É emocionante pensar nas histórias que o Palácio Ducal de Veneza guarda em suas paredes e nas mãos que o construíram ao longo dos séculos. A cada passo pelo seu interior, é possível sentir a riqueza da arte e arquitetura que se encontra ali, desde os elementos góticos até os toques renascentistas.

O Palácio Ducal é uma verdadeira joia da história de Veneza e uma visita a ele é uma oportunidade única para mergulhar na cultura e na história da cidade.

A história do Palácio Ducal de Veneza

O Palácio Ducal de Veneza é um verdadeiro tesouro da arte gótica. Sua estrutura é composta por uma grande camada de elementos construtivos e ornamentais, desde as antigas fundações até a configuração renascentista do conjunto, passando por belos adereços maneiristas.

O Palácio Ducal de Veneza visto do alto (foto tirada do Campanário de S. Marcos)
O Palácio Ducal de Veneza visto do alto (foto tirada do Campanário de S. Marcos) – foto: Barbara Bueno

O Palácio Ducal é formado por três grandes edifícios que incorporaram e unificaram construções anteriores: a ala voltada para o Bacia de São Marcos (que abriga a Sala do Maggior Consiglio) e é a mais antiga, reconstruída a partir de 1340; a ala voltada para a Praça (antigo Palácio da Justiça) com a Sala dello Scrutinio, cuja construção nas formas atuais começa a partir de 1424; e do outro lado, a ala renascentista, com a residência do doge e muitos escritórios do governo, reconstruída entre 1483 e 1565.

A entrada para o público do Palácio Ducal é a Porta do Trigo (assim chamada porque ficava perto da “Oficina de Grãos”), que se abre sob o pórtico da fachada trecentista voltada para o Bacia de São Marcos.

Os primeiros Doges de Veneza

As origens do Palácio Ducal remontam à época dos primeiros Doges. Os primeiros assentamentos fixos na lagoa veneziana provavelmente datam de um período posterior à queda do Império Romano Ocidental (476).

Com o tempo, esses assentamentos se tornaram cada vez mais duradouros, tanto que eram considerados verdadeiras posições avançadas do Império Bizantino.

No início do século IX, o que já se configurava como a cidade de Veneza adquiriu maior autonomia, favorecida pela distância da capital e também sublinhada pelo ponto de vista religioso.

A devoção a Teodoro, santo padroeiro oriental, foi substituída pelo culto ao apóstolo Marcos, cujas relíquias mortais, de acordo com uma historiografia de origem mais tardia, teriam sido conservadas na cidade lagunar.

Em 810, o doge Angelo Partecipazio mudou a sede do governo da ilha de Malamocco para a área de Rivoalto (atual Rialto). Nessa fase, foi escolhido construir aqui o palatium duci, o Palácio Ducal. Pode-se supor que o modelo poderia ter sido o palácio de Diocleciano em Split, embora não haja sobrevivência das estruturas do século IX.

Leia também: 5 hotéis de luxo em Veneza maravilhosos

Quem eram os doges de Veneza

Os doges eram os líderes da República de Veneza, uma das principais potências marítimas do mundo medieval. A posição de doge era vitalícia e herdeira, e os doges eram escolhidos pelo Conselho de Anciãos, um grupo de senadores que governavam a cidade.

Os primeiros doges de Veneza foram eleitos no século IX e, ao longo dos séculos, eles lideraram a cidade em sua ascensão comercial e política, expandindo sua influência pelo Mediterrâneo e estabelecendo alianças com outros estados europeus.

salas do Doge palacio ducal
Por dentro do Palácio Ducal de Veneza(foto: divulgação)

A República de Veneza existiu por centenas de anos, e os doges foram seus líderes oficiais até o século XVIII, quando a cidade foi conquistada pelas tropas napoleônicas e a posição de doge foi extinta.

A ponte dos suspiros

A Ponte dos Suspiros foi construída em 1614 para ligar o Palácio Ducal ao prédio adjacente destinado às Prisões Novas.

ponte dos suspiros veneza com gondola
A ponte dos suspiros em Veneza (foto: Barbara Bueno)

Fechado e coberto, ela é composto por dois corredores separados por uma parede. Um deles liga as Prisões às Salas do Magistrado das Leis e da Quarantia Criminal no andar nobre do Palácio Ducal; o outro comunica as Prisões com as Salas da Avogaria e com o Parlatorio. Ambos os corredores também estão ligados à escada de serviço que leva dos Pozzi até os Piombi.

O famoso apelido de “ponte dos suspiros” remonta à época romântica e se refere ao suspiro do prisioneiro que, saindo do tribunal do Palácio, atravessa o canal através da ponte para chegar à cela na qual cumprirá a pena e pode apenas vislumbrar, através das pequenas janelas, a lagoa, São Jorge e a liberdade.

palacio ducal prisoes
Visita das prisões (foto:divulgação)

A partir da ponte, é possível acessar as Prisões Novas.

Leia também sobre os crimes financeiros na Idade Média

Horário de abertura do Palácio Ducal de Veneza

O Palácio Ducal de Veneza abre diariamente das 09:00 às 18:00 (com entrada permitida até ás 17:00). A operação de fechamento do museu começa 30 minutos antes do horário de fechamento.

Atenção: o horário poderá sofrer alterações sem aviso prévio.

Ingressos para o Palácio Ducal de Veneza

Abaixo as tarifas para reserva online no site oficial. É previsto desconto para reserva com antecedência de pelo menos 30 dias. Os ingressos comprados no site oficial não são reembolsáveis após a emissão.

CategoriaTarifaIngressos Online
AdultosEuro 30,00comprar aqui
Reduzido (jovens 6-14 anos, estudantes 15-25 anos, maiores 65 anos)Euro 15,00comprar aqui
0-5 anosGrátiscomprar aqui
É prevista uma taxa de reserva de 1 euro aproximadamente

Existe também a possibilidade de efetuar a reserva dos ingressos prioritários para o Palácio Ducal através da Get Your Guide.

Leia também: Ingressos Fura-Fila na Itália que você deveria comprar

Visita guiada no Palácio Ducal (com opção em português!)

Powered by GetYourGuide

É muito raro encontrar disponibilidade de visitas guiadas em português no Palácio Ducal por um simples motivo: existem poucos guias de turismo profissionais que falam português em Veneza. A maioria das agências oferece opções de visitas guiadas em línguas como inglês ou espanhol.

A novidade de 2024 é que a partir de agora foram colocados tours em grupo para visitar a Basílica de S.Marcos com opção de incluir o Palácio Ducal. O passeio é novo e ainda não testamos. Se você fizer, conta para a gente aqui nos comentários como foi a experiência. O feedback dos amigos do BRASIL NA ITALIA é fundamental para ajudar a divulgar apenas o melhor disponível.

Quando você opta por reservar um tour guiado no Palácio Ducal geralmente ele já inclui os ingressos prioritários para entrar no museu, então o tour guiado acaba tendo um bom custo-benefício para quem é curioso e gosta de saber das coisas.

Reserve um tour guiado no Palácio Ducal e Basílica de S. Marcos através da Get Your Guide

Como chegar no Palácio Ducal

O Palácio Ducal fica ao lado da Praça de São Marcos (Piazza San Marco).

O endereço do Palácio Ducal é San Marco 1, 30124 Venezia.

Você pode pegar um vaporetto (o barco público de Veneza) para ir até o Palazzo Ducal.

Powered by GetYourGuide

Compre seu bilhete de vaporetto online através da Get Your Guide

palacio ducal veneza italia
O campanário de S. Marcos, as colunas de S. Marcos e S. Teodoro (S. Marco e S. Todaro) e o Palácio Ducal admirados do Canal Grande de Veneza

Indicações:

  • saindo do Piazzale Roma: pegue a linha 1 com parada em Vallaresso ou San Zaccaria; Linha 2 parada Giardinetti; Linha 5.1 ou Linha 4.1 com parada San Zaccaria
  • saindo da estação ferroviária Veneza Santa Lucia: pegue a linha 1 parada Vallaresso ou San Zaccaria; Linha 2 parada Giardinetti; Linha 5.1 ou 4.1 parada San Zaccaria
  • saindo do Lido di Venezia: pegue a Linha 1 parada Vallaresso ou San Zaccaria; Linha 5.2 parada San Zaccaria

Leia também: Como ir do Aeroporto de Veneza a S. Marcos

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Artigo anteriorCarnaval em Borgo San Lorenzo (FI)
Próximo artigoMuseu Peggy Guggenheim, arte moderna em Veneza

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here