“Sou otimista sim. Acho que se a gente não for otimista, não vale a pena viver. Viver para quê? Ficar esperando a morte chegar e ponto final? A gente precisa ter uma esperança, uma meta. Ajudar a melhorar o mundo é um bom motivo para continuar vivo. Claro, já vivi grandes e profundas crises pessoais, todos nós vivemos algum dia, mas nada que abalasse a minha vontade de viver. As minhas depressões foram provocadas pelas causas mais diversas, às vezes por questões emocionais, outras por questões políticas. Mas sempre soube sair delas e continuar a lutar…”

Jorge Amado em entrevista a revista Caros Amigos, ano 1, nº 61

Na mudança, estou reencontrando vários textos que marcaram a minha vida. Este é um deles, que eu gostaria de dividir com vocês.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here