Um dos lugares que mais me decepcionou na Sicília durante o meu Grand Tour de dois meses em julho e agosto de 2015 foi a praia de Fontane Bianche, na província de Siracusa. Tinha visto fotos espetaculares do local (basta pesquisar nas imagens do Google com o termo “Fontane Bianche Sicilia”), mas quando cheguei lá não tive coragem de montar o guarda-sol e dei meia volta.

Pode ser que tenha dado azar, e se alguém aí teve uma experiência diferente, pode compartilhar. No pequeno trecho para chegar até a praia tinha lixo em todo lugar. Já essa primeira impressão me incomodou bastante… mas pensei, bem, vamos ver mais para lá se está melhor…

Chegando na praia de Fontane Bianche: muito lixo no meio do caminho...
Chegando na praia de Fontane Bianche: muito lixo no meio do caminho…

Chegando na praia, encontrei um mar cheio de algas. Mas era tanta alga que minha vontade de entrar na água até passou…

Água do mar escura devido ao excesso de algas
Água do mar escura devido ao excesso de algas em julho de 2015

A Sicília tem muitas praias paradisíacas e tenho certeza que Fontane Bianche será maravilhosa em maio ou meados de setembro, quando a massa de turistas foi embora. Mas durante a alta estação o lugar é impraticável e provavelmente porque é mal cuidado. Não é tão difícil assim resolver o problema do lixo (ou é?), tirar as algas apodrecendo da beira do mar…

A praia de Fontane Bianche
A praia de Fontane Bianche

Por que escrevo este artigo? Não estou dizendo que se você estiver nos arredores não vale a pena dar uma passada para ver como está o mar, simplesmente acho que não vale a pena alugar uma casa nos arredores  de Fontane Bianche pensando por exemplo em passar uma semana de relax em uma praia paradisíaca. Não é uma praia paradisíaca, pelo menos nas condições em que vi. Existem muitos lugares melhores na Sicília, com mar mais bonito e uma infra-estrutura melhor.

Saindo daqui a gente continuou viagem até a Reserva di Vendicari, para ir até a praia de Cala Mosche e valeu super a pena. Também gostei bastante de Marina di Noto, que não é muito distante, onde passaria uma semana tranquilamente. Descendo mais um pouco tem Isola delle Correnti que é interessante para passar o dia (mas não escolheria o lugar como base para uma semana na praia). Enfim, compartilho as minhas dicas porque teria organizado a minha viagem de forma diferente se eu soubesse disso…

2 COMENTÁRIOS

  1. Barbara, tudo bem? Obrigada por compartilhar dicas tão bacanas!
    Estou planejando viagem para o sul da Itália com 2 crianças (2 anos e 1a6m), em julho de 2017. Na sua opinião, qual praia seria a mais tranquila para ficarmos hospedados?
    Obrigada! Danielle

  2. Danielle,
    Eu particularmente gosto muito de Cefalù porque não fica muito distante do aeroporto de Palermo, é um vilarejo charmoso que tem um pouco de animação e ao mesmo tempo tem uma praia bem acessível, com uma área livre ou a pagamento com beach clubs. Escrevi sobre Cefalù aqui: https://www.brasilnaitalia.net/2015/09/cefalu-sicilia.html
    Já fui para lá diversos verões e sempre valeu a pena. A água do mar é na temperatura perfeita.

    Agora se você está sonhando com um mar paradisíaco, vale a pena ir pelo menos conhecer a ilha de Favignana (é do outro lado, no arquipélago de Eolie, para os lados de Trapani, mas o mar é sensacional. Nem todas as praias são super acessíveis para crianças, anyway, de repente você pode simplesmente fazer uma excursão até lá. Leia aqui: https://www.brasilnaitalia.net/2012/06/favignana-o-mar-das-mil-cores-fica-na-sicilia.html

    Marina di Noto tem uma praia super comprida (para os padrões sicilianos) e bem tranquila, água morna, para famílias é ideal, mas não é a minha favorita 🙂

    No lado sudoeste a água do mar é muito gelada. Fiquei uma semana perto de Sciacca em pleno agosto e a água era congelante. Scala dei Turchi ficou turística demais e água gelada.

    Enfim, é isso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here