No Brasil o preconceito contra negros, japoneses, chineses e etnias variadas é praticamente inexistente. Lá a mistura cultural vive bem… desde que possua a carteira cheia, sejamos bem claros. Entre ricos e pobres impera a “benevolência do patrão”.

Achei absolutamente fantástico o relato de Sandra Biondo sobre a Goiania de 1997, que tem tanto em comum com São Paulo, mesmo nos dias de hoje. Ela consegue resumir em poucas palavras o perfil das cidades brasileiras.

Não deixem de ler!!!

COMPARTILHAR
Artigo anterior11 de setembro
Próximo artigoA crise italiana

Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, atualmente colabora com a agência Caprionline.
Dúvidas sobre a Italia são respondidas exclusivamente online. Escreva um comentário abaixo ou publique sua pergunta aqui.

1 COMENTÁRIO

  1. Nòs somos a verdadeira zuppa. A caldo, mettere in una pentola convenientemente spezzettati nativi, portoghesi, africani spellate, francese e olandese. Quindi versare acqua bollente in quantità sufficiente unendo un dado di giapponese, svizzero e tedesco. Dopo alcune ore di lenta cottura unire pasta italiana corta fatta in casa. Con la pasta unire altro arabi, ebrei, turchi e alcuni slavi tritati, che deve cuocere pochissimo. Servire sempre caldo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here