Inícia hoje o 10º encontro nacional Emergency, uma série de palestras, shows, música, mostras sobre temas que vão além da guerra. Eu virei uma fã de Emergency a primeira vez que tive a oportunidade de escutar Gino Strada em um evento semelhante em 2009.

Naquela época, a grande atração do encontro eram os shows grátis de Lorenzo Jovanotti ou Fiorella Mannoia (este ano também rolam shows grátis: por exemplo na sexta-feira, 9, tem Fiorella Mannoia, Paola Turci, Elisa…).

Mas o que mais me impressionou foi certamente acompanhar a trajetória de um sonhador (e realizador!), alguém que acredita que é possível melhorar o mundo e foi lá colocar a mão na massa.

A Emergency é uma associação italiana independente e neutra (ou seja sem apoio de um governo ou partido) que foi criada com o objetivo de oferecer cura médica-cirurgica gratuita e de qualidade as vítimas de guerras, de minas contra o homem e da pobreza. A Emergency promove uma cultura pela paz, solidariedade e respeito dos direitos humanos .

Eu sempre acreditei que uma boa parte de organizações humanitárias fosse mais blabla do que mão na massa. Um modo para obter dinheiro fácil apelando para o sentimentalismo da pobreza e das mazelas do mundo. Bem, devo dizer que para mim a Emergency é diferente. Seus encontros são uma inspiração: saio sempre emocionada por ver que existe ainda uma luz no final do túnel, existe gente que acredita em um ideal e luta por ele.

Se você estiver em Florença e entende um pouco de italiano, participe. Espero que curta tanto quanto eu!

Confira: