Um bom motivo para visitar Palermo no mês de julho é conferir as homenagens populares feitas à Santa Rosalia, a padroeira da cidade. Anualmente os palermitanos homenageiam essa santa que, em 1625, teria eliminado definitivamente uma terrível epidemia de peste que assolou a população. Já participei dessa festa diversas vezes e, sem dúvida nenhuma, é um dos eventos mais bacanas de Palermo, na Sicília.

O “Festino” – nome dado a procissão e festas organizadas em homenagem a Santa Rosalia – dura 5 dias e acontece todos os anos entre 10 e 15 de julho.  Na noite de 14 de julho acontece evento digno do reveillon de Copacabana: as pessoas seguem um belo carro em formato de barco que segue em direção ao mar. Quando o tal do carro chega no mar, começam os fogos de artifício. Para vocês terem uma idéia de quanto é lindo, os fogos explodiam no céu coordenados com uma música que invadia a avenida.

O melhor lugar para ver os fogos é perto do mar. Não existe uma praia, como por exemplo em Copacabana, mas mesmo assim o reflexo de cores no mar é um espetáculo. Em julho, as noites são quentes como em dezembro no Brasil e é por isso que eventos a céu aberto são muito mais interessantes nesse período do ano.

Um dos grandes assuntos na mídia é sempre o carro de Santa Rosalia: existe a polêmica para saber se o modelo deste ano é mais bonito do que o dos anos anteriores. Por exemplo em 2008 o carro era coberto de cristais Swaroviski, como vocês podem ver na foto ao lado. A foto foi feita alguns dias depois da noite do dia 14, porque o carro fica a disposição dos turistas e curiosos por algumas semanas.

Se você ainda não tem hospedagem na cidade, confira minhas dicas de hotéis em Palermo. E boa viagem!

Mais Informações: