Uma das melhores maneiras de descobrir Roma é caminhar pela cidade: entre pedaços de história, lojas e uma multidão de turistas você encontra muitas surpresas agradáveis. Uma delas é uma praça que se chama “Campo de’ Fiori“, um ponto da cidade sempre movimentado tanto de dia como à noite, com muitas atrações como você vai descobrir lendo todo o artigo abaixo.

Roma: Campo dei Fiori
A banquinha de flores de Campo de’ Fiori

Durante a minha viagem tive o prazer de fazer muitas coisas interessantes como um passeio na Villa Borghese e uma visita aos Museus do Vaticano. Mas a viagem não estaria completa sem uma passadinha básica em Campo de’ Fiori, um daqueles lugares que a gente não se cansa de visitar, não importa quantas vezes você já tenha visto Roma.

O mercadinho de Campo de’ Fiori

Todas as manhãs, nesta praça, acontece um mercadinho com frutas, verduras, flores e também roupas, cacarecos, massas de pacote coloridinhas para levar para casa como souvenir… É uma ótima oportunidade para puxar um papo com um vendedor italiano, especialmente se ele não estiver muito atarefado.

roma_campo_dei_fiori01
O mercadinho da praça Campo dei Fiori

Um pacotinho de massas italianas de diferentes tipos, formatos e cores é sempre uma boa lembrança para levar para casa. Assim você poderá continuar sentindo o gostinho da Itália mesmo quando estiver longe. Ok, não é que os italianos optem por essas massas coloridas no quotidiano, vamos ser honestos: a maioria vai ao supermercado e leva para casa pacotes e mais pacotes de massa como De Cecco ou Barilla quando estão em promoção. Mas cadê a graça de um pacote de macarrão normal, né? Esses são muito mais estilosos!

Reserve uma excursão gastronômica em Roma com degustação de vinhos através do Get Your Guide

roma_campo_dei_fiori04
Pasta colorida para levar de lembrança

O fast food romano

Em Roma, nada como sentar com calma em uma tratoria típica e saborear demoradamente os pratos da cozinha local. No entanto, não é todo mundo que está disposto a passar 2 horas sentado em uma mesa ou então desembolsar pelo menos uns 20 euros por pessoa por refeição. Nesses casos nada como um fast-food. Obviamente não estou me referindo a McDonalds ou a lanchonetes que você encontra filiais no mundo inteiro.

Se você está em Roma, faça como os Romanos: experimente um lanche rápido no meio da praça!

Em Campo de’ Fiori existe uma das padarias mais famosas de Roma. Basta procurar pela escrita “Forno” em uma das pontas da praça.

Na hora do almoço é fácil notar o vai-e-vém de pessoas que saem de lá com uma sacolinha na mão e um sanduíche na outra. Os italianos em geral almoçam em pé lá na frente ou sentados na fonte logo ali ao lado. E, obviamente, eu fiz a mesmíssima coisa!

roma_campo_dei_fiori03
O Forno: a padaria que fica lotada na hora do almoço

Este “Forno” é famoso por oferecer pizzas quentinhas praticamente a toda hora: você vai lá e pede para o atendente cortar o pedaço do tamanho que você quiser. Dica: pode pedir tirinhas de diversos sabores ou então optar por um grande pedaço da última pizza que acabou de sair do forno!

roma_campo_dei_fiori02
Pizzas quentinhas a toda hora, tortas e várias guloseimas

 A estátua de Giordano Bruno

E lá no meio das banquinhas do mercadinho, você vai notar imponente uma estátua: é um monumento em homenagem a Giordano Bruno.

A estátua de Giordano Bruno na praça Campo de' Fiori em Roma
A estátua de Giordano Bruno na praça Campo de’ Fiori em Roma

A obra foi realizada pelo escultor Ettori Ferrari em homenagem ao filósofo e a localização da estátua não é um caso: Giordano Bruno, condenado pela Inquisição da Igreja Católica, foi levado até Campo de’ Fiori no dia 17 de fevereiro, onde tiraram suas roupas, o amarraram em um pau e o queimaram vivo porque era acusado de “heresia”. Eram bonzinhos esses católicos, né?

Depois de 400 anos, o Papa João Paulo II, através de uma carta, escreveu que “a morte de Giordano Bruno é hoje para a Igreja um motivo de profunda tristeza.” Hoje a estátua de Giordano Bruno olha para o Vaticano.

Vida noturna em Campo de’ Fiori

Campo de’ Fiori também é conhecida pela sua animada vida noturna. Com o cair da noite, a praça vira ponto de encontro para tomar uma cerveja ou um drink a céu aberto. Diz a lenda que com o passar das horas, sobram só bêbados e algumas brigas. Bem, honestamente não posso compartilhar a minha experiência pessoal: já não era muito de balada ultimamente e não foi dessa vez, com bebê, que eu ia ficar lá tomando umas na praça até altas horas, né?

Quem aí for mais do agito, conta para a gente o que achou da vida noturna em Campo de’ Fiori!

Espero que você tenha gostado das dicas e se quiser, compartilhe o artigo ou comente abaixo. 🙂

*Esta viagem a Roma foi oferecida pela Hostelbookers Brasil, que patrocinou os custos da viagem, mas não teve nenhuma influência no nosso roteiro ou no conteúdo editorial deste artigo. A viagem aconteceu entre os dias 13 e 16 de fevereiro de 2013. De lá para cá já voltei diversas outras vezes em Roma e na praça Campo de’ Fiori!
O Hostelbookers oferece a melhor seleção de acomodação barata solucionando os seus problemas e correspondendo as suas expectativas.

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Emozioni uniche - Acquario di Genova
Artigo anteriorGal Costa e Gilberto Gil fecham o Umbria Jazz Festival
Próximo artigoO futuro no Capri Trendwatching Festival 2013
Barbara Bueno - brasilnaitalia
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março de 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o blog BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, obteve habilitação como assistente turística e foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...). Hoje se interessa por criptomoedas e voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever! Se você tem uma dúvida sobre a Italia visite a seção Dúvidas sobre a Italia.

5 COMENTÁRIOS

  1. Olá Franciely,

    Imagino que você se refira ao texto relacionado a estátua de Giordano Bruno.

    Ele narra um fato que realmente aconteceu, há séculos atrás, e o texto visa enfatizar como naquela época, em nome da religião católica, pessoas foram capazes de agir com tanta violência contra um outro ser humano.

    Felizmente hoje a Igreja Católica como instituição evoluiu bastante, tanto é que o Papa João Paulo II, através de uma carta, escreveu que “a morte de Giordano Bruno é hoje para a Igreja um motivo de profunda tristeza.”

    Que a gente possa olhar para os erros do passado para não repetí-los. Era esse o objetivo do texto.

    Espero ter esclarecido qualquer mal entendido,

    Saudações da Italia,

    Barbara

  2. Considerei preconceituoso seu comentário contra os católicos. Diversos erros foram cometidos na inquisição, mas isso não é motivo para piadas contra uma instituição secular e que muito já contribuiu para a melhoria da vida humana na Terra.

  3. Olá Barbara! Será que essas massas de pacote coloridinhas para levar para casa como souvenir, passam na alfândega?
    Seria um mimo levar isso pra casa …
    Bjs!

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here