A preguiça é a inimiga numero 1 da realização dos sonhos. Existe muita gente que sonha com o sucesso, imaginando que basta acordar uma manhã e ser agraciado por uma mágica divina que o transformará em um ser especial.

Fato numero 1: todos nós já somos seres especiais. Não é preciso nenhuma mágica. Cada ser humano nesta terra é único e possui características particulares.

Fato numero 2: sucesso é uma palavra muito relativa. Para alguns pode ser ter muito dinheiro, para outros viajar muito, existem aqueles que querem ser admirados profissionalmente, outros desejam somente cuidar do lar e ter uma família em harmonia.

A grande questão é:

O que você faz para atingir o que você considera sucesso?

Querido leitor ou leitora: a primeira coisa que você deve fazer é se mexer. Afaste a preguiça! Essa sensação de preguiça não é nada mais do que um disfarçado medo de fracassar. Se você não faz nada, nada pode dar errado, certo?

Errado! Se você não faz nada, você não obtém nenhum resultado e vem uma sensação de fracasso. Uma sensação de ver o tempo passar e você não ter conquistado os sonhos que tinha, uma sensação de infelicidade…

Por isso o primeiro passo para atingir o sucesso é começar a agir, mesmo que você não saiba muito bem em qual direção andar. No meio do caminho, você vai descobrindo as soluções, avaliando os resultados e poderá escolher melhor o próximo passo.

Se eu me mexer, vou ser bem sucedido?

Bem, digamos que é o primeiro passo. Muitas vezes as prioridades mudam no meio do caminho. Os nossos sonhos mudam constantemente. Em uma fase da vida o seu sonho pode ser colocar uma mochila nas costas e sair pelo mundo. Depois que você já colocou a mochila nas costas e saiu pelo mundo você pode descobrir que talvez agora você queira uma casa, um ponto fixo, seguro e construir uma família.

Pode ser que você sonhe com um trabalho glamour cheio de eventos e acontecimentos para em um segundo momento desejar somente um emprego que te pague para executar um certo número de funções que não incluem por exemplo atividade mental e problemas na hora de dormir. Em um terceiro momento um trabalho sem o mínimo envolvimento intelectual pode parecer vazio e você poderá estar em busca de algo novo. Um novo caminho.

Nem todas as estradas foram traçadas

Se não existe um modelo a seguir, um modelo em que você sinta que se encaixe, você pode sempre criar o seu modelo. Oras, é óbvio que não é fácil. Fácil aliás é outro conceito relativo. Talvez seja muito mais difícil lidar com a infelicidade diária.

Não tenha medo de correr riscos, mas lógico, tente evitar ao máximo as possibilidades de fracasso. Se jogar em um precipício amarrado por uma corda pode gerar uma adrenalina incrível, mas ninguém quer cometer suicidio estupidamente por isso, prepare todo o necessário para que você possa se jogar em segurança, de modo que os riscos sejam reduzidos.

Boa segunda-feira a vocês! Com energia a mil!

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma coisa é certa.Se tivermos preguiça e não começarmos, nada vamos fazer e nem chegamos a lugar algum! Xô,preguiça!!! um beijo,chica

  2. Concordo com você, a gente tem que seguir andando mesmo quando não sabe para aonde vai, em algum momento as coisas parecem se juntar como se sempre tivesse havido um fio lá, ligando tudo! Abraço e até o próximo! : )

Comments are closed.