Michael Jackson era mais do que um cantor, um bailarino, ou um esquisitao meio androgeno. Ele foi o simbolo de uma epoca, inventou e revolucionou os habitos de diversas geraçoes. Influenciou tantas vidas.

O inicio da minha adolescencia coincidiu com a famosa ida de Michael ao Brasil para o show do disco Dangerous. Foi um verdadeiro acontecimento, nao se falava em outra coisa. Comprei nao apenas o disco Dangerous, mas tambem Bad e Thriller e comecei a decorar todas as musicas. Decorar era pouco, eu queria entender as letras, pegava o dicionario e ia traduzindo. Tentava repetir a pronuncia igualzinho e foi basicamente graças a Michael Jackson que aprendi ingles.

Minha cançao favorita em absoluto era Heal the World (Bad), que para infelicidade geral da familia eu adorava cantar desafinadamente a alta voz:

“Heal The World
Make It A Better Place
For You And For Me
And The Entire Human Race
There Are People Dying
If You Care Enough
For The Living
Make A Better Place
For You And For Me”

Prefiro me lembrar dele com o retrato daquela epoca. Um idealista, que simplesmente queria fazer um mundo melhor atraves da sua musica. Abaixo trecho de show do Mexico (eu devo ter a versao brasileira do show em alguma fita videocassete na minha casa do Brasil… ao lado de muitos recortes de jornal que eu colecionava. Saudades de um tempo que nao volta mais.)