A imigração na Itália é uma coisa boa ou uma coisa ruim? Diga-me como respondes e te direi quem és.


Às vezes eu me sinto esmagada por um monte de e-mails, mensagens, matérias de jornais e programas de TV que só sabem falar em como a Italia está sendo invadida por imigrantes e como esses mesmos imigrantes reclamam dizendo que aqui são pobres, mendigos, não conseguem ter uma qualidade de vida digna.

Depois de tanta lamentela até eu começo a me lamentar. Parece aquela tal de espiral do silêncio, onde ou o cidadão fica mudo ou adere a maioria, com medo de ser excluído.

Pois bem, que alívio me deparar com artigos que sugerem uma outra possibilidade. Acabo de cair em um site com uma matéria chamada “O Marketing Veste Étnico”. O artigo defende que qualquer novo marketeiro que se preze deve levar em conta a imigração como uma grande possibilidade. Os bancos e as empresas de telefonia já perceberam isso e fazem campanhas especiais voltadas ao público.

O futuro da Italia…

eu não sei como será, mas sei que cada um é responsável pelo próprio futuro. Lógico, ao mudar de país é fundamental viver um tempo de adaptação para entender a mentalidade italiana e poder jogar melhor com ela. E sim, os desafios são grandes. Mas basta encontrar a estrada certa e a gente passa para a próxima fase.

Me lembrei de uma frase que uma amiga comerciante do Brasil sempre repetia. Era mais ou menos o seguinte: “quando está todo mundo chorando por causa da crise é hora de vender o lenço”. Imagina só quantos potenciais clientes! Bom dia a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here