Pegue um domingo de dezembro, de preferência um daqueles em que uma frente fria polar está chegando na Itália para garantir que tudo esteja branquinho de neve, prepare-se para dirigir em estradinhas cheias de curva de Florença até Marradi: começa assim uma nova aventura por cenários diferentes daqueles brasileiros.

No mês de dezembro, aos domingos, em Marradi acontece o tradicional mercadinho de natal. Honestamente, não é um suuuuper mercadinho e de produtos de natal mesmo, só encontrei belos presépios e nada para a minha árvore (além de algumas especialidades a base de castanha, um produto típico local). De qualquer modo, o passeio é interessante pela paisagem no meio do caminho e, especialmente, para ver a neve, já que fica em meio às montanhas dos Apeninos.

neve_na_toscana1
Em um domingo de dezembro, a caminho de Marradi, na Toscana

A idéia é ir sem pressa, até porque embora sejam poucos quilômetros de distância – são 67 km – a estrada é cheia de curvas e alguns trechos não dá para fazer a uma velocidade superior a 50km/h e, portanto, você vai levar 1 hora e meia, se não parar diversas vezes para tirar fotos!

Tinha neve no meio do caminho :)
Tinha neve no meio do caminho 🙂

Um outro conselho: certifique-se que você alugou um carro com pneus de inverno porque, embora a estrada seja limpa (como você vê na foto abaixo), é sempre mais seguro ter os pneus preparados para neve e gelo, que não derrapam e são super seguros. Existem pessoas que optam pelas correntes: embora elas sejam simples de montar, você só pode montá-las quando tem neve e elas não te protegem do gelo e podem escorregar causando até acidentes.

Quando neva, eles limpam as ruas com sal e um carro especial que remove a neve do caminho
Quando neva, eles limpam as ruas com sal e um carro especial que remove a neve do caminho
Mas também pode ser que você encontre trechos com neve como aqui
Mas também pode ser que você encontre trechos com neve como aqui
neve_na_toscana6
Pé na jaca? Não. Pé na neve!

À medida que você vai subindo, a quantidade de neve aumenta… nós paramos diversas vezes para tirar fotos e descansar. Embora a distância seja pequena, todas aquelas curvas são um pouco cansativas – e verdade seja dita: eu adoro uma desculpa para parar e fotografar!

No meio do caminho entre Florença e Marradi, na Toscana
No meio do caminho entre Florença e Marradi, na Toscana

O mercadinho de Marradi

Antes de viajar, obviamente eu sugiro que você visite o site da cidade de Marradi para checar se realmente acontece o mercadinho de natal. Além de checar as dicas no site, eu costumo telefonar para confirmar. É claro que o mercadinho é apenas uma desculpa para a viagem, mas chegar lá e não encontrar nada pode ser frustrante porque depois de tanto dirigir você vai querer ver alguma coisa, né?

A igrejinha de Marradi
A igrejinha de Marradi

Marradi é uma cidade minúscula: praticamente o mercadinho acontece em duas ruas e no final de uma delas existe um espaço onde servem polenta com molho bolonhesa (polenta con ragù) e linguiça com pão toscano. Ah, para os desavisados: o pão toscano não tem sal. Quem chega de fora em geral estranha!

Clima de natal: neve, um casal que canta música ao vivo, barraquinhas e decoração natalina
Clima de natal: neve, um casal que canta música ao vivo, barraquinhas e decoração natalina
Mercadinho de natal
Mercadinho de natal
Almoçando como os "locais"
Almoçando como os “locais”

 

Polenta a bolonhesa
Polenta a bolonhesa
Pinóquio e a fadinha
Foto com Pinóquio e a fadinha, que presenteavam as crianças com moedas de chocolate…
Produtos a base de castanha local
Produtos a base de castanha, um produto típico local

O ideal é partir de Florença pela manhã e retornar no final da tarde assim você dirige quando ainda é claro. No mês de dezembro escurece por volta das 16 horas e por isso o evento em geral dura das 10 às 18. Na hora do almoço você pode almoçar em restaurantes ou fazer como a maioria dos “locais”: ir até o pátio e pegar um dos dois “pratos prontos”: uma polenta com molho a bolonhesa quentíssima, para esquentar a alma, ou uma linguiça com pão toscano. Nós comemos os dois, com um copo de vinho tinto. Tudo muito simples, mas gostoso!

6 COMENTÁRIOS

  1. Que lindas fotos! Eu também adoro parar para tirar fotos, para o desespero do meu marido (mas no fundo ele também gosta) 😀
    A cidade é pequena mas o mercadinho parecia bem animado, bem diferente daqui onde moro.
    Beijos

DEIXE UMA RESPOSTA