O contraponto a realidade brasileira é a chamada “crise italiana”, através do texto de CeleCelestino. Ele faz o relato de 6 notícias da rádio que fazem a gente parar para refletir sobre os caminhos atuais da Itália.

Gostaria de adicionar um fato curioso que não está nas crônicas, mas dá para perceber os ares rocambolescos em que vive a Itália atualmente:

Romano Prodi, do governo anterior, se comprometeu a assumir 300.000 professores até o final do seu mandato. Assumiu 100.000, mas infelizmente o seu governo caiu antes do previso.

A nova ministra de educação do governo Berlusconi divulgou que vai cortar 70.000 professores porque a escola italiana precisa ser remodelada.

Ou seja: de um governo ao outro, a vida não só dos professores mas de todo sistema educacional da Itália passará por uma revolução que vai simplesmente piorar a qualidade de ensino porque o número de alunos cresce eo número de professores diminui. Estamos falando de educação e não de produzir objetos em larga escala!

Enfim, cada país com os seus problemas… Mas quem é que elege esses governantes?

1 COMENTÁRIO

  1. parece que em amteria Educaçao a Italia esta se encaminhando para se igualar ao Brasil, nè?
    rs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here