A Toscana possui vários tesouros, alguns pouco conhecidos. E dessa vez não me refiro às obras de arte ou à arquitetura. Estou falando mesmo de mar, praia e natureza. Um desses pedaços de paraíso se chama Monte Argentario. Escrevo este post após três dias na área no início do mês de junho deste ano (2013).

Nos arredores de Porto S. Stefano, Monte Argentario, Toscana
Nos arredores de Porto S. Stefano, Monte Argentario, Toscana

O Argentario nasce como uma ilha mas, com o passar dos séculos, a ação das correntes marinhas e do rio Albegna praticamente uniu a ilha ao continente, formando duas praias de água limpíssima – as praias de Giannella e Feniglia, além do pequeno vilarejo de Orbetello. Para entender melhor, basta dar uma olhada na foto abaixo. A esquerda está Giannella, no centro encontra-se o vilarejo de  Orbetello e à direita Feniglia.

Vista do alto do Monte Argentario: à esquerda Giannella, no centro Orbetello, à direita Feniglia
Vista do alto do Monte Argentario: à esquerda Giannella, no centro o vilarejo de Orbetello, à direita Feniglia

Além do vilarejo de Orbetello, existem duas cidadezinhas bastante charmosas onde você poderá passear: Porto Santo Stefano e Porto Ercole. Você vai reparar em uma grande quantidade de veleiros, iates e barcos dos mais variados tipos e pode ser que no meio do caminho encontre um VIP passeando por lá.

De Porto Santo Stefano partem barcos para as ilhas de Giannutri e Giglio, por exemplo. Uma ótima dica de passeio para conhecer as lindas ilhas do Arquipélago Toscano.

Porto Ercole
Porto Ercole

 Onde fica o Monte Argentario

O Monte Argentario faz parte da província de Grosseto. Para quem está em Florença são aproximadamente duas horas e meia de viagem de carro. No meio do caminho, vale a pena dar uma paradinha para conhecer Siena, se você ainda não esteve na cidade.


Visualizza Monte Argentario in una mappa di dimensioni maggiori

Para quem tem um tempo extra na agenda, pode ser interessante alugar um barco e visitar a ilha do Giglio e de Giannutri (aliás, você se lembra que foi na ilha do Giglio que o navio Costa Concordia afundou?). Ou então aproveitar para conhecer cidades no continente bastante interessantes como Pitigliano, Manciano, Saturnia e Montemerano.

Quando visitar o Monte Argentario

O mar do Argentario no mês de junho
O mar do Argentario no mês de junho

Embora a temperatura na região seja entre as menos frias da Toscana, a melhor época para visitar o Monte Argentario é entre junho e setembro, os meses mais quentes do ano. Os preços costumam ser mais altos em julho e agosto e existe um motivo para isso: são os meses onde é mais garantido pegar sol e céu azul e época em que os italianos e europeus saem de férias em busca de sol e mar! Isso não significa que em junho não tenha sol, eu peguei dias lindos de sol agora no início de junho.

Onde se hospedar no Monte Argentario

Na minha modesta opinião, a melhor coisa é optar por um hotel com acesso particular ao mar ou então próximo às praias de Giannella ou Feniglia, duas praias com areia fina.

Aliás entre as duas, a Feniglia é muito mais bonita porque possui uma faixa de areia maior e é rodeada por verde. Além disso, existe uma área de acesso gratuito e outra com um balneário particular onde você paga para usar um guarda-sol e duas espreguiçadeiras, além do banheiro, chuveiro e serviço restaraunte (opção muito confortável para quem viaja com crianças ou bebês).  Nós optamos pelo Bagno Braccio, um balneário com serviço gentil e uma espreguiçadeira super confortável.

feniglia
A praia da Feniglia

Nós nos hospedamos no hotel Filippo II  (mais detalhes sobre a minha experiência no hotel aqui) que ficava no meio do caminho entre Porto Santo Stefano e a Giannella: o nosso quarto possuía uma fantástica vista para o mar e acesso particular ao mar (não era uma praia, era uma espécie de pequeno píer de madeira, para se jogar diretamente nas águas límpidas rodeada por peixinhos e estrelas do mar). Olha a foto do amanhecer tirada pelo meu marido, enquanto eu dormia:

O amanhecer, visto do terraço do nosso quarto no hotel Filippo II
O amanhecer, visto do terraço do nosso quarto no hotel Filippo II

Um pouco menos interessante é a opção de se hospedar em Orbetello, porque o vilarejo é rodeado por uma laguna, ou seja, água de mar parada que pode emanar um cheiro um pouco forte e obviamente não é ideal para um banho de mar, embora você possa dar uma passadinha para conhecer a cidade.

E você, já este no Argentario? Compartilhe suas dicas com a gente!

9 COMENTÁRIOS

  1. Adorei!
    E para quem mora em Florença mas não possui carro, tem como ir de ônibus ou trem?

  2. Oi Mariana, tudo bem?

    Você pode pegar um trem na estação Santa Maria Novella de Firenze com destino a “Orbetello-Monte Argentario”, a viagem leva entre 3 e 4 horas.
    Depois da estação você pode pegar um ônibus por exemplo até a praia da Feniglia, confira a tabela de horários aqui: http://www.ramamobilita.it/~linee_orari/orari/pdf/Linea_2_ORB.pdf

    Eu vi que existe um camping praticamente atrás da praia da Feniglia, onde você também provavelmente pode alugar uma casinha. Mas não sei dizer se é bom ou vale a pena porque não entrei.

    Essa é a base. Para explorar os arredores você pode arranjar uma bicicleta, um motorino, um barco, ou mesmo se informar sobre como visitar outros lugares nos arredores.

    Se você for para lá, conta como foi com o transporte público. 🙂

    Abs

    Barbara

DEIXE UMA RESPOSTA