Como era a vida no campo na Toscana de antigamente? Existe um museu, rodeado pelo verde do Mugello, chamado Casa d’Erci, o museu dos agricultores toscanos. Eu estive lá com as crianças e compartilho aqui a minha experiência. Confira.

Índice do artigo:
– Casa d’Erci, o Museu dos Agricultores Toscanos
– Visita a uma casa de camponeses do passado
– Como organizar sua visita a Casa d’Erci

Casa d’Erci, o Museu dos Agricultores Toscanos

A Casa d’Erci – Museo della Civiltà Contadina (Museu da Civilização Camponesa) é uma antiga casa no interior da Toscana a aproximadamente 1 hora de distância de Florença.

É difícil ver muitos turistas brasileiros na Casa d’Erci: o local é frequentado especialmente por famílias italianas ou em excursões organizadas pelas escolas italianas para mostrar as crianças como era a vida dos agricultores toscanos no passado. O museu também é visitado por turistas alemães e franceses, que adoram passar férias no Mugello.

Foi durante um passeio com a escola de uma das minhas filhas que conheci a Casa d’Erci. Era 2016 e na época a minha caçula tinha 2 anos, a mais velha 4 anos.

Foi um dos museus que mais gostei de visitar nos últimos anos, embora seja diferente da maioria dos museus que entram para a lista dos clássicos guias de viagem. 

Em meio a um bosque no Mugello, encontra-se a Casa d'Erci
Em meio a um bosque no Mugello, encontra-se a Casa d’Erci

Chegamos no local após percorrer de carro as estradinhas do Mugello, em meio ao Apenino Tosco Emiliano, rodeado pela natureza.

Fomos recebidos por um senhor que nos acompanhou em uma visita guiada nesta antiga casa-museu que tem como objetivo mostrar as pessoas como era a vida antigamente no campo.

Visita a uma casa de camponeses do passado

Através de uma antiga casa de camponeses é possível observar como nossos hábitos mudaram radicalmente com o passar de poucas de décadas.

A visita começa pelo andar térreo de uma casa de camponeses. Se você esperava entrar e encontrar uma sala de estar se engana completamente. O andar térreo era destinado aos animais. Ali ficavam cavalos, burros ou vacas. Os visitantes podem admirar as ferramentas usadas no campo para a agricultura.

Ao percorrer os ambientes da casa a gente vai vendo como os tempos mudaram.

Na cozinha nada de mil eletrodomésticos, móveis e armários. O ponto de força era uma lareira onde eram usadas panelas que pareciam das bruxas dos contos de fadas; uma mesa, alguns banquinhos.

Na lavanderia nada de máquina de lavar ou sabão em pó. Antigamente usavam as cinzas das lareiras para lavar a cada quinze dias roupas ou lençóis que depois deviam ser enxaguados no rio mais próximo.

O quarto foi um dos ambientes que mais me marcou: lá tinha uma cama com o colchão… de palha! Devia ser um luxo para a época ter um lugar macio e fofinho para dormir.

A sensação de percorrer aqueles ambientes da Casa d’Erci, sentindo os ambientes mais frios e úmidos, outros mais quentes e aconchegantes, é difícil de descrever em palavras.

Inevitável pensar como devia ser para a dona de casa lavar as roupas durante o inverno, com frio, nevoeiro, quem sabe neve. Imaginar como faziam quando uma criança fazia xixi na cama ou o cheiro do marido após um dia de trabalho braçal no campo.

E que aroma deveria ter a roupa depois de lavada com as cinzas. Sem falar na árdua tarefa de cozinhar – quando tinha comida – com a tecnologia da época.

Até hoje depois da visita penso em como acreditamos que certas coisas sejam “normais”, mas são fruto das conquistas científicas e tecnológicas dos últimos anos. Da água que sai das nossas torneiras, ao sabão que compramos nos supermercados, passando pelos colchões super macios e higienizados onde podemos dormir.

Depois da visita dentro da casa-museu fomos para um outro estabelecimento onde as crianças brincaram de fazer pão, que posteriormente foi assado no forno e comido por todos os participantes acompanhados por queijos, vinho e frios.

Os animais da Casa d'Erci
Os animais da Casa d’Erci

As crianças também gostaram de ver os animais como as ovelhas, cabritos, burrinhos, galinhas…

Acho que a visita a Casa d’Erci pode fazer muito bem às novas gerações…

Como organizar sua visita a Casa d’Erci

Antes de visitar a Casa d’Erci é recomendável fazer uma reserva por telefone e checar se realmente estão abertos.

O telefone fixo responde apenas nos dias de abertura do museu e de laboratório: +39 055 8492519

O celular para obter informações e efetuar reservas é +39 338 6880647

O e-mail é info@casaderci.it

Horário de abertura da Casa d’Erci

Os horários abaixo foram atualizados em outubro de 2022:

  • Período de Outubro a Março: abre aos domingos e feriados das 14:30 às 18:00
  • Período de Abril a Setembro: abre aos domingos e feriados das 15:00 às 19:00
  • De meados de junho até meados de setembro: abre também aos sábados das 15:00 às 19:00

Durante a semana a Casa d’Erci abre para grupos escolares com reserva obrigatória.

Fecha no dia de Natal (25 de dezembro).

Ingressos Casa d’Erci

Os ingressos para a Casa d’Erci podem ser comprados na hora e custam:

  • Adultos: Euro 3,00
  • 6-18 anos: Euro 2,00
  • 0-6 anos: grátis

Visita guiada pela trilha – Euro 2,00 (necessário reserva e para mínimo 10 pessoas)

Como chegar a Casa d’Erci

Para visitar a Casa d’Erci é recomendável um carro (veja informações sobre aluguel de carro na Italia e tarifa de aluguel de carro com motorista na Toscana)

Para chegar ao Museo di Casa d’Erci é necessário percorrer a estrada saindo de Borgo San Lorenzo ou Scarperia para Luco di Mugello e depois para Grezzano.

No caminho placas indicam o caminho para chegar ao museu, que fica isolado nas montanhas ao norte de Grezzano.

A partir de Grezzano o museu fica a 1500 metros percorrendo uma estrada bem estreita.

Aos carros e outros meios é recomendável parar no estacionamento da Casa d’Erci indicado na estrada, a aproximadamente 400 metros de distância do museu.

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Emozioni uniche - Acquario di Genova
Artigo anteriorParque Mirabilandia Italia
Próximo artigoVida na Toscana com crianças
Barbara Bueno - brasilnaitalia
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março de 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o blog BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, obteve habilitação como assistente turística e foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...). Hoje se interessa por criptomoedas e voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever! Se você tem uma dúvida sobre a Italia visite a seção Dúvidas sobre a Italia.

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here