Se você está planejando uma viagem a Roma e quer explorar além dos pontos turísticos mais conhecidos, a Basílica de São Clemente é um destino imperdível. Situada a apenas cinco minutos de caminhada do Coliseu, esta basílica oferece uma fascinante viagem no tempo, permitindo que os visitantes explorem diferentes camadas da história romana, desde a Roma Antiga até a Idade Média. Acompanhe-nos nesta jornada vertical por um dos tesouros escondidos de Roma.

Uma Primeira Impressão: A Basílica Superior do Século XII

Ao entrar na Basílica de São Clemente, você é imediatamente recebido pela grandiosidade da basílica superior, construída no século XII.

Basílica de São Clemente em Roma: o nível superior foi construído no século XII (crédito: divulgação)
Basílica de São Clemente em Roma: o nível superior foi construído no século XII (crédito: divulgação)

Esta igreja é um exemplo impressionante da arquitetura românica, com seu magnífico mosaico na abside retratando o Triunfo da Cruz. A abside é decorada com um intrincado trabalho de mosaico que mostra uma imagem vibrante e detalhada de Cristo crucificado, rodeado por uma profusão de plantas, pássaros e símbolos cristãos.

Detalhe do Cristo crucificado realizado em mosaico na abside da Basílica de São Clemente em Roma
Detalhe do Cristo crucificado realizado em mosaico na abside da Basílica de São Clemente em Roma (foto: divulgação)

O piso cosmatesco é outro destaque, com suas intrincadas figuras geométricas feitas de mármore colorido. Este estilo, conhecido como “cosmatesco”, é típico do trabalho artesanal medieval e adiciona um toque de elegância e beleza ao ambiente da igreja.

A Schola Cantorum, no centro da Basílica de São Clemente em Roma
A Schola Cantorum, no centro da Basílica de São Clemente em Roma (foto: divulgação)

A Schola Cantorum, situada no centro da nave, é um relicário de elementos medievais, incluindo os ambões para leituras e o candelabro do círio pascal. Estes foram construídos no século XII reutilizando painéis do século VI, um testemunho da prática de reciclar e preservar artefatos históricos.

Afresco na Capela de Santa Caterina dentro da Basílica de São Clemente
Afresco na Capela de Santa Caterina dentro da Basílica de São Clemente (foto: divulgação)

Na capela de Santa Catarina, você pode admirar os afrescos de Masolino da Panicale, que marcam o início do Renascimento. Esta capela é um testemunho da evolução da arte e da arquitetura ao longo dos séculos, refletindo a rica tapeçaria histórica de Roma.

Descendo aos Segredos da História: A Basílica Inferior do Século IV

Ao descer as escadas da basílica superior, você é transportado para a basílica paleocristã do século IV. Este espaço subterrâneo é um dos níveis mais emocionantes e históricos da Basílica de São Clemente.

A Basílica Inferior no subterrâneo da Basílica de São Clemente em Roma
A Basílica Inferior no subterrâneo da Basílica de São Clemente em Roma

As paredes desta antiga igreja são adornadas com alguns dos mais belos afrescos medievais que você pode encontrar, datados entre os séculos VIII ao XI.

Entre as muitas obras de arte, o afresco de Cristo entre Anjos e Santos é particularmente impressionante. Este afresco, com suas cores vibrantes e detalhes ricos, oferece uma janela para a arte sacra da época.

Outro destaque é a “Lenda de Sisínio“, uma das primeiras representações em língua italiana, que conta a história de um milagre atribuído a São Clemente.

Neste nível, você também encontrará a tumba de São Cirilo, uma figura venerada na história cristã. São Cirilo, conhecido por criar o alfabeto cirílico, é um símbolo da união cultural e religiosa da Europa.

Nas Profundezas da Roma Antiga: Os Edifícios do Século I

Continuando a descer, você chega ao nível mais antigo, onde a história romana ganha vida de maneira palpável. Aqui, você encontrará uma Domus romana do século I d.C., uma casa típica da elite romana. Adjacente a esta residência, há um mitreu, um templo dedicado ao culto de Mitra, uma divindade persa cujo culto se espalhou amplamente entre os soldados romanos.

O templo dedicado ao culto de Mitra no subterrâneo da Basílica de São Clemente em Roma: conta um pouco da história da antiga Roma (foto: divulgação)
O templo dedicado ao culto de Mitra no subterrâneo da Basílica de São Clemente em Roma: conta um pouco da história da antiga Roma (foto: divulgação)

O mitreu, datado do final do século II d.C., é notável por seu altar que representa Mitra matando um touro, um rito central dessa religião misteriosa. Este espaço subterrâneo, com suas paredes de pedra fria e iluminação suave, proporciona uma atmosfera mística, transportando os visitantes para uma era de rituais secretos e devoções antigas.

Perto do mitreu, há uma série de quartos que faziam parte de um grande edifício público, possivelmente a “Moneta” ou casa da moeda imperial.

A casa da moeda imperial do Período da Antiga Roma, no Subterrâneo da Basílica de São Clemente
A casa da moeda imperial do Período da Antiga Roma, no Subterrâneo da Basílica de São Clemente (foto: divulgação)

Este edifício, construído no século I, oferece uma visão fascinante da infraestrutura da Roma Antiga. O murmúrio das “águas perdidas da antiga Roma” que ainda correm pelas fundações é um lembrete vívido da presença constante da água na vida cotidiana dos romanos.

Tours na Basílica de São Clemente

Powered by GetYourGuide

Visitar a Basílica de São Clemente é uma aventura que mistura história, arte e espiritualidade. Para aproveitar ao máximo sua visita, é possível reservar um tour em grupo na Basílica de São Clemente com opção de saída em português através da Get Your Guide.

Já a Viator oferece também a possibilidade de reservar um tour particular na Basílica de São Clemente com opção de saída em português.

Se você preferir pode comprar apenas o ingresso e fazer a visita por conta própria (a Basílica não oferece visitas guiadas, apenas entrega um panfleto com o percurso indicado e os pontos principais da visita).

Ingressos Basílica de São Clemente

É necessário efetuar a reserva online para visitar o subterrâneo da Basílica de São Clemente.

CategoriaTarifaIngressos
Adultos / InteiroEuro 10,00comprar aqui
Estudantes com carteirinha (até 26 anos)Euro 5,00comprar aqui
0-16 anos acompanhado de um adultoGrátiscomprar aqui

Horário de abertura da Basílica de São Clemente

Basílica e Escavações [Entrada na Piazza S. Clemente]

DE SEGUNDA A SÁBADO:

  • das 9:00 às 12:30 (última entrada às 12:00)
  • das 14:00 às 18:00 (última entrada às 17:30)

DOMINGOS E FERIADOS:

  • das 12:00 às 18:00 (última entrada às 17:30)

Para eventuais variações de horário consultar a página facebook oficial da Basílica de S. Clemente

Horário das Santas Missas

Existe também a possibilidade de assistir uma missa na Basílica de São Clemente.

Dias de semana: A Santa Missa é celebrada às 08:00 e às 18:30

Domingos e dias de festividade religiosa: A Santa Missa é celebrada às 18:30 (vigília), 09:00 e 11:00

De 1º de julho a 31 de agosto, as missas vespertinas não são celebradas (tanto nos dias de semana quanto nos dias de festividade).

Conferir eventuais alterações de horário no calendário oficial


Depois de explorar a Basílica de São Clemente, aproveite para conhecer a área ao redor. O bairro oferece uma variedade de cafés charmosos e restaurantes onde você pode degustar a culinária romana tradicional. Além disso, a proximidade com o Coliseu permite que você continue sua exploração dos tesouros históricos de Roma sem precisar se deslocar muito.

A Basílica de São Clemente é mais do que um simples local de culto; é uma viagem através dos séculos que revela a complexa e rica tapeçaria da história romana. Cada camada da basílica oferece uma nova perspectiva sobre a evolução cultural, religiosa e arquitetônica de Roma. Se você é um apaixonado por história, arte ou simplesmente curioso sobre as maravilhas ocultas da Cidade Eterna, não deixe de incluir a Basílica de São Clemente no seu roteiro. Esta experiência inesquecível certamente enriquecerá sua compreensão da fascinante história de Roma.

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Artigo anteriorGiuditta e Oloferne: O Renascimento da estátua de Donatello em Florença
Próximo artigoShows da Annalisa – Tutti nel Vortice Outdoor: datas e ingressos para o Tour Estivo 2024
Barbara Bueno - brasilnaitalia
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março de 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o blog BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, obteve habilitação como assistente turística e foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...). Hoje se interessa por criptomoedas e voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever! Se você tem uma dúvida sobre a Italia visite a seção Dúvidas sobre a Italia.

2 COMENTÁRIOS

  1. É sempre bom saber das possibilidades, às vezes a gente caminha ao lado de uma atração incrível, mas por fora não dá para ter ideia de toda a riqueza e preciosidade que está lá dentro…
    Volte para visitar a Basilica de São Clemente 😉

  2. Como eu perdi isso? Olhar para estas preciosidades com conhecimento é enriquecedor. Espero visitar e verificar cada detalhe com tempo. Adorei o artigo.

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here