Moro em um país onde terremotos existem. Foi o que passou pela minha cabeça quando me deparei com as notícias do trágico evento em L’Aquila (região Abruzzo). Um tremor de 5,8 na escala Richter, no meio da madrugada de segunda-feira, pegou de surpresa uma população que acordou em meio a escombros, mortes e muita dor.

Saiba o que fazer em caso de terremoto

Ler os jornais sobre o assunto é ainda mais doloroso. Parece que quando dramas do tipo estão lá longe, doem menos. Existirão leitores brasileiros que estavam na região e tem alguma história para dividir aqui com a gente?

Os grandes terremotos da Italia

1908 – Messina: 28 de dezembro, época de festas de final de ano. A Italia entra em shock com um tremor de magnitude 7.2 na escala Richter. Entre Messina e Reggio foram cerca 230 mil mortos, só em Messina 80 mil (a metade da população!)

1915 – Avezzano : 13 de janeiro, um terremoto de 6,8 destrói Avezzano e provoca a morte de cerca 33 mil pessoas.

1968 – Belice: novamente mês de janeiro, dia 15. Um grande tremor de magnitude 6,4 seguido de vários outros. Total: 236 mortos.

1976 – Friuli: Primavera, 06 de maio, em poucos segundos a terra treme e morrem 976 pessoas e 3 mil ficam feridas. Magnitude 6.2.

1980 – Irpinia: Início do inverno, 23 de novembro. 6,8 de escala Richter e 2570 mortos, além de 9000 feridos.

1997 – Umbria-Marche: Outono, 26 de setembro, dessa vez o tremor é de cerca 5,6: 11 vítimas, 126 feridos e 32000 sem teto.

14 COMENTÁRIOS

  1. Ola Bin bom saber que esta tudo bem com vc ai…e no mais só nos resta orar e dizer Força Italia(mais uma vez)…

    Salute a tutti.

    Falo!
    NISIO

  2. Uma pena o que aconteceu, torço aqui do Brasil para que a Itália tenha forças para reerguer-se.
    Um país tão belo não merece este tipo de aontecimento.
    Como disse NISIO
    FORÇA ITÁLIA.

  3. São fatos que nos deixam tristes e preocupados com aqueles que por lá estão.um beijo,chica

  4. Sono anche figlio d’Abruzzo pure sè nato a Roma perque la mia famiglia é Tuta di San Demetrio nei Vestini, sono completamente costernato con il successoluogo e da lontano ce nulla che fare ma satate sicuri che staro pregando che possate superare più questo calvario

    il figlio d’Abruzzo a distanza

    Antonini

  5. Sempre é lastimável quando as forças da natureza irrompem defenestrando tudo e todos, hoje ouvi na rádio que o Castelo onde foi filmado o filme “O Nome da Rosa”ficou intacto, ainda bem, pelo menos um monumento histórico que se preserva.
    Bjs e força aos italianos!
    Janeisa

  6. Os terremotos sao constantes na Itália. Listados no post sao os mais calamitosos, com maior poder de destruicao. Mas terremotos de menor alcance sao comuns e frequentes. As vezes nao dao em nada – como os dois que passei enquanto vivi na Itália, que descrevi no meu blog – e de vez em quando sao violentos. Várias das mulheres que moravam no convento comigo eram traumatizadas com terremoto, perderam famíliaa, casa…

  7. Eu estava combinando de participar de um encontro do Couchsurfing em l’Aquila no fim de semana do dia 17 agora.
    Imagine se estou lá, uma cidade de que nem tinha ouvido falar há bem pouco tempo.
    Os organizadores do encontro, por sorte, estão sãos e salvos.
    Acordei com o tremor em Roma, onde estou a passeio.
    De resto, a lamentar o ocorrido, pelas perdas humanas e materiais, particularmente as de bens culturais.
    Abraços.

  8. […] Em geral um terremoto nunca vem sozinho: ele sempre é seguido de um série de terremotos mais ou menos fortes. O mais dramático terremoto italiano dos últimos tempos aconteceu em Aquila e destruiu praticamente todo o centro histórico  da cidade. Para conferir a lista dos terremotos mais importantes do último século na Italia clique aqui. […]

  9. Estou pensando em ir para Itália em julho, mas depois deste terremoto fico meio alheio e os maias disseram que 2012 seria um ano catastrofico para a humanidade. Sei lá mas acho que vou igualmente.
    Gostaria de sabe de voces qual seria um roteiro interessane partindo de Milão -genova-veneza – costiando o mar adriático e voltando pelo tirreno?
    aspecto!!!!
    grazzie
    Aramis Dalmolin

  10. OI Aramis, tudo bem?
    Espero que 2012 seja um ano positivo, apesar de tudo.
    Eu também não deixaria de marcar uma viagem até porque a raridade é acontecer um terremoto desastroso, o normal é que a gente não tenha problemas, né?

    O itinerario depende da quantidade de dias que você vai passar na Italia: uma semana? duas? tres?

    Algumas cidades interessantes do mar Adriático: Rimini, Milano Marittima, San Marino… não esqueça de passar por Florença, a cidade mais bonita da Italia (sou suspeita, rs!).

    Bem, conte mais sobre os seus planos…

    Barbara

  11. Bárbara, td bem??

    Preciso de uma ajuda sua…estou vendo uma viage para setembro de 2012 em um cruzeiro q/ sai de Roma (Genoa, Corsica,Barcelona,Palma de Marloca,Valencia) e em seguida (Egito, Israel, Turquia, Atenas, e Naples (Italia))….19 dias no mar…estamos inseguros com relação aos terremotos e condições climáticas nessa região…gostaria de saber a respeito antes de fechar a viagem!!!!

    Muito obrigada por enquanto!!
    Att

  12. OI Lilian, tudo bem?

    Catástrofes naturais podem acontecer em qualquer lugar do mundo e a qualquer hora, imagino que não seja o caso de não viajar por causa disso.
    Especialmente no caso de uma viagem em setembro. Se você tivesse uma viagem marcada amanhã para uma das cidades da Emilia Romagna nos arredores de onde aconteceu o terremoto hoje, talvez fosse o caso de desmarcar.

    Mas no seu caso, não vejo grandes problemas.

    Boa viagem!

    Abs

    Barbara

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here