Em Alberobello as casas tem um teto em forma de cone, feitos de pedra e são chamadas de “trulli” (no plural) ou “trullo” (no singular). Um daqueles lugares únicos que a gente coloca na wish list e só consegue sossegar depois de visitá-lo ao vivo!

No meu caso fizemos uma viagem na viagem: eu, meu marido e minhas duas filhas (na época com 2 e 4 anos) estávamos hospedados em Lido Marini, quase na extremidade sul de Apúlia, que fica a “apenas” 2 horas e meia de distância na ida mais 2 horas e meia na volta. E eis que expliquei para meu marido: não posso ir embora de Apúlia sem conhecer Alberobello! E assim ele falou: “ok, vamos!”.

A impressão é de visitar a cidade dos Smurfs ou um cenário de filme com histórias de magos e fadas, não fosse o fato que a cidade dos trulli realmente existe, fica no estado de Apúlia, no sul da Itália e foi inclusive decretada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Eu, passeando em Alberobello pela primeira vez em abril de 2017

A origem dos “trulli” de Alberobello

Por que as casinhas de Alberobello tem esse aspecto diferente? De acordo com a Associazione Beni Italiani Patrimonio Mondiale Unesco a cidade de Alberobello nasce entre o século V e VI graças a agricultores enviados para o local pelos senhores feudais do condado de Conversano, na época proprietários do terreno.

Já naquela época era necessário pagar impostos para construir novas residências: o beneficiário era o Reino de Nápoles, que só dava a autorização para construção após o pagamento dos impostos.

Os senhores feudais de Conversano naquela época também já conheciam o tal “jeitinho” e, para evitar pagar os impostos, obrigaram os agricultores enviados para colonizar a área de Alberobello (que na época era um grande bosque de carvalhos) a construir apenas edifícios precários, que não tivessem um aspecto de estabilidade das residências tradicionais.

Assim os trulli nascem como construções precárias para evitar o pagamento de impostos!

As casinhas chamadas de trulli eram construídas usando apenas pedras (pietra secca) para facilitar a demolição, de modo que em caso de inspeção do Reino de Nápoles, eles não percebessem que existia uma cidade, evidentemente não autorizada. Essa história de precariedade foi transformada gradualmente em uma história de uma civilização, a civilização da “pietra a secco” (uma pedra colocada sobre a outra sem uso por exemplo de argamassa).

Em 1797 um grupo de corajosos habitantes de Alberobello, cansados da condição de precariedade, foram até Taranto pedir ajuda ao rei Ferdinando IV de Bourbon que enviou um Decreto com o qual este pequeno vilarejo ficou livre de qualquer pedido de tributos.

A paisagem agrícola é caracterizada de uma vegetação típica de oliveiras e amendoeiras enquanto das rochas calcárias é extraído o material utilizado no telhado dos trulli.

Alberobello é a única cidade do mundo nascida e desenvolvida como cidade dos “trulli”. Embora essas construções existam também em outras áreas de Apúlia, somente em Alberobello eram usadas como habitação: nos outros lugares os trulli eram locais que abrigavam animais e ferramentas de trabalho no campo.

A comunidade de Alberobello teve que se adaptar a um ambiente difícil e soube resistir transformando sua fraqueza na sua força até chegar hoje ao ponto de entrar na lista de Patrimônios Mundiais da Unesco devido a beleza e caráter único da sua história.

Hoje os trulli abrigam lojinhas, bares e restaurantes e até mesmo hotéis em Alberobello para quem quer viver a experiência de se hospedar nessas simpáticas casinhas!

Confira: webcam live de Alberobello!

Como chegar em Alberobello

A cidade de Alberobello fica em província de Bari, mais precisamente a 55 km de distância de Bari, a 80km de Brindisi,  a 70 km de Matera e a 114 km de Lecce.

Os aeroportos mais próximos a Alberobello são o Aeroporto Internacional de Bari, que fica a 71Km de distância, ou o Aeroporto de Brindisi a 74Km d distância. De lá você pode alugar um carro e dirigir por conta própria.

Alberobello possui uma pequena estação ferroviária que fica a 5 – 10 minutos de distância a pé do centro da cidade. Você deve pesquisar preços e horários no site da Ferrovie del Sud-Est. Os trens são regionais com saída de Bari, Lecce ou Taranto.

Veja outras dicas de lugares legais em Apúlia: