Quem ainda não parou, está prestes a parar. Sexta-feira antes do carnaval, no Brasil, todo mundo está já desesperado se preparando para o grande feriadão que é sinônimo de festa, alegria e farra. Digamos “alegria em abundância”… rs.

Para muito brasileiro, essa é uma das épocas do ano que mais dá saudade da terrinha e por isso sempre pipocam festinhas aqui ou ali. Se você tem uma dica de festa ou quer participar de uma, deixe seu comentário abaixo. Quem sabe você não encontra uma companhia para cair na gandaia?

Carnaval na Italia

Começamos com o fato que aqui carnaval não é feriado por isso a festa em geral acontece em vários finais de semana. Em Veneza começou no final de semana passado e dura até a terça-feira de carnaval. As pessoas desfilam pelas ruas fantasiadas, é uma coisa linda.

Uma amiga encomendou aquelas fantasias luxuosas para ela e o marido e saíram caminhando pela cidade. Me contou que foram mais fotografados do que Gisele Bundchen na passarela!
Eu cheguei em Veneza só na quarta-feira de cinzas e já não tinha mais nada acontecendo… Mas ainda espero voltar a Veneza durante um carnaval. Deve ser realmente mágico.

Para quem está na Toscana, uma opção clássica de carnaval italiano acontece em Viareggio, onde rola um simpático desfile de carros alegóricos e música. Ok, não existe a bateria de uma escola de samba brasileira, a música é gravada e reproduzida por caixas enormes (e menos potentes do que deveriam ser). Mas ainda assim é uma ótima desculpa para descontrair um pouco em clima de paz. Como vocês podem ver na foto ao lado, famílias levam os filhos, inclusive bebês, para assistir aos desfiles. Algumas pessoas se fantasiam, outras levam confeti e jogam umas nas outras. Não vi ninguém se embriagando na rua, ao contrário, todo mundo convidava para ir em algum bar tomar um café. Por aqui é inverno e faz um frio… Outro espírito.

8 COMENTÁRIOS

  1. Olha, eu dou graças a Deus q nao estou no Brasil nessa epoca. Eu repudio completamente o carnaval.

    Aqui na Italia, o primeiro carnaval q “participei” achei mt interessante, eram crianças correndo uma atras das outras jogando um jato de espuma, havia um pessoal desfilando com fantasias q mais parecia uma apresentaçao escolar. Assim, eu acho bem melhor e divertido. Esse ano, nem vi carnaval..

    Abraços

  2. Eu prefiro a calma e tranquilidade.nelm ligo a tv pra não ver tudo aquilo…Não gosto dele.Não tenho paciência pra ver aqueles longos desfiles, que podem até ser lindos, mas não retratam a realidade do povo brasileiro que deixa de comer pra gastar em fantasias…O Carnaval da Bahia, pelo menos é mais autêntico.Lá o povo pode brincar rfealmente.Pena que é um exagero.Dura muito tempo!beijo,chica

  3. Em Milão rola um carnaval meio à brasileira, com os clássicos batuques à Olodum e moças em segunda pele sambando para não ficar congelada. Acho que se aqui fosse verão nesta época, o carnaval seria meio diferente.

    Carnaval bom no Brasil era entre os anos 80 e começo dos 90, quando não existia as porcarias musicais dos últimos tempos e as pessoas eram menos violentas. Tinha até matinê para as crianças da minha época na cidade onde minha mãe nasceu, no sul de Minas Gerais. Hoje acabaram com as matinês porque começou a lotar de gente grande sem crianças e que só queriam fazer bagunça.

    Quanto ao Caraval do Rio e SP, concordo com a Chica. É bonito e tudo mais, mas é paradoxal ver que ao lado de tanto luxo e suntuosidade há gente passando fome e trabalhando para os desfiles. O de Salvador, assim como o de Olinda, Recife, Ouro Preto e tantas cidadezinhas do interior é mais autêntico mesmo, lá sim dá para “curtir” o carnaval. O problema é que o povo exagera e sai confusão.

    Não sinto muita falta do Carnaval no Brasil não. Sinto mais falta do Natal e Ano Novo. Só que também é legal passar um fim de ano no meio da neve, como nos filmes 😀

    Carnaval de Veneza nunca fui, quero conferir um dia para ver como é.

  4. Eu tambem queria ir ate Veneza, mas nao sei se vai rolar esse ano!

    Sou uma carioca meio atipica, nao gosto muito de carnaval nao hehehehe

  5. Acho que Carnaval no Brasil virou mais coisa de Tv e desfile mesmo, porque o povo tem medo de se divertir na rua em Sao Paulo e Rio de Janeiro. Uma pena. Mas continuo achando linda toda aquela alegria que só o povo brasileiro tem e o sonho de se vestir de brilhos e purpurinas pelo menos uma vez ao ano, pra quem às vezes é tao pobre…
    Eu, no entando, me sinto cada vez mais gorda cada vez que vejo a “Globeleza” na tv!!!!!!!!
    Kakakaka!

    Beijos e Bom Carnaval onde quer que vocês estejam!!!! O importante é estar vivo e com saúde!!!!

  6. "se vem de fora é melhor". Pena que muitos ainda gurdam essa herança colonial. Aí, quando saem do país, o preconceito contra seu próprio povo extravasa… Como se na Itália não houvesse criminalidade e corrupção. A máfia e a polícia italianas são um tanto violentas, muitos políticos são corruptos, e ainda tem o problema dos serviços de coleta de lixo, que foram privatizados e estão sendo administrados por empresas fantasmas ligadas à máfia e ao Vaticano, outro foco de corrupção e crime. Italianaos e brasileiros, dois povos sofridos e explorados. Todo carnaval é legal, inclusive o brasileiro. "Vou cair na gandaia, com a minha bateria…. tum, tum, tum!!" O carnaval do Rio de Janeiro é conhecido e imitado no mundo todo. Será que o mundo está errado? Agora, para quem está fora do país, o carnaval de rua do rio de janeiro está bombando!! Vários sites dando dicas, roteiros dos blocos e bandas, etc. Cordão do Bola Preta levou 300 mil pra Rio Branco esse ano de 2009. Obviamente que eu estava lá, 9 da manhã em ponto, sob um sol de 40 graus na sombra. Loucura total! Todo ano milhares nas ruas atrás dos blocos. 2010 promete! "Só não vai quem já morreu…" Abrçs.

  7. Não acredito que exista melhor ou pior, existem coisas diferentes, que se adaptam a fases de vida diferentes.
    Certamente estar ao redor de centenas de pessoas que querem ser felizes e se divertir é uma emoção intensa. Mas simplesmente a parte da gandaia do carnaval eu pulo. Pelo menos por enquanto…
    Isso não diminui a saudade dos bons momentos na cidade maravilhosa, especialmente dos reveillons, festa que prefiro em relação ao carnaval… 🙂
    Boa farra aí pra você!

  8. O carnaval no Brasil comercializou, e continua se comercialzando, sem duvida, mais não em toda parte. Muita gente jovem relembra das tradições, e as prefere sobre por muito sobre o megaevento padronizado. A tendencia é uma diversificação espacial, no Rio assim como em Salvador, porque os locais centrais estão totalmente tomados pela comercialização. Há de ficar de olho para perceber e apoiar atividades alternativas, que ajudam a dar continuidade a tradição carnavalesca.

Comments are closed.