Eu admiro quem se arrisca. Quem está cansado da vida, seja lá pelo motivo que for e tem a coragem de tentar mudar de estrada, achar um outro caminho, para chegar em algum outro lugar. É preciso mais do que coragem, é preciso ter um sonho e acreditar nele. É preciso estar aberto as novidades, ter jogo de cintura, saber colher as oportunidades que aparecem no meio do percurso.

Relembrei todas essas sensações pelas quais passei ao sair do Brasil e largar segurança, estabilidade, conforto em troca do novo e desconhecido ao entrar no blog do Lucca (http://tripluca.com ) A história desse italiano é bem interessante: ele trabalhava em uma empresa em Padova e um belo dia dos seus 28 anos, pediu demissão e partiu para a Austrália. Hoje ele tem 35 anos, continua a viajar pelo mundo e vive!

Sim, digo que vive por que antes de sair dá aquele medo: mas como vou fazer para me manter, mas vou conseguir pagar as contas, mas como vai ser… Enfim, ler o blog dele fez brilhar aquela luzinha interna. Sim, existem modos diferentes para se viver. É tudo uma questão de escolha, de momento da vida, de possibilidades.

Às vezes, ao ler muito jornal, revista, rádio, tv, que é importante, pelamordedeus, mas ao ser massificada pelos veículos de informação, às vezes a gente sente certas amarguras. Mas no fundo, como diz a cançao, “il senso è tutto qua”…

PS. aproveito também para fazer a propaganda do blog Giramundo do Jorge Bernardes (http://giramundo.wordpress.com/). Na minha opinião ele fez uma coisa ousadíssima: viajar com bebê recém nascido, provando que certas regras nós que as criamos e nos impomos. São mitos como o de quem casa está enforcado, quem tem filho não viaja, se você largar o seu emprego nunca mais vai achar outro igual, enfim, mitos que devemos simplesmente DELETAR da nossa cabeça. Boa quinta-feira para vocês!

1 COMENTÁRIO

  1. Afff…fiquei até emocionada com esse Post!
    Para algumas pessoas realmente soa estranho mudar de país quando as coisas estão dando “certo”, vejo muita gente achando que ta me dando bons conselhos me dizendo que tenho que ficar no Brasil, esse pessoal não tem noção dó real motivo da viagem…que na verdade vai servir pra aprender mais, viver histórias diferentes e aproveitar a vida de uma forma diferente, esse tipo de pessoa não imagina o que uma mente positiva e força de vontade são capazes de fazer!! Seria bom se as pessoas brigassem mais pela realização de seus sonhos!

    Juliana

    =)

Comments are closed.