Viver a geografia é uma experiência muito mais interessante do que simplesmente aprender na frente dos livros. Eu me lembro quando era criança e a professora tentava explicar o que era uma cordilheira, um vale, uma montanha. E em algum momento aparecia lá a tal da Cordilheira dos Apeninos, uma cadeia de montanhas que atravessa a Italia de norte a sul com cerca 1300 quilômetros de extensão.

A cordilheira dos Apeninos na Italia: visual do Passo del Muraglione

No final de semana passado eu tive o prazer de atravessar os Apeninos através de uma estrada interessantíssima: o Passo del Muraglione. Trata-se de uma percurso cheio de curvas que liga dois estados importantes da Italia: a Toscana (onde está por exemplo Florença) e a Emilia Romagna (onde está a cidade de Rimini ou Riccione).

O panorama do Passo del Muraglione

Quem quiser seguir este percurso basta pegar a estrada statale que se chama SS 67 em Florença em direção a Pontassieve / Dicomano / Forlì. A emoção começa a partir de San Godenzo: a partir daí é uma curva atrás da outra e muita subida. Para quem vai de moto é uma maravilha: no meio do caminho encontramos vários motoqueiros, alguns fazendo curvas com o joelho quase encostando no chão, bem estilo Valentino Rossi e Moto GP.

As curvas da SS 67 dão emoção aos motoqueiros

No meio do caminho a gente encontra pouquíssimos carros, e geralmente de habitantes locais. Passamos por vários vilarejos e inclusive existem algumas áreas perfeitas para um picnic nos meses mais quentes do ano. Durante o outono o bacana é apreciar as diferentes tonalidades da natureza: verdes, amarelos, laranjas e vermelhos.

Passo del Muraglione: uma estrada cheia de curvas perfeita para quem anda de moto

Durante o caminho você atravessará o Parco Nazionale delle Foreste Casentinesi Monte Falterona e Campigna, além de ter a oportunidade de ver as mini propriedades rurais com ovelhas, vaquinhas, cavalos….

O ponto de encontro dos motoqueiros nos finais de semana

Um aviso importante: se você costuma enjoar no carro, evite porque aqui é realmente uma curva atrás da outra e precisa ter estômago forte! Se você tiver fôlego experimente de bicicleta (encontramos alguns malucos super fitness no meio do caminho) ou de motorino (a famosa Vespa dos Italianos).

Passo del Muraglione

Uma curiosidade: antigamente o Passo del Muraglione era uma trilha onde passavam apenas mulas e animais; somente em 1836 a estrada começou a receber as primeiras carroças graças a ampliação realizada a pedido do Granduca di Toscana Leopoldo II.  Foi então que apareceu o primeiro hotel e uma parede de pedras que oferecesse reparo contra o vento aos viajantes (que deu origem ao nome “Muraglione”).

Um lugar tranquilo em meio a natureza

São cerca 140 quilômetros entre Florença e Forlì seguindo a SS 67, mas não espere uma viagem rapidinha: de carro você vai levar 2 horas e meia para percorrer o trecho, sem paradas. Por isso sugiro de reservar pelo menos metade do dia para o passeio. Também é interessante a idéia de dormir por lá: procure um agriturismo nos arredores de San Godenzo.


Veja Passo del Muraglione em um mapa maior