A televisão é uma ferramenta importante para ajudar a conhecer o “espírito italiano”. Eu poderia falar dos programas “importantes”, como um Porta a Porta, Matrix ou mesmo AnnoZero – que são únicos e interessantíssimos, não me lembro de nada semelhante no Brasil.

Mas o fato é que hoje eu estou a fim de descontrair, falar bobagem, pensar em coisas leves. Por isso eu escolhi Zelig, um dos fenômenos italianos do segmento cômico.

A história de Zelig

Tudo começou em 1986 com um cabaré em Milão, mais precisamente na Viale Monza 140, Naviglio Martesana. No início, um grupo de artistas se reuniu em uma cooperativa, buscando criar algo diferente, para renovar o cenário teatral daquele momento.

Quase 10 anos depois, em maio de 1997 o modelo do Cabaré que levava o nome de Zelig vira um programa de televisão transmitido pelo grupo Mediaset.

Ao longo desses anos, um monte de coisa mudou: o nome do programa (Facciamo Cabaret, Zelig, Zelig Circus, Zelig Off, Arcizelig), os apresentadores (Simona Ventura, Massimo Boldi, Michelle Hunziker, Claudio Bisio e Vanessa Incontrada) e até o canal onde o programa vai ao ar (Italia 1, Canale 5). A única coisa que continua igual é o sucesso do programa.

Os melhores cômicos

Eu já tinha publicado aqui no blog alguns vídeos dos meus artistas prediletos de Zelig: Teresa Mannino e a dupla Ficarra e Picone. O novo personagem da moda, que tá dando o que falar e todo mundo imita, é Jhonny Groove. Jhonny escrito assim mesmo, com o h da frente do o. Não vou apresentá-lo, confiram abaixo o terceiro vídeo com ele. Os dois primeiros são sempre com a Mannino, que eu adoro. Existem muitos outros blocos interessantes no programa, no entanto, vou ficar por aqui. Quem quiser ver mais, basta fuçar no YouTube. Dá para se divertir…


Teresa Mannino


Teresa Mannino


Giovanni Vernia Jhonny Groove 2a Puntata Arci Zelig 2009 16-01-09

8 COMENTÁRIOS

  1. Assistir televisao na Itália é como assistir a Rede Record em todos os canais. Tem hora que bate um desespero. Eu sinto falta só dei “Carabinieri”. Nem prestava atencao a história, só queria mesmo ver o “maresciallo Andrea” Ettore Bassi – o que é aquele homem!!!

    Agora, o “Striscia la notizia”, sem comentários…

  2. Striscia la Notizia era até engraçadinho… eu prefiro o Le Iene, mas o que straga é a Blasi…

  3. Jhonny Groove é o melhor! E siamo noi, e siamo noi, e siamo noi! 😀

    Ja que estamos falando de programas comicos, semana passada vi no Colorado um quadro que é a imitaçao/traduçao do nosso Joseph Climber.

  4. @Vicky
    Ti stimo “fratella”! rs!

    No entanto devo admitir que curto o estilo Striscia La Notizia. Eles são uma espécie de defensores do povo e ainda por cima são bem humorados.

    Uma espécie de Marcio Canuto, o fiscal do povo do SPTV misturada com VideoShow (que fala sobre a própria televisão), Casseta e Planeta (os personagens que imitam as personalidades)e Chacrinha. Tudo num programa só.

    @Anonimo
    Você não gosta da Blasi? Eu acho ela simpaticissima… e linda!

    @Anonimo 2
    E siamo noi! E siamo noi! E siamo noi! 🙂

  5. Eu nao consigo egulir aquelas velline… Tenho horror a qualquer programa que recorra a esse expediente. Parece Brasil dos anos 70.

    Agora, com a Mannino é difícil parar de rir. Morando na terra da Lega, onde eles debocham dos terun o tempo todo, as unicas pessoas descentes que conheci eram as proprias terun que moravam comigo no convento. Pena o estado permanente de opera em que elas vivem…

  6. Ah, nao gosto da Blasi… ela é meio sem graça. Ja a Hunziker é simpatica. Ah, e a Juliana, brasileira, nossa, aquela queima o nosso filme!

  7. E siamo noi, e siamo noi, e siamo noi… tenho que dizer que isso vicia mesmo! Toda vez que o vejo eu caio na risada…

    E o Raul Cremona imitando o mago? A cara dele me faz lembrar o Silvio Santos mais jovem…

  8. @Anonimo
    hahaha Devo dizer que também acho a Juliana simpática. Ela tá sempre sorrindo, faz as “batutinhas” dela, me divertia quando ela trabalhava com o Teo Mammucari.

    @Juliana
    Ô se vicia. Se eu lembro, fico o dia inteiro com E Siamo Noi e siamo noi e siamo noi! rs!

Comments are closed.