A dúvida sobre como arrumar a mala para a Itália é tão frequente que decidi criar uma verdadeira lista de coisas para trazer na sua próxima viagem para a Itália.

Uma ajudinha básica para os viajantes que de um lado não querem exagerar nas malas, mas também não querem deixar de fora nada de importante.

Como arrumar a mala para a Itália

Imaginamos uma viagem de 15 dias passando por um itinerário clássico da Itália como “NápolesRomaFlorençaVenezaMilão” e obviamente outras cidades no meio do caminho. Separamos as listas de acordo com as estações do ano (não aquela do calendário oficial, mas da clássica sensação térmica que a gente tem por aqui).  Antes de continuar vale a pena dar uma olhadinha também nas temperaturas médias na Itália

Na nossa lista você encontrará apenas o “essencial”. De preferência escolha peças que combinem com tudo.

Para evitar levar roupas inúteis, eu sugiro que você selecione apenas aquelas peças que usa sempre aí no Brasil. Não adianta colocar na mala aquele sapato lindo que você adora observar no armário, mas nunca coloca no pé: vai só ocupar espaço na mala porque se você não o usa no Brasil, dificilmente o usará durante uma viagem.

Como arrumar a mala para a Itália

Recomendo ainda levar menos do que mais. Melhor trazer espaço na mala para eventuais comprinhas, afinal a Itália é a terra da moda!

Se faltar espaço na volta veja aqui as nossas sugestões de malas com entrega na Italia

Além do mais, lembre-se que a menos que você contrate um motorista particular ou serviço de transporte de bagagem, será você que terá que carregar as malas ao desembarcar do aeroporto, nas estação de trens, em viagens de ônibus ou táxis… e mesmo no hotel porque apenas hotéis 4 e 5 estrelas possuem o serviço de transporte de malas da porta de entrada até o seu quarto (ah, e se o seu hotel não tiver elevador, nem quero pensar!).

Leia também: Levar vinho da Italia para o Brasil, tudo que você precisa saber em um único artigo

O que não pode faltar na mala

O que não pode faltar na sua mala são os produtos que você usa quotidianamente no Brasil. Não pense: “ah, posso viver sem esse creminho para as mãos” se você está acostumada a passá-lo diariamente. Certamente fará falta! E pode ser que você não encontre um parecido por aqui, então leve as coisas que você mais usa aí no Brasil!

Aliás, não incluimos na lista produtos de higiene pessoal como shampoo, sabonete, condicionador, pente, maquiagem, pinça, hidratantes, escova de dentes, pasta de dentes, fio-dental, gel de cabelo, mousses, secador de cabelos e afins. Cada um sabe o que é imprescindível, né? Nem acesssórios como colares, brincos, anéis, bolsas.

Não leve muitas malas e malas enormes! Os quartos de hotel médios possuem de 10 a 14 metros quadrados, ou seja: não são muito grandes. Consequentemente as malas podem ser um obstáculo no meio do caminho.

Uma cena típica em Veneza... (foto: http://alloggibarbaria.blogspot.it)
Uma cena típica em Veneza… (foto: http://alloggibarbaria.blogspot.it)

Sobre o tipo de mala: prefira malas com rodinhas que sejam fáceis de transportar. Se você for pegar algum vôo low cost durante a sua viagem, informe-se sobre as dimensões da mala e peso máximo permitido para evitar taxas adicionais na última hora.

Para quem viaja na primavera (abril-junho)

ROUPAS

Não se engane: na primavera ainda faz frio na Itália, especialmente à noite. Durante o dia, no entanto, pode ser possível usar camisas ou camisetas de meia manga ou manga comprida. Lembre-se de sempre levar um casaquinho na bolsa porque no início da manhã e no final do dia esfria bastante.

3 pares de calça jeans estilosas para o dia
1 par de calça jeans estilosa para a noite
2 terninhos
7 blusas de manga comprida
7 blusas de manga curta
3 blusas meia manga
2-3 cardigans
1 casaco bem quentinho para usar à noite
2 roupas bacanas para sair à noite (lembrando que dentro de lugares fechados é quente e na rua faz frio)
lenços para o pescoço
meias
roupas íntimas (calcinhas e sutiã)
pijama
eventual biquini (para hotéis com piscina, spa ou para quem vai visitar termas)

SAPATOS

Recomenda-se sapatos fechados e de cores claras.
Leve pelo menos um par de sapatos super confortáveis e sem salto porque em geral nas cidades históricas o pavimento é irregular e costuma-se caminhar bastante.

1 par de sapatilhas para o dia
1 par de sapatos de salto para usar à noite, em jantares ou eventos mais elegantes
1 par de chinelos que você também possa usar na piscina (especialmente útil no caso de visita a termas, hotéis com spa e piscina aquecida).

EXTRAS

  • passagens áreas, de trem e reservas impressas com endereços de onde você vai ficar
  • passaporte
  • carteira de motorista internacional
  • dinheiro e cartões de crédito
  • cartões de desconto
  • smartphone com carregador (algumas cidades como Florença oferecem wi-fi grátis, muitos hotéis também tem internet gratuita, etc)
  • máquina fotográfica com carregador
  • remédios que você usa com frequência no Brasil, analgésicos e vitaminas

Para quem viaja no verão (junho-agosto)

Não se engane: o verão na Itália pode ser realmente tórrido! Em cidades como Roma e Florença é comum que a temperatura supere os 35ºC, é fácil ver imagens de turistas entrando de roupa e tudo em plena Fontana di Trevi, por exemplo! Por isso, é bom levar várias trocas de roupa porque pode ser que você sue tanto que decida fazer uma paradinha no hotel para se refrescar entre um passeio e outro.

Outra curiosidade interessante: nas cidades menores é normal que o comércio feche às portas a partir das 12:00 ou 13:00 para depois reabrir apenas após às 16:00 ou 17:00. Nessa faixa de horário as ruas ficam quase desertas, as janelas da casa fechadas: tudo para evitar o calor! As pessoas só voltam a circular pelas ruas no final do dia. Na semana anterior e posterior ao dia 15 de agosto muitos italianos saem de férias e, consequentemente, lojas e serviços fecham ou funcionam em horário reduzido.

1 calça comprida (se der zica e fizer frio!)
7 bermudas, shorts ou saias para o dia
20 blusas de manga curta e sem manga
vestidinhos leves
1 cardigan
1 casaquinho leve
roupas para sair à noite
roupas íntimas (calcinhas e sutiã)
pijama
eventual biquini (para hotéis com piscina, spa ou para quem vai visitar termas)

SAPATOS

Recomenda-se sapatos abertos.
Leve pelo menos um par de sapatos super confortáveis e sem salto porque em geral nas cidades históricas o pavimento é irregular e costuma-se caminhar bastante.

1 par de sandálias rasteirinhas para o dia
1 par de sandálias de salto para usar à noite, em jantares ou eventos mais elegantes
1 par de chinelos (especialmente útil se você decidir dar uma escapadinha até a praia ou piscina mais próxima)

EXTRAS

  • passagens áreas, de trem e reservas impressas com endereços de onde você vai ficar
  • passaporte
  • carteira de motorista internacional
  • dinheiro e cartões de crédito
  • cartões de desconto
  • smartphone com carregador (algumas cidades como Florença oferecem wi-fi grátis, muitos hotéis também tem internet gratuita, etc)
  • máquina fotográfica com carregador
  • remédios que você usa com frequência no Brasil, analgésicos e vitaminas

Para quem viaja no outono (setembro-novembro)

Se em setembro ainda dá para pegar uns dias quentes, em novembro será bem mais difícil vestir uma camiseta de manga curta (ainda mais nas cidades mais ao norte).

3 pares de calça jeans estilosas para o dia
1 par de calça jeans estilosa para a noite
1 malha de lã quentinha(de preferência de gola alta)
3 malhinhas um pouco menos pesadas (de preferência de gola alta)
2 terninhos
10 blusas de manga comprida
3 blusas de manga curta
1 casaco de couro ou de meia estação
2 roupas bacanas para sair à noite (lembrando que dentro de lugares fechados é quente e na rua faz frio)
cachecol e lenços
gorrinho
meias
roupas íntimas (calcinhas e sutiã)
pijama
eventual biquini (para hotéis com piscina, spa ou para quem vai visitar termas)

SAPATOS

Recomenda-se sapatos fechados, de cores escuras e à prova d’água.
Leve pelo menos um par de sapatos super confortáveis e sem salto porque em geral nas cidades históricas o pavimento é irregular e costuma-se caminhar bastante.

1 par de botas de couro impermeável sem forração especial para inverno
1 par de sapatos de salto alto para usar à noite, em jantares ou eventos mais elegantes
1 par de chinelos que você também possa usar na piscina (especialmente útil no caso de visita a termas, hotéis com spa e piscina aquecida).

EXTRAS

  • passagens áreas, de trem e reservas impressas com endereços de onde você vai ficar
  • passaporte
  • carteira de motorista internacional
  • dinheiro e cartões de crédito
  • cartões de desconto
  • smartphone com carregador (algumas cidades como Florença oferecem wi-fi grátis, muitos hotéis também tem internet gratuita, etc)
  • máquina fotográfica com carregador
  • remédios que você usa com frequência no Brasil, analgésicos e vitaminas

Para quem viaja no inverno (dezembro-março)

Não existe época mais fácil para se vestir do que o inverno: o segredo está em ter um bom sobretudo, quentinho e bonito, que você usará a cada vez que sair na rua, seja de dia como à noite. Por baixo do casacão, uma boa malha de lã (de preferência de gola alta) e uma blusa de manga comprida caso você sinta calor quando entrar em uma loja ou restaurante. Simples assim. No pé, uma bota confortável para todos os momentos: da neve à chuva, da caminhada ao passeio no centro. Cachecol, luva e gorrinho completam. Essa é a base.

Ainda não tem um casaco de inverno? Você pode comprar um casaco online. Selecione a entrega para o endereço do seu hotel (mas informe o hotel antes!)

3 pares de calça jeans ou de veludo estilosas para o dia
1 par de calça jeans estilosa para a noite
2 pares de meia calça para as friorentas de plantão
1 calça de lã
3 malhas de lã (de preferência de gola alta)
2 terninhos quentes
10 blusas de manga comprida
1 sobretudo
2 roupas bacanas para sair à noite (lembrando que dentro de lugares fechados é quente e na rua faz frio)
cachecol
gorrinho
luvas
meias
roupas íntimas (calcinhas e sutiã)
pijama (não precisa ser muito quente porque os quartos de hotel costumam ser bem aquecidos)
eventual biquini (para hotéis com piscina, spa ou para quem vai visitar termas)

SAPATOS

Recomenda-se botas, de preferência forradas para proteger contra o frio e à prova d’água.
Leve pelo menos um par de sapatos super confortáveis e sem salto porque em geral nas cidades históricas o pavimento é irregular e costuma-se caminhar bastante.

1 par de botas de couro impermeável com forração especial para inverno
1 par de botas ou sapato mais elegante para usar à noite, em jantares ou eventos
1 par de chinelos que você também possa usar na piscina (especialmente útil no caso de visita a termas, hotéis com spa e piscina aquecida).

EXTRAS

  • passagens áreas, de trem e reservas impressas com endereços de onde você vai ficar
  • passaporte
  • carteira de motorista internacional
  • dinheiro e cartões de crédito
  • cartões de desconto
  • smartphone com carregador (algumas cidades como Florença oferecem wi-fi grátis, muitos hotéis também tem internet gratuita, etc)
  • máquina fotográfica com carregador
  • remédios que você usa com frequência no Brasil, analgésicos e vitaminas

Ficou faltando algo na nossa lista? Comente!
Conta pra gente o que não pode faltar na sua mala.

Parceiros:

RESERVE SUA ACOMODAÇÃO AGORA

Reserve sua hospedagem na Italia, no Brasil ou em qualquer outro país do mundo com nosso parceiro Booking.com!

Você encontra as melhores ofertas e ainda colabora com o nosso site. Obrigada!

RESERVE TRANSFERS E TOURS ONLINE

Reserve transfers, tours e excursões na Italia e no mundo com a nossa parceira Get Your Guide

Artigo anteriorFeira do Chocolate de Florença
Próximo artigoA Arena de Verona
Barbara Bueno - brasilnaitalia
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março de 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o blog BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, obteve habilitação como assistente turística e foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...). Hoje se interessa por criptomoedas e voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever! Se você tem uma dúvida sobre a Italia visite a seção Dúvidas sobre a Italia.

42 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Bárbara! Obrigada por compartilhar tantas informações e por nos fornecer um panorama real da Itália 🙏🏽
    Me tira uma dúvida? Pretendo ir no início de abril e ficar 10 dias. Como é primavera, ainda meio friozinho, pela sua experiência, acha q vale a pena fazer a costa malfitana? Ou fico no roteiro clássico (Nápoles, Roma, Florença, Veneza, Milão)?

  2. Olá Rosa,
    Sim, estamos em pleno inverno. Pode colocar suas malhas de lã e um bom casacão para vestir por cima de tudo. Lembre-se que dentro de lojas, hoteis e ambientes fechados tem aquecimento e faz calor, mas na rua é frio e se pegar uns dias de vento fica com a cabeça congelada. Gorrinho nela!

  3. Irei à Itália de 21 a 29 de fevereiro 2020. É necessário roupa de frio?

  4. Bárbara, farei um intercâmbio de seis meses na Itália. Ficarei de dezembro de 2018 a maio de 2019. Li duas sugestões, mas nada que fale sobre um período tão longo. Dezembro ficarei em Roma, farei passeios por Milão, Veneza, Toscana… janeiro e fevereiro ficarei em Lecce e, o restante, novamente em Roma. De fato estou perdida quanto à quantidade a ser levada e sobre as roupas de frio. Se puder ajudar, serei grata.

  5. Boa tarde Barbara

    Sou de São Paulo e vamos pra Itália em Setembro para um casamento em uma ilha na Sicília gostaria de saber qual seria em média a temperatura e qual roupa usar nesses eventos por aí???????
    Depois faremos ilhas amalfitanos, Roma e Vaticano
    Obrigada 😘

  6. Jeferson,
    8 kg é uma mala de mão levinha.
    Geralmente os casacos de inverno podem pesar mais de quilo, mas geralmente você leva só um grande casacão que vai usando no corpo.
    Claro, tudo depende da quantidade de dias que você vai ficar fora e de quais trechos vai fazer.
    E pode pesar a mala antes de sair porque dependendo da companhia aérea é problema na certa, no aeroporto eles pesam a mala e cobram por quilo extra.
    Boa viagem e boa sorte
    Barbara

  7. Olá Bárbara,
    comprei passagens para Milão (janeiro), com direito a uma bagagem de mão de 8kg. As bagagens adicionais são muito caras. Minha dúvida: é possível levar 8kg e sobreviver no inverno? Vale a pena comprar as roupas de frio aí na Itália, ao invés de pagar a bagem ida/volta? obrigado.

  8. Boa tarde Bárbara amei suas dicas, estou planejando passar uns dias na Itália em nov/2018. As dicas foram super válidas.

  9. Gostaria de saber qual tipo de roupa eu posso usar em Roma no final de março ?

  10. Barbara!
    Conheci O seu blog a pouco tempo e tenho devorado as suas postagens! Ficarei 45 dias na Itália entre o final de setembro início de novembro e não consigo decidir o tipo de mala e levarei. Gosto de viagens de estilo mais independente e por isso a mobilidade é fundamental para mim. Você acharia mais interessante uma mala média com rodinhas 360 ou na mochila do tipo cargueira? Levarei o equivalente a 10 dias e pretendo lavá-las nesse período. Meu roteiro inclui bases em Milão, Cinque Terre, Florença onde estudarei italiano, Sorrento, Roma, Napoli Bolonha e Veneza.
    Muito obrigada por toda ajuda indireta indireta que você tem me dado !

    Um beijo!

  11. Bom dia,
    Vou para Roma entre 02/09 e 11/09, para participar de uma convenção. O que levar?
    Muito obrigada.
    Ana.

  12. Oi Cristiane,
    A tabela acima ainda é válida, março é sempre um mês bastante frio, ainda tem gente que vai esquiar em março 😉 Já nas cidades, nos dias de sol, se você der sorte é possível curtir uma temperatura agradável na hora do almoço e ficar sem casado pesado. Mas você deve levá-lo de qualquer modo porque no começo da manhã e final do dia faz frio!
    Boa viagem
    Barbara

  13. Olá, tudo bem? Será que pode me dar uma dica de roupas o que levar para a Itália – uma vez que esse ano a Itália teve um inverno bem pesado, será em março ainda fará muito frio? Não sei o que levar,
    Saio dia 09 de março e volto dia 28 de março.
    Se puder dar uma dica agradeço.

    Abs

  14. Parabéns Bárbara, excelente seu blog, nota 10. Estou indo com a família toda para um Tour pela itália, preocupado com o frio…Abraços Vinicius

  15. Bárbaras,me ajude!

    Viajo para Roma, no dia 15 de novembro desse ano, e não sei nem por onde começar a escolher o que usar. Me de dicas por favor? EU sei , que vc colocou aí em cima direitinho as roupinhas, mas o que seria terninho? Posso levar uma Levina ao invés de uma jeans? A partir desse dia, o clima é de muito frio?

  16. Olá!!! Estarei na primeira quinzena de setembro, como esrará o clima? O que devo vestir? Me dá uma dica de lugares para ir? Grata

  17. Bárbara, boa tarde
    Adorei as dicas me ajuda vou chegar em Roma dia 28.05 e ficarei uns 10 dias acho que devo levar roupas com a sugestão primavera ou verão ?! Valeu beijocas

  18. Oi Fabiana, tudo bem?
    Sim, junho já é verão e raramente faz frio, geralmente um casaco não muito pesado já resolve.
    Sobre sapatos, sim eles devem ser confortáveis para andar muito. Se quiser vir de tênis, venha. Os italianos não costumam usar tênis de ginástica para passear, eles usam outros tipos de sapatos confortáveis (no verão sandálias, sapatilhas, calçados baixos de diversos tipo confortáveis).
    Enfim, o importante é que você se sinta bem. Abs e boa viagem

  19. Olá! Vou a Roma entre 2 e 12 de junho; dá para considerar como verão e só levar roupa leve? E tênis de academia pega tão mal assim? Já que vamos caminhar a maior parte do dia, não é melhor usar algo próprio e confortável para isso? Um tênis tipo casual pode ser?

  20. Vamos fazer um circuito em 20 de marco ate 5 de abril sera que vai fazer frio

  21. Moro em vitória e vou pra Veneza em março… Já não é primavera? Devo então levar roupas pro inverno? Obrigada

  22. Oi Ana Maria,
    No seu caso sua mala deve ser maiorzinha! Na Itália já está frioinho, espcialmente no norte da Itália: precisa trazer casaco quente… durante a travessia o clima do navio vai esquentando até chegar ao Brasil. Então sua mala tem que ter um pouco de tudo. Não esqueça das roupas elegantes para a noite de gala no navio… e um sapato confortável para caminhar aqui na Itália porque geralmente para turistar tem que caminhar bastante. Um abraço e boa viagem!

  23. Moro em São Paulo, e vou para Milão dia 22/11 a 26/11,com um grupo de 12 pessoas. O que devemos levar nesta viagem? Vamos fazer a travessia na volta de navio.

  24. Olá Thammy, tudo bem?

    Em dezembro faz frio em Roma, provavelmente não muito diferente de Portugal, dependendo da cidade onde você mora. A temperatura média varia entre 4ºC – 13ºC (veja aqui: https://www.brasilnaitalia.net/2013/08/temperatura-media-das-principais-cidades-italianas.html)
    Leve o básico: jeans, blusas de manga comprida, um casacão para cada um, uma bota confortável nos pés, um cachecol no pescoço e boa viagem!
    Um abraço,
    Barbara

  25. Ola Barbara,

    Moro em Portugal e tenciono viajar para a Roma por 2 noites em Dezembro ( de 11/12 a 13/12),
    irei levar minha família o que dar um total de 7 pessoas, o que seria essencial levarmos nesta viagem dado que iremos viajar pela ryanair.

  26. Luiza,
    Confira a previsão do tempo no site meteo.it 🙂
    Boa viagem! E não deixe de ir até a praia de Sansone em Elba, eh linda!

  27. Oi Camila, tudo bem ?
    Estou indo de 2/6 a 23/6 ,com 2 amigas, para a Toscana. Vamos para Firenze, Lucignano, ilha de Elba e Roma. Como está o tempo ? Devo levar bermudas ?
    Pode me dar uma ajuda ?

    Obrigada

    Luiza

  28. Oi Camila, tudo bem?
    Você vai pegar bem a mudança das estações e, embora Nápoles seja um pouco mais quente do que Milão, por exemplo, em outubro já é mais friozinho mesmo.

    Ultimamente eu sou adepta da mala leve: por isso a idéia é levar o essencial e depois eventualmente você compra algo aqui na Itália mesmo. Não precisa trazer o guarda-roupa todo só porque você vai ficar 3 meses. Aqui você não erra nunca de calça jeans, um sapato baixo e confortável (que não seja tênis de academia de ginástica, por favor), uma camiseta. E quando esfria adiciona um terninho e um lenço no pescoço, quando esfria mais ainda uma malhinha embaixo do terninho.. Acho que não vai dar tempo de você precisar de um casacão de inverno.
    O biquini é sempre útil porque uma escapadinha até Capri e Costa Amalfitana no verão não pode faltar. Mesmo no outono, os italianos adoram ir para uma terma, uma piscina aquecida, sauna… se você estiver por aqui, experimente. Uma roupa de praia e um chinelo (havaianas) não ocupam muito espaço na mala, felizmente.

    O problema mesmo é o espaço para os eletrônicos. Entre notebook, máquina fotográfica e vários aí sim é complicado.. rs

    Boa viagem!

  29. Barbara, como está?

    Estou me preparando para viajar para Nápoles, devido a um trabalho, irei ficar 3 meses e a previsão é que seja de agosto até outubro, li seu post e por sinal estou acompanhando o blog e fiquei um pouco confusa nesse lance de mala já que seu exemplo é para 15 dias. Confesso que nunca viajei tanto tempo e para um lugar que não seja tropical, por isso é algo complicado pra mim, principalmente porque além de roupa preciso levar equipamentos fotográficos.

    Pode me dar um help?

    Um beijo!

COMENTÁRIOS:

Please enter your comment!
Please enter your name here