Era uma vez uma corrida de sapinhos: o objetivo era atingir o alto de uma grande torre.

Havia no local uma multidão assistindo para vibrar e torcer por eles. Começou a competição… mas a multidão não acreditava que os sapinhos pudessem alcançar o alto daquela torre. O que mais se ouvia era:

– Que pena, esses sapinhos não vão conseguir…. não vão conseguir!

E os sapinhos começaram a desistir. Mas havia um que persistia e continuava a subida em busca do topo. E a multidão continuava gritando:

– Que pena, esses sapinhos não vão conseguir…. não vão conseguir!

E os sapinhos estavam mesmo desistindo, um por um, menos aquele que continuava tranqüilo, embora arfante. Ao final da competição, todos haviam desistido, menos ele. A curiosidade tomou conta de todos…. queriam saber o que tinha acontecido. E assim, quando foram perguntar ao sapinho como ele havia conseguido concluir a prova, descobriram que ele era surdo.

Ou seja…. não permita que as pessoas com o péssimo hábito de serem negativas derrubem as melhores e mais sábias esperanças de seu coração.

Lembre-se sempre: há poder em nossas palavras e em tudo o que pensamos.

Comentario Brasil na Italia: esse texto publiquei ha quase 10 anos em um antigo blog e continua valido. Como se diz aqui na Italia: “faço tesouro destas palavras…” Bom domingo a todos!

4 COMENTÁRIOS

  1. Essa é a maior das realidades, somos influenciados o tempo todo, e não é fácil fingir que não…mas vale a pena se fazer de surdo sim!

    Esse é um toque valioso!

  2. @ Teka
    Com certeza, principalmente quando se tratam dos nossos sonhos!

  3. O mais engraçado é que, na maior parte das vezes, pessoas incapazes de fazer metade das coisas que somos capazes é que mais criticam.

    Por isso pessoas determinadas são vencedoras!

    Abraços

  4. @Michel,
    Eh verdade, geralmente quem mais critica sao as pessoas que nao fazem nada.
    Elas nao criticam por mal. Mas por pura ignorancia.
    Boa sorte nos seus projetos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here