O celular mudou a nossa forma de comunicação e hoje, mesmo durante as viagens, é impensável ficar offline e desconectado com o mundo. Aqui você vai descobrir como se manter conectado na Itália durante a sua viagem com os prós e contras das mais variadas opções. Boa leitura!

1- Comprar um chip de celular no aeroporto

Esta é provavelmente a opção mais usada pelos viajantes e, na minha opinião, um dos métodos mais antigos e menos práticos. Você chega exausto depois de uma longa viagem intercontinental e depois de pegar as malas vai procurar uma loja da Tim, 3 ou Wind (recomendo a Tim!) no aeroporto para comprar um chip de celular.

Se você tiver a sorte de não pegar fila na loja, ainda assim terá que esperar a ativação da nova linha de celular –  que nem sempre é imediata – e terá um novo número que deverá distribuir para todos os seus contatos. A grande vantagem é que você terá um número de telefone italiano para ligar para qualquer lugar da Itália ou receber telefonemas locais.

Mas no fim você vai reparar que a forma de comunicação mais usada serão apps como o whatsapp ou messenger e que bastaria uma conexão internet disponível no seu smartphone invés de um chip de celular. Para completar, a menos que o seu celular seja Dual Sim (com capacidade para dois chips simultaneamente), tirar o chip com o número que todo mundo tem para colocar outro que quase ninguém tem pode ser pouco útil, ainda mais se alguém precisar falar com você por algum motivo urgente. Seus contatos do Brasil terão que fazer uma ligação internacional para celular italiano para falar com você na nova linha ou você acabará usando o whatsapp…

Cada operadora oferece um plano diferente e os preços variam com frequência. Para evitar problemas certifique-se que você escolheu uma Sim Ricaricabile Senza Vincoli (chip pré-pago sem obrigação de pagar o plano por determinado número de meses). De preferência com muitos Giga de internet incluídos!

2- Usar Wi-fi Grátis

Aeroportos, Bares, restaurantes, hotéis e até o centro de cidades como Florença oferecem wi-fi gratuita para seus clientes. A grande vantagem é que você não gasta nada: basta procurar uma rede e depois seguir o procedimento para se conectar que pode ser fácil (poucos cliques) ou mais complicado com troca de SMS, envio de formulários com várias perguntas pessoais e afins. A desvantagem é que geralmente existe um limite de tempo e/ou quantidade de dados e as redes costumam ser lentas. Para quem deseja só trocar algumas mensagens pode ser suficiente, mas se você precisa ficar conectado o tempo todo pode ser pouco prático…

3- Skyroam (wi-fi com internet rápida em qualquer lugar)

Imagine desembarcar do avião na Itália, apertar um botão e ter internet de qualidade na viagem a sua disposição por onde quer que você for. Parece um sonho? Para quem vive viajando como eu e precisa estar sempre conectada foi a invenção do século: a Skyroam lançou um pequeno, charmoso e eficiente modem pessoal que te garante internet rápida e sem limites, como se você estivesse usando o wi-fi da sua casa.

Você pode conectar até 5 dispositivos ao mesmo tempo (o seu celular, o celular do marido, o tablet, o computador…) e o modem funciona bem em praticamente qualquer lugar (já testei em diversos lugares da Itália como Florença, Roma, no Salento no estado de Apúlia, em Abruzzo…).

Você pode comprar ou alugar o modem dependendo de quanto viaja (a Skyroam funciona não apenas na Itália como praticamente no mundo todo!) e o modem pode ser entregue diretamente na sua casa antes mesmo de você viajar, assim você pode ativá-lo quando quiser, como por exemplo, quando sair do avião.

Dica: compare os preços da Skyroam e veja qual é a opção mais interessante para você.

O serviço de internet dura 24 horas contadas a partir da hora de ativação (se você ativar às 15:00 do dia 01 terá até às 14:59 do dia 2 de internet rápida a disposição). É o meu método preferido porque o celular permanece conectado mesmo quando não estou usando e continuo recebendo e-mails e mensagens de whatsapp como se estivesse conectada ao modem da minha casa. A única desvantagem é que tenho que levar comigo também o modem, mas felizmente ele é pequeno e levinho. Eu tenho também a capa protetora, onde armazeno o modem, a bateria extra e o fio para carregar.

É o melhor método para ficar conectada na Italia que já conheci até o momento e não viajo mais sem! Sou daqueles que termina os 10Gb do plano de celular em menos de dois dias, com a Skyroam esse problema não existe porque não existe limite de dados: o serviço é cobrado por tempo de uso. E para completar não tem aquela chatice de ter que ficar trocando o chip do celular. É como usar a internet wi-fi rápida de casa, mas durante sua viagem na Itália.

4- Chip Internacional

Hoje em dia estão proliferando marcas de chips internacionais que você compra ainda no Brasil antes de viajar como por exemplo a My Sim Travel.  As ligações funcionam em sistema de call back e incluem minutos a disposição para você usar a internet. Recentemente minha mãe veio para Itália e optou por esse cartão. Ela foi em uma loja em São Paulo onde ajustaram as configurações do smartphone dela (iphone) e já saiu como o chip na mão. Foi só trocar o chip do celular e assim que pisou na Europa já podia falar no telefone e usar a internet. Durante o período em que esteve aqui praticamente não usou os minutos para ligações e a internet deixou bastante a desejar: o sinal pegava mal e funcionava apenas em alguns momentos. De qualquer modo, é sempre melhor ter internet de vez em quando do que não ter nunca, então mesmo assim valeu a pena e fica aqui esta opção extra para você.

 

E você, tem alguma dica ou experiência para compartilhar com a gente? Comente abaixo e conte que método usou e quais foram as vantagens e desvantagens para você!