Profissões em alta na Italia e no mundo

Profissões em alta na Italia e no mundo

26

Ontem estive em um evento chamado “2.0, nuove Job Opportunities” na cidade de Siena, a cerca de uma hora e meia de Firenze, aqui na Toscana. A temática principal do encontro era a questão do trabalho: em que direção está andando o mercado?

Sei que BRASIL NA ITALIA é lido por muitos jornalistas e profissionais da comunicação. Oras, dizem que o jornalismo está falido, com os dias contados. Na verdade, o que está acontecendo é que está mudando a forma, a estrutura, o modo de comunicar. Mas existe ainda muito espaço para os comunicadores e pessoas com formação humanista.

Procura-se profissionais 2.0

Elena Farinelli, blogger freelancer por profissão, contou suas experiências pessoais e citou também quais são os cargos que o mercado tem procurado (e muitas vezes não encontra o profissional preparado e qualificado para a função).

  • web editor: é aquele que simplesmente copia um texto em word, por exemplo, e o coloca online, com a formatação necessária indicada para html. Basicamente é responsável por garantir que o conteúdo vá online e tudo funcione bem.
  • content manager: é o gerente que garante o funcionamento de um site de serviços, um passo avanti ao antigo e tradicional “site vetrine”. Seria um pouco o antigo editor do jornalismo tradicional, mas com um outro olhar e outro foco. É possível encontrar uma boa descrição da profissão aqui.
  • copy writter: é o profissional capaz de sintetizar em poucas linhas ou palavras um conceito que funcione. Por exemplo: titulos de newsletter. Vocês sabiam que uma newsletter com um título interessante pode ter 20% de leitores a mais? Quantas vezes mensagens com titulos chatos são enviadas imediatamente para a lixeira?
  • blogger: pessoas capazes de formar comunidades em torno de temáticas e assuntos, ligadas nas ferramentas da web, capazes de conduzir blogs para empresas, serviços e produtos com uma linguagem adequada para a web 2.0
  • SEO: é o profissional que faz a otimização dos sites para motores de busca como o Google. Basicamente trabalha para que seu cliente seja um dos primeiros resultados para a busca de certas palavras chave.
  • SEM: é o profissional especializado em Search Engine Marketing, ou seja, basicamente faz com que o anunciante de AdWords do Google esteja nas melhores posições usando diversos instrumentos e técnicas especificas.
  • Social Media Consultant
  • Brand Reputation Management: é a figura que monitora o que tem sido falado na internet sobre empresas e marcas e tenta intervir em caso de uma reputação negativa, principalmente entre os primeiros resultados dos motores de busca como Google.
  • Community Management
  • E-mail Marketing / Advertising Planner
  • Web analyst: aquele que sabe ler a análise de visitantes do site: da onde vêm os leitores, em que momento saem do site, quais são as palavras chave que ajudam a aumentar o tráfego do site (são as palavras que interessam? exitem palavras novas que não tinham sido pensadas?) Através de uma análise precisa é possível inclusive descobrir erros do site. Elena citou o exemplo de um portal de e-commerce onde 90% dos usuários com carrinho de compras cheio não terminava a compra. Por quê? Descobriu-se que o carrinho enviava por uma página em inglês e a maioria dos usuários italianos por não entender a língua acabavam desistindo da compra. Quando corrigiram para a página de conclusão de compra em língua italiana as vendas voltaram ao normal.
  • Web Designer: não o artista, mas aquele que saiba construir templates para WordPress, Joomla e tenha um visão ampla, que inclua conceitos como acessibilidade e otimização.
  • Programadores (php)
  • Account e commerciale.

Onde encontrar empresas na Italia:

Elena deu também suas dicas de onde procurar emprego, basicamente algumas das melhores empresas do setor (clique abaixo sobre o nome das empresas para abrir o link):

Também recomenda frequentar foruns especificos. Citou o Forum GT, mas recomendo também o Fórum do site HTML. Os links abaixo:

O blog pessoal de Elena Farinelli

Quem ainda não conhece o blog IO AMO FIRENZE não sabe o que está perdendo. Vai lá já!

Multiplicar o conhecimento

Ecco, agora eu aceito sugestões e comentários para ampliar essa discussão. Você tem dicas de empresas para sugerir? Dicas de eventos a participar? Experiências pessoais ? Sonhos? Conte, vamos dividir as experiências. Aliás, dividir não é a palavra certa, combina muito mais “MULTIPLICAR!”. :)

ARTIGOS RELACIONADOS

26 COMENTÁRIOS

  1. valeu pelo comment no meu blog!
    realmente, sei que essa área é muito boa e está crescendo bastante. eu mesma sou analista de SEO :-)

    pretendo passar minhas férias na itália ano que vem então vou procurar dicar por aqui, viu?!

    beijos!

  2. ops :) nào tem trabalho ai de web editor que possa fazer aqui pelo brasil :)…abraço Babi

    A Presto!
    NISIO – Timbó Net

  3. do Brasil eu nao sei nao… mas ia ser bom, ganhar em euros e gastar em reais… :)

  4. Li no seu blog sobre a feira e vi na TV, uma pena que nao pude ir, leio suas materias sobre o assunto sao otimas e oportunas. Apesar de achar que essas agencias de emprego sao caso de policia, sao uma realidade desse novo mercado de trabalho italiano. Melhor aprender como achar um emprego com elas também. Varios amigos estao apelando para as cooperativas que garantem emprego. O que voce acha das cooperativas?

  5. @Cozzare,
    A minha opinião é que é melhor trabalhar para uma cooperativa do que não trabalhar.

    Imagino que ninguém sonhe em trabalhar em uma cooperativa porque em geral trabalha-se muito mais, com menos garantias (e às vezes ganhando menos).

    Na verdade tudo depende do contrato. Existem contratos em que a cooperativa pode mudar, mas o trabalhador tem sua vaga garantida com o empregador mesmo assim.

    Resumindo: é tudo muito complicado!

  6. Boa tarde…

    Estou indo para Itália março de 2010, sou formada em Comex e meu marido não terminou administração de empresa, pela sua experiência em que ramo podemos nos colocar melhor.

    Muito obrigada e parabéns pelas matérias.

    Att.
    Jerusa

  7. Jerusa,
    De vez enquando eu dou aqui indicações de novas carreiras a se investir aqui no blog.
    Na verdade, a melhor carreira é aquela que a gente faz com paixão. Esse é o grande diferencial na hora de contratar uma pessoa.
    O ideal seria você olhar para dentro e perguntar: colocando dinheiro de lado, o que eu gostaria de passar a maior parte da minha fazendo? A resposta essa pergunta provavelmente indica a direção que você deve seguir. O resto é consequencia. :)

  8. Muito obrigada pela preciosa informacao.
    Me ajudou a ver que ainda tem trabalho, que tem vagas abertas e que eu posso continuar procurando que um dia vou encontrar.
    Moro em VArese e aqui a situacao de emprego esta preta!
    Gosto de ver brasileiros que fazem o que realmente gostam por aqui!
    Carla

  9. Carla,
    Nao eh facil, mas nao eh impossivel. Depois de quase 5 anos, finalmente reencontrei minha carreira na Italia.
    Ate entao trabalhava e ate ganhava um salario razoavel para fazer coisas bem monotonas.
    Invista em voce e va em frente.
    Vamo que vamo!
    Barbara

  10. Bom dia!!!Me sentir muito alegre em ter encontrado esse site de informação muito precioso,eu me chamo Luca Ibitossi moro en pisa,trabalho no ramo de administração de
    de empresa, podendo me colocar em vários setores, e desevolver com meu conhecimento várias funções administrativas e de compras e vendas também, procuro com urgencia um emprego nessa areá,peço a quem puder me ajudar escreva para meu email: ibitossi@live.it ou ibitossi@alice.it … Estarei a espera de uma de
    resposta em breve,se alguém poder me da informação em italiano ficarei muito agredicido e sastifeito!preciosas,

  11. gostaria de saber quanto ganha um trabalhador italiano sou descendente e tenho cidadania ,se compença ir para la eu tenho 2 filhos

  12. Um trabalhador pode ganhar de 500 euros a 10.000 depende do cargo e da posiçao.

  13. Estou me formando em engenharia, esta área está em alta na italia? Aqui se diz que tem necessidade mas tá dificil de arrumar emprego na área.

    Rogério

  14. E ainda, o diploma de Engenheiro do Brasil é reconhecido na Itália?

    Obrigado.

    Fernando

  15. @ Rogerio,
    Nao sou uma especialista em engenharia para te aconselhar qual o setor em alta. Quem sabe tem um engenheiro na Italia lendo a gente e que possa te aconselhar melhor…

    @Fernando
    Os diplomas brasileiros em geral NAO sao reconhecidos na Italia e eh bem complicadinho reconhece-los…

  16. Caro Fernando, Rogério e conseqüentemente cara Barbara que nos lerá "di sicuro".
    Sou Brasileiro, me chamo Jean Ponchiroli e moro em Milao. Acabei de ler suas dúvidas sobre como validar o diploma de Engenheiro aqui na Itália. Pois bem, vamos là! Sou Engenheiro Civil pós-graduado e semana passada estive no Politécnico de Milao para esclarecer esta duvida que também era do meu interesse. Como validar o meu Diploma de Engenheiro na Itália, haja visto que tenho como meta atuar na área por aqui? Funciona assim, como no Brasil, nosso curso de Engenharia tem duração de 5 anos, podemos pedir diretamente a averiguação do nosso histórico escolar universitário, com vistas ao reconhecimento das disciplinas e conseqüentemente o reconhecimento da "Laurea", ou seja o Diploma. Aqui em Milao, existe um departamento do Comune (prefeitura), especializado em analisar diplomas de profissionais estrangeiros e esse serviço se chama "Riconoscimento di Titoli Studi" (Reconhecimento de Títulos de Estudo). Este departamento atua apenas por e-mail e neste mesmo e mail, temos que mandar todos os nossos dados, bem como os históricos escolares da universidade traduzidos e legalizados. O e-mail deste departamento è: acz.sportellotitoli@comune.milano.it, dica, deve ser escrito em Italiano. Quem quiser ajuda, pode entrar em contato comigo pelo meu Blog (www.tempolibero2009.wordpress.com). Posso reencaminhar o modelo do e mail de solicitação que fiz, ou explicar os passos tin tin por tin tin. Enfim, uma vez aprovado o diploma, prossegue-se com um exame do tipo o exame da ordem "OAB" ao qual se submetem os advogados, porem voltado para a Engenharia, apenas depois de passar nesse exame é que podemos nos filiar à Ordem de Engenheiros aqui na Itália, ou seja, o caminho é longo, mas não impossível. Boa sorte para todos nós!
    Ci vediamo!

  17. @tempolibero
    hahaha.. di sicuro! :)
    Obrigada por dividir suas dicas.
    Acho super importante a participaçao de todos com informaçoes uteis para outros brasieiros.
    Assim que voce conseguir todos os documentos em ordem quero te entrevistar para contar tim tim por tim tim como foi cada etapa. Topas?
    A presto,
    Barbara

  18. Tenho a formaçao de Geografia e Història da FAFIC no Brasil e tambèm tenho o curso de Pòs-graduaçao em Ciencias do Ambiente,trabalhei em escolas estaduais e municipais no Brasil por 11 anos.Jà tenho 4 anos que estou na Itàlia e gostaria de saber como faço e onde vou para reconhecer meus diplomas e em que àreas posso ocupar-me? Muito obrigada!!!!!!!Atè a pròxima.

  19. Depende… voce gostaria de trabalhar com o que? Enquanto nao decide, pode se informar diretamente em um universidade sobre a papelada. Mas eu ainda acho melhor decidir antes com o que vc se ve trabalhando pq pode ser uma simples perda de tempo reconhecer a papelada. O ideal eh fazer um curso na Italia para complementar os seus estudos.

    Essa eh uma fase ecologica das empresas e vc poderia investir nesse setor, de repente trabalhar como consulente para implantar tecnicas favoraveis ao meio ambiente, essas coisas…

    abs

    Barbara

  20. Olá Bárbara, td bem? Muito bom seu Blog, podemos nos informar das profissões e saber onde estamos entrando…rs. Eu sou Policial Militar e estou finalizando minha faculdade de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e tenho muita facilidade nessa área de Web Design, estou aprendendo a contruir sites e gostaria de fazer uma Pós aí na Itália e trabalhar ao mesmo tempo, minha mãe já mora aí há 4 anos e já possui a Cidadania, o meu único medo é o seguinte, aqui ganho em torno de 2 mil reais suado…kkkkk…e tenho a oportunidade de pedir afastamento sem vencimentos por 2 anos, pra tentar alguma coisa nova, estudar, etc. Mas poderia nesses 2 anos tbem investir por aqui, mas gostaria mesmo de arriscar essa nova empreitada mas convicto de que seja uma boa investida, o que vc me diz ou outro amigo que queira compartilhar essa experiência???

    Abços.

    Sander

  21. ai , muito bom saber disso, eu moro em fortaleza e eu e minha namorada estamos com projetos pra morar na italia, pois ela tem familia lá. ai eu tava querendo saber se eu iria me dar bem lá rs pois nao sabia que essa area era tão abrangente assim lá, bem, eu conserto computadores, construo sites basicos em CMS como o Joomla. o unico ruim mesmo pra mim é que eu só sei um pouco de ingles, eu tenho pouco conhecimento na lingua =/
    mais vou aprender! hahaha tenho ainda dois anos .

    valeu pelo post!!!

  22. ola

    eu adorei seu blog muito interessante e informativo.
    tenho umas duvidas… pretendo ir para Itália daqui a + ou – 5 seria pouco tempo para eu me preparar para a vida por la ? em que devo me especializar ? seria muito difícil manter-se ?

    abraços ^^

  23. 5 meses, 5 anos ou 5 dias?
    A Italia está passando por um momento difícil neste momento.
    Infelizmente é difícil fazer previsões de como estaremos por aqui no próximo ano…
    Por via das dúvidas, comece a estudar italiano já!
    Abs
    Barbara

Responder