desfile em roupas de época e uma celebração religiosa no Battistero.

O que fazer de tarde

Passeio em um museu fiorentino

Vista da Galleria degli Uffizi e Florença

Felizmente os principais museus de Florença estão abertos durante a páscoa. Consulte horários e preços de bilhetes diretamente no site oficial dos museus.

Dica: faça um um tour em grupo em Florença e arredores

Se tiver sol, visita aos jardins tradicionais de Florença

Que tal passear em um dos jardins históricos mais famosos de Florença? Imperdível uma passadinha no Giardino di Boboli, especialmente se sair o sol!

E você, o que vai fazer nessa páscoa? Algum conselho especial para nossos leitores e amigos? 🙂

4 COMENTÁRIOS

  1. Bárbara tudo bem? Muito bom seu blog.

    Bárbara será que você poderia me ajudar por favor?

    Vou à Itália agora em Julho, vou a passeio mesmo, mas vou ficar os 90 dias… Tem uma tabela de recursos mínimos que você deve possuir para permanecer tais dias… No caso de 90 dias eles descrevem 256,58 Euros (quantia fixa) + 27,89 Euros por dia, por pessoa. Não sei se entendi bem essa parte da quantia fixa. Seria ter esse valor em conta mais a cota diária correspondente aos dias que vou ficar, é isso? Uma outra dúvida… Como comprovar que tenho esse valor? Pode ser através do extrato do meu Travel Money?? Agradeço muito se puder me ajudar!! Obrigada!!

  2. OI Mariana, tudo bem?
    Me envie o link onde leu isso e eu te ajudo a decifrar. Teoricamente bastaria ler a página oficial do Consulado Italiano, mas muitas vezes eles escrevem de um jeito tão complicado que vêm a dúvida, né?
    Abs
    Barbara

Comments are closed.